domingo, 21 de agosto de 2011

Cid Gomes e a polêmica declaração sobre os professores...

Por José Cícero

A recente declaração do governador Cid Gomes sobre a árdua e digna profissão de professor(agora em greve) gerou polêmica. No entanto, o que ele disse, ao contrário do que muitos imaginam, longe de ser uma exceção na cabeça de parte importante dos nossos políticos – vem se constituindo numa verdadeira regra quase imutável. Isto é, o lugar-comum do pensamento camuflado, sobretduo daqueles que só conseguem pensar no poder imediatista e não estão nem aí para o futuro da nação.

A diferença quanto ao que disse o agora todo-poderoso do Ceará é que, enquanto uns escondem o que pensam de verdade, o Cid pôs para fora o que realmente acha da função pública de professor.
Digamos que o senhor governador foi de fato verdadeiro(pelo menos) ou seja, disse o que realmente pensa acerca de tudo o que é, ou que possa ser daqui pra frente qualquer sistemática referente à política de educação pública do estado. E, em se tratando deste negócio de que com a educação da massa mudaremos o mundo, o nosso Cid ou não acredita ou não concorda com esta praxe que hámuito ilumina utopia de gerações inteiras.
No mais, penso que como muitos dizem baseados no sábio anexim popular: ‘ há mal que vem para o bem’, ou ainda: ‘do males o menor’. De modo que, só assim com este episódio marcado pela infeliz declaração do Cid Gomes todos os nossos educadores, no fundo , saberão qual a real visão do nosso governador a respeito de tudo que ainda está posto em se tratando de uma lura histórica em favor da educação pública nacional
Mesmo não concordando com a validade dos discursos mentiroso como muitos outros ainda o fazem; diria que a afirmação do senhor governado do estado foi deveras triste e lamentável. Quase uma agressão não apenas aos professores cearenses, mas do país inteiro. Sim, porque por todos os quadrantes do Brasil a realidade por que passa os profissionais do ensino público é uma só: dificuldades de toda sorte. Imagine se eles não lutassem por melhores condições de trabalho. Os professores são mal pagos e isso é notório. Portanto, todos os brasileiros haverão de compartilhar desta mesma situação de penúria e, por conseqüência da mesma luta por melhores salário. Além do mais, por que o espanto e toda ojeriza?

Ora, o direito de greve é uma premissa constitucional. Nenhuma profissão se faz apenas por diletantismo puro e simples como quis em vão insinuar o governador. Como também por apenas diletantismo há muito não se faz política neste país. Afinal de contas, a luta pela sobrevivência vai muito além da vocação, do apego efetivo e do mero amor devotado à profissão. Duvido muito, inclusive, que se acaso não existissem os gordos salários, as benesses e outras facilidades na esfera política muitos dos que estão por aí se dizendo nos representar já não teriam abandonado o barco.

O que Cid afirmou em sua fala é tão ingrato e mesquinho que não serve sequer como um conselho para os inimigos. Trata-se portanto, de uma declaração das mais deselegantes e maldosa em todo o seu contexto. Algo que não condiz com a alta função que representa um chefe de estado.
O Que Cid disse em sua fala é muito mais que um despautério é uma afronta desproporcional a uma classe de importantes de profissionais que vem sofrendo a cada dia um verdadeiro processo de desprestígio. Destes profissionais, dependerá o futuro do Ceará e do Brasil. Porém, este futuro dependerá e muto, do tipo de tratamento que estes recebem no presente.

Mas afinal, qual a razão para tamanho testempero do Sr. Governador em relação uma classe tão nobre e fundamental para o desenvolvimento brasileiro como a dos professores? E que, diga-se de passagem, votou em massa nele próprio nas últimas eleições? Pura ingratidão eu diria, além da “subida do poder à cabeça” comno acontece sempre com os que se acham poderosos demais, ou seja, embriagados pelo vinho do poder.

Ora, muito se propalou(inclusive na propaganda oficial) que o aluno da rede pública do Ceará é atualmente no , o mais bem avaliado em índices de aprendizagem e(pasmem) o 8º melhor do país. Mas, quem seria o responsável para tudo isso? Lógico que não é o governador e sim os modestos professores. Os mesmos que agora lutam com uma ferramenta legal por melhores salários. Então, por que este tratamento? Quem sabe o deslumbramento pelo poder. A grande soma de votos que alcançou na última eleição. A falta de uma oposição. Ou a ilusória sensação do poder total, eterno e absoluto? Sei lá...

Não creio que o governador precise pedir desculpas aos professores cearenses pelo que disse e o que faz. Não. Isso não. Porque o que ele simplesmente disse foi o que ele realmente pensa. E isso não é de todo ruim num estado democrático e de direito. Não concordamos com o que ele afirmara, contudo todos haveremos democraticamente de respeitá-lo no seu ponto de vista. Contudo, uma coisa é certa – nossos professores precisam de respeito.

Creio que a melhor maneira para qu o nosso Cid se redima do que falou e não do que pensa, é dizer o seguinte: - 'De agora em diante, mesmo pensando o que penso, comprometo-me na qualidade de governador de estado em lutar com todas as minhas forças para que no futuro nenhum governo e nenhum política possam pensar como eu penso agora dos professores e da educação deste estado, simplesmente porque irei mudar esta realidade para melhor. De agora em diante ninguém mais terá razões para deixar a escola pública por ela pagar mal os seus mestres. Todos permanecerão na educação pública como queira, tanto por amor à profissã,o quanto pela valorização que o estado garantirá a todos eles, inclusive pagando-lhes bons salários e valorizando toda a importância da sua função, etc'

Leia mais em:
WWW.jcaurora.blogspot.com
WWW.prosaeversojc.blogspot.com
WWW.cariricangaco.blogspot.com
WWW.blogdaaurorajc.blogspot.com

Imagem ilustrativa – site da Apeoc

2 comentários:

Anônimo disse...

Será que ele é governador do Ceará por amor ao estado ou pelo seu salário bem gordinho? Ah! Nessa história toda tem amor sim, amor ao dinheiro que os cidadãos cearenses pagam com os impostos que lhes são cobrados a fim de uma boa educação, saúde púlblica de vergonha e outros beneficios que temos como direito. É incrível como a ambição e o egísmo toma conta do nosso mundo a cada dia que passa. Vão aprender a ser gente para depois querer tomar conta de pessoas, que pelos próprios, são tatadas como verdadeiros animais.

Anônimo disse...

MAMAR NA VACA ESSE ESPERTINHO NÃO QUER... POR QUE ELE(O GOVERNADOR) NÃO DOA SEU SUPER-SALÁRIO INTEGRAL PARA UMA INSTITUIÇÃO CARENTE?

Google+ Followers