sábado, 20 de agosto de 2011

Governador Cid: educação só se for de coração

Uma Declaração quase inacreditável...

Publicado por: granjaceara.com.br

imagem/APEOC

A profissão de professor ainda é vista como uma área para missionários, iluminados, que devam trabalhar com todo o amor divino sem lutar por melhoria nas políticas públicas educacionais. Pensar na valorização da carreira é pecado para esses profissionais. E o professor que faz greve? Vixe Maria Santíssima, é o próprio demônio em carne e osso!

Esse pensamento tem orientado muitos políticos por esse Brasil afora!

No Ceará, Terra da Luz, o governador reproduzir muito bem esse pensamento, para ele: “Quem quer dar aula faz isso por gosto e não pelo salário. Se quer ganhar melhor, pede demissão e vai para o ensino privado. Eles pagam mais? Não. O corporativismo é uma praga”. Sobre tal declaração, proferido em pleno calor da greve geral dos professores estaduais, veja o texto de André Sabino publicado no site da APEOC:

“Cid Gomes, governador do Ceará, ao participar de um seminário em Natal sobre Educação e aproveitar para criticar os professores da rede pública de ensino que entram em greve.

Neste sentido perguntamos se o Governador governa por gosto? Se for o caso, que ele renuncie o seu salário de governador. Que ele peça demissão e vá trabalhar no Beach Park... Pois, nós professores/as temos sim muito amor e gosto por nossa profissão, mesmo ela não sendo valorizada pelo governo. Infelizmente em nosso Estado o dinheiro que poderia ser utilizado para pagar o piso dos professores vai descarga a dentro nas privadas da corrupção desse governo, que aí sim, é uma verdadeira PRAGA

Atenciosamente,

André Sabino, Secretário de Cultura do Sindicato APEOC (www.apeoc.org.br, acessado em 17/08/2011).

Fonte: site de Granja-CE.

Nenhum comentário:

Google+ Followers