domingo, 18 de novembro de 2012

Israel x Palestina: Um crime de lesa-humanidade – Por José Cícero



Nestes últimos dias  as agências de notícias internacionais voltaram a falar embora superficialmente do recrudescimento do vergonhoso ataque do exército israelense contra o povo palestino. Um triste e lamentável episódio que só tem um nome – Massacre, com fortes características de um autêntico genocídio. Algo que hoje, mais do que nunca envergonha o mundo e por isso mesmo põe ainda mais em descrédito a ONU e todos os tratados de não-agressão referendados pelos organismos  que  defendem o chamado direito internacional
O conflito entre Israel e Palestina, põe em carne viva toda a mentira e o cinismo encenado pelas chamadas nações democráticas e humanistas do mundo, tendo à frente os Estados Unidos das Américas, não por acaso, o grande incentivador desta carnificina entre Árabes e Judeus.
É mister que se diga portanto, que os EUA há muito vêm dado não somente garantias para a continuidade do massacre, mas inclusive, apoio diplomático, político e bélico-militar ao governo criminoso israelense. No sentido de que este prossiga na sua matança contra à população palestina de forma indiscriminada que nem as criança estão salvas, principalmente os que residem como verdadeiros refugiados  em seu próprio território, na faixa de Gaza. Uma luta como se nota, extremamente injusta e desigual.
E diga-se de passagem, que não se trata de uma guerra(como tentam passar para o mundo). Simplesmente porque não existe guerra de um exército só. O que atualmente acontece naquela região é de fato, uma evidente tentativa de extermínio de um povo inteiro. Por sinal, uma das nações mais antigas da história, que após ter suas terras invadidas, saqueadas, estão sendo agora  expulsos e mortos pelos invasores, sob a complacência do mundo e o silêncio cúmplice da ONU.
Israel além de belicista é um estado invasor e por isso mesmo ilegítimo e antidemocrático, que já devia ter sofrido as maiores sanções internacionais. Além do povo palestino, os israelense também ameaçam continuamente os demais países da região, notadamente os que  são solidários à justa causa palestina.
O modus operandi de Israel é por assim dizer, um crime de lesa-humanidade, perpetrado sob o patrocínio dos EUA.  Portanto, 'o conflito da vergonha' que além de enxovalhar o papel da ONU  põe igualmente uma nódoa escura na história do século XXI.
E o mais triste ainda, foi assistir esta semana pela TV em cadeia mundial, o presidente norte-americano Barack Obama (recém reeleito) declarar seu incondicional apoio(pra variar) aos ataques de Israel contra os Palestinos. O que decerto, desgastará daqui para frente  junto à opinião pública planetária a atual imagem de Obama como um bom menino. O mocinho do imperialismo ianque.
Como se pode ver,  no conflito entre Árabes e Judeus há muito mais  interesses geopolítico e econômico em jogo do que pode ‘imaginar nossa vã filosofia’. Inclusive dos EUA... Assim como nas questões do Iraque, Afeganistão, Líbia, Síria e tantas outras invasões e terrorismo de estado ocorridos no Oriente Médio. Mas isso ficará para um outro artigo.
..........................................
José Cícero
Prof. Pesquisador e poeta
Secretário de Cultura
Aurora-CE.
Foto: da Internet
LEIA MAIS EM:

www.seculteaurora.blogspot.com

2 comentários:

Anônimo disse...

cícero! quando a pessoa não sabe sobre o quê fala, deve ficar calado

Anônimo disse...

Em que universidade você estudou politica internacional?
Creio que é impossivel comentarios isentos sobre Israel, uma vez que a mentalidade ocidental é feminista.

Google+ Followers