sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Um poema ao Natal...

Por José Cícero


Presentes Natalinos

Neste natal,
quero um presente diferente e forte.
Um sorriso franco.
Um abraço estreito e sincero.
Repiques de sinos...
Como nos velhos tempos.
Afagos singelos  dos que me adoram.
Além de desejos de boa sorte
para o ano-novo a mim desejado
pelo bom velhinho.

E que nesta noite mágica de natal.
Meu Papai Noel bonzinho,
não se canse de visitar os pobres.
Quando ao lado do Santo Menino
Dê como presentes:
compreensão e paz aos homens.
Além de brinquedos,
saúde, pão e felicidades
aos pequeninos.
................
José Cícero - in Fragmentos Poéticos - Inédito(2012) DR
Aurora-CE.
Imagem: Da Internet.
LEIA MAIS EM:
* Veja mais no FACEBOOK

Nenhum comentário:

Google+ Followers