quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Chuvas do Cariri se transformam em atrativo na ponte do Salgado na cidade de Aurora

Por José Cícero


Imagens do rio Salgado em Aurora tomando água na terde de quarta-feira, dia 02.0211
AURORA: Além de se constituir como o principal atrativo natural do município o rio Salgado tem funcionado, há muito tempo, também como um verdadeiro termômetro para os moradores ribeirinhos em relação a intensidade das chuvas que vêm banhando a região caririense.
Há por assim dizer, uma verdadeira atração por parte dos moradores, principalmente das cidades banhadas pelo Salgado. No caso de Aurora, onde o rio praticamente divide a cidade ao meio e banha o seu território por quase 42 km o que existem é um momento de absoluta celebração. Uma vez que as suas enchentes conseguem mexer com a vida social das pessoas.
Alguns permanecem tocados pela beleza e os encantos do manancial. Outros se sentem motivados também pelo medo de uma possível repetição das enchentes de 2004 e 2008 quanto famílias inteiras ficaram desabrigadas pela violência das enxurradas.
De modo que toda vez que o manancial começa a tomar novas águas, a população aurorense acorre para a ponte localizada na beira-fresca na entrada da cidade para assistir de perto todo o espetáculo da correnteza do Salgado crescendo e ganhando força, dando os primeiros sinais de uma boa invernada para o Cariri.
Este ano de 2011 não está sendo diferente. Todas as atenções novamente estão voltadas para o rio do Cariri. E nesta quarta-feira(2) assim que correu a notícia de que o rio estava novamente aumentando. Logo uma verdadeira multidão se concentrou sobre a ponte da beira-fresca de Aurora.
As precipitações registradas nos municípios situados um pouco acima começavam a dar o ar da sua graça, ou seja, evidenciando para os aurorenses um pouco daquilo que ocorrera pelo Cariri afora. A certeza de que muita chuva ainda estão por vir. Do Crato a Aurora o rio vem conseguindo mexer com a sensibilidade e a preocupação de toda a sua população que de algum modo vivem as suas margens.
Cumpre destacar que de janeiro até agora o município de Aurora registrou um índice de chuva bastante considerável, levando-se em conta o período anterior. Cerca de 420.3 mm de chuva já banhou o solo de Aurora. Segundo levantamento as chuvas registradas nos distritos foram o seguinte: 345.5 no Tipi e 110,3 em Ingazeiras.
O Cariri:
Segundo balanço da Funceme, a média normal de chuva para a macrorregião do Cariri é de aproximadamente 586 mm, nesse ano, contudo, as médias podem chegar aos 923 mm, ocorrendo um acréscimo de quase 58%.

Chuvas desta quarta-feira, 02 de fevereiro na região:

Lavras da Mangabeira 129.5
Granjeiro - 78.2
Farias Brito - 76.0
Icó 70.0Iguatu - 68.0
Ipaumirim - 68.0
Cedro - 65.0
Aurora - 64.8
Várzea Alegre - 63.8
Cariús - 58.0
(*) Mesmo sem os dados oficiais, há informações de que grandes precipitações aconteceram pela madrugada em Barro e Mauriti. Há ainda previsões meteorológicas de chuvas isoladas para as próximas 48 h em todos os municípios caririenses.
___
J.Cícero
Aurora-CE
LEIA MAIS EM:
Fotos: Jc


















Nenhum comentário:

Google+ Followers