sábado, 15 de outubro de 2011

Saúde e vida longa ao Santo Inácio de Juazeiro!

Por José Cícero

Simplesmente inexplicável para não dizer - inaceitável, o fechamento das atividades do hospital Santo Inácio de Juazeiro do Norte, visto que todos já sabiam que, mesmo com o funcionamento do recém inaugurado Hospital Regional do Cariri(HRC) o problema de atendimento, internamentos e UTI’s na região ainda haveria de continuar sendo um problema quase insolucionável no que se refere a um razóavel sistema de saúde pública ofertado à população.

Mesmo tendo sido oficialmente inaugurado em 1973 a histórica 'casa de saúde' da Lagoa Seca já vinha prestando seus inestimáveis serviços à população caririense desde o ano de 1969, através do médico Mauro Castelo Branco Sampaio. Ano inclusive em que Dr. Mauro(por sinal, ex-deputado federal e ex-prefeito de Juazeiro por vários mandatos) realizou a primeira cirurgia médica da história do Cariri.

Não resta dúvida, portanto, que o Santo Inácio cumpriu com absoluto pioneirismo um papel dos mais importantes na saúde pública não somente da região sul cearense e, por assim dizer, de toda a região adjacente e do Nordeste, com atendimentos que extrapolaram até mesmo as fronteiras do nosso estado. Cumpre assinalar que, mais recentemente o Santo Inácio vinha também funcionando como Hospital-Escola para os estudantes da Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte(FNJ). Agora(pasmem), o alunado da FNJ está sendo obrigado a utilizar o hospital de Brejo Santo. Como se sabe, uma distância das mais sofridas...

Malgrado toda pompa marqueteira e a propaganda governamental sobre a construção do Hospital Regional do Cariri já sabíamos que a questão da demanda de saúde não estaria resolvida em definitivo. É uma conta meio maluca esta: Constrói-se um hospital e fecha-se outro. Se a moda pega... Imagine toda vez que se abrisse uma escola tivéssemos necessariamente que fecha outra em seguida... Será que na capital a regra é esta?

Por conseguinte, o fechamento do Hospital Santo Inácio, além de sem uma vergonha para todas as lideranças da região, apagará igualmente qualquer brilho que até agora vinha sendo engendrado pelos holofotes midiáticos e governamental em face do funcionamento pomposo do HRC. Sem esquecer o grande prejuízo que representará para toda a população caririense, em especial os mais carentes e necessitados.

Para tanto, basta dizer ainda com telação ao HRC que os dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), destinados para o pronto-atendimento, já funcionam na sua capacidade máxima, isto é, todos ocupados. Ainda, que mesmo atingindo a marca de pouco mais de três mil atendimentos no setor de urgência/emergência, desde a sua inauguração dia 22 de agosto. O HRC realiza em média 250 atendimentos/dia, através de um plantel de 12 médicos num sistema de reversamente a cada 8 horas. Além de quatro especialistas, o hospital adotou como método os atendimentos por classificação de risco. Contudo, ao que tudo indica, ainda parece insuficiente diante da enorme demanda que inclui pacientes da regionais de Brejo Santo, Juazeiro do Norte, Crato, Iguatu e Icó. Além, de vez por outra, pacientes de estados circunvizinhos.

O senhor governador de Estado, quando prometera o hospital regional em sua campanha não disse que em troca, era preciso fechar as portas do Santo Inácio. Muito pelo contrário, a promessa era de melhorar substancialmente o atendimento de saúde pública da nossa região. De modo que, a velha regra do tradicional “dois pesos e duas medidas” não haverá de cair bem para nenhum cidadão(rico ou pobre) do nosso bondoso Cariri.

Direi em suma que, a situação de saúde pública do Cariri, do Ceará e do Brasil é tão séria que não podemos, por nenhum motivo ou pretexto, abrir mão sequer de um Posto de Saúde localizado na periferia, quanto mais de um Hospital com o porte humanitário, a função estratégica e a história do Santo Inácio.

Por fim, a sociedade caririense, notadamente os políticos e os formadores de opinião não podem continuar tão passivos e indiferentes, como se parecem diante deste verdadeiro atentado contra à saúde pública da nossa gente.
Saúde e vida ao hospital Santo Inácio de Juazeiro do Norte.
...............................
José Cícero
Secretário de Cultura
Aurora-CE
................................
LEIA MAIS EM:

WWW.jcaurora.blogspot.com
WWW.seculteaurora.blogspot.com

WWW.prosaeversojc.blogspot.com

www.aurora.ce.gov.br
WWW.seculteaurora.blogspot.com
WWW. Blogdaaurorajc.blogspot.com

Nenhum comentário:

Google+ Followers