domingo, 30 de janeiro de 2011

Chuvas podem provocar desabamento da parede frontal do antigo casarão do Cel. Xavier, afirma secretário de Cultura






A grande quantidade de chuva que vem sendo registrada em Aurora está comprometendo seriamente as estruturas frontais do antigo casarão do Cel. Xavier localizado ao lado da matriz. Comprado pelo município, agora na gestão do prefeito Adailton Macedo o casarão constitui desde então, uma grande preocupação da secretaria de cultura quanto à questão da sua recuperação e tombamento. Uma vez que representa parte importante da história do município.
No entanto, sem a participação efetiva do Estado ou da União foi cada vez mais difícil uma intervenção mais imediata no sentido de promover uma recuperação consistente e sustentável do prédio o quanto antes. Tudo em virtude da falta de recursos para uma iniciativa desta proporção, ou seja, para a execução das obras.
Além do casarão, a prefeitura também já havia adquirido o prédio da antiga residência do ‘agente da Reffsa’, sendo esta última, inteiramente restaurada para abrigar a sede da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto. Incluindo todo o trabalho de recuperação do prédio da antiga estação ferroviário, onde hoje funciona a biblioteca pública municipal.
As Diificuldades
Sem os devidos recursos oriundos dos governos do Estado e da União os municípios pequenos, tal qual Aurora, têm sérias dificuldades de tocar em frente projetos desta envergadura. De maneira que a falta de parcerias sólidas com os órgãos estaduais e/ou federais termina prejudicando sensivelmente qualquer política de preservação. Já que, como se sabe, projeto de restauros ligados ao patrimônio histórico-arquitetônico geralmente constitui grandes investimentos nem sempre compatíveis com as condições normais de muitas prefeituras pelo país afora.
Vinda da coordenadoria do patrimônio histórico do CE
Ainda em novembro de 2009 a pedido do município, Aurora recebeu a visita de uma equipe técnica da Coordenadoria do Patrimônio Histórico do CE enviada pelo então secretário estadual de cultura Auto Filho, logo após receber em seu gabinete na capital o prefeito Adailton Macedo e o seu secretário de cultura José Cícero.
A equipe que veio a cidade era composta pelo Coordenador-historiador Otávio Menezes, o engenheiro Paulo Renato e o desenhista, Luiz Carlos.(ver fotos acima)
Os mesmos fizeram um levantamento completo da verdadeira situação em que se encontrava o prédio onde funcionou a antiga Cnec, bem como da estação ferroviária e da casa do agente(sede e Ingazeiras), da capelinha de mártir Francisca, dos resquícios da remota capela do preto Benedito localizada às margens do rio Salgado nas “beatas” na Aurora Velha. No entanto, até o presente momento nenhum resultado foi dado em relação ao problema.
A idéia da Seculte-Aurora continua sendo de transformar o prédio no Centro Cultural Aldemir Martins, além de albergar a seda da banda de música e da Academia Aurorense de Letras(a ser criada), como também um museu, uma nova biblioteca e salas de artes e ofícios.
Programa Mais Cultura do Ministério da Cultura
Em outubro do ano passado Aurora participou com um projeto próprio junto ao Programa 'Mais Cultura' do MinC, disputando com municípios do país inteiro sendo um dos selecionado. Há agora a perspectiva de um aporte financeiro, já que a os últimos documentos solicitados já foram devidamente enviados para Brasília. Tal recurso deverá ser alocado na restauração do casarão. Todavia, ainda não se sabe quando este recurso será efetivamente liberado. Segundo o secretário, esta demora é por demais prejudicial a “saúde do velho prédio”.
Não se sabe, tampouco, se será suficiente para concretizar todas as obras que o velho prédio realmente necessita, afinal, são décadas de abandono e intervenções nas suas estruturas que, além de modificá-lo na sua originalidade, também comprometeu ainda mais as suas bases estruturais, disse.
Preocupados com a situação periclitante por que passa o casarão, uma equipe da Seculte, juntamente com o próprio prefeito Adailton Macedo e o secretário JC estiveram no dia de sábado(30) verificando de perto os danos provocados pelas recentes chuvas nas estrututas internas do prédio. Por precaução foi feito o isolamento da área em frente o velho edifício até a tomada de outras providências.
Após ter visto o problema o prefeito Adailton Macedo solicitou de imediato a presença do engenheiro Civil Dr. Luiz Alves que irá avaliar a situação para em seguida, dá um parecer técnico. “Enquanto isso vamos manter novos contatos com os órgãos competentes no sentido de que possamos quem sabe, juntos, encontrarmos meios para as providências que se fazem urgentes e necessárias”, enfatizou o secretário.
Retrospecto: Revista Aurora
Ainda em meados de 2007 a Revista Aurora criada pelo professor José Cícero lançou uma verdadeira campanha em defesa do casarão, quando naquela oportunidade em reportagem especial o informativo chamava a atenção para os riscos que pesavam sobre o centenário prédio, assim como a importância da sua conservação.
Da Redação do Blog da Aurora e da Seculte
Acompanhe outras reportagens tratando do tema em:
http://www.aurora.ce.gov.br/noticias/texto.asp?id=481

Um comentário:

Celyta disse...

Olá José Cícero!
Antes de mais nada, parabéns pelo seu blog. Quero aqui deixar meu comentário de admiração que tenho por essa cidade que me encantei assim que tive o prazer de conhecê-la. Mas, acima de tudo o que me chamou a atenção em Aurora foram 3 motivos, a Praça da Igreja do Senhor Menino Deus, a Estação Ferroviária e Dna Mariazinha Macêdo, que me contou um pouco da história dessa cidade; com inteligência e precisão no alto de seus mais de 90 anos(segundo ela). E o mais interessante, que minha passagem por Aurora, me fez sentir com um sentimento de pertença mais forte, pois,ao cair da tarde de um domingo,me atrevi a procurar luzes na igreja Matriz, e, qual não foi minha surpresa que acabei acendendo as luzes de fora...senti-me como uma aurorense!
Fotografei o sobrado,como pesquisadora, educadora e turismóloga ,mas,principalmente, como defensora da continuidade de nosso patrimônio arquitetônico cearense.
Daqui de longe, torço pelo restauro do Casarão do Cel. Xavier, em foco no seu post, e, aproveito para dizer, que o Prof Vicente, meu colega de Mestrado, é um dos vultos da Aurora de hoje que me faz admirar ainda mais essa cidade.

Google+ Followers