sexta-feira, 10 de julho de 2009

Seculte-Aurora participa no Crato do lançamento oficial do Seminário Cariri Cangaço



* José Cícero e o pres. da SBEC Severo Barbosa / * Tabosa e a profª Cláudia /
* Visão do complexo revitalizado(estação do Crato).
Organizadores prometem movimentar todo o Cariri em todo dos debates que abordarão a vida e a atuação do polêmico cangaceiro Lampião e seu bando, em especial, suas diversas passagens pelas terras caririenses. Assim como o próprio Cangaço, como um fenômeno social dos Sertões.
Políticos, produtores, artistas e ativistas culturais, além de secretários de cultura e turismo de vários municípios do Cariri participaram na noite de ontem(quinta-feira 9) no centro Cultural do Araripe(antiga estação ferroviária do Crato) da Solenidade de apresentação oficial do Seminário CARIRI CANGAÇO. Acontecimento sobre a história de Lampião, o reio do cangaço, previsto para ocorrer em setembro nas cidades de Crato, Juazeiro e Barbalha. Também estiveram presentes professores da Universidade Regional do Cariri(Urca), estudantes, além de adeptos, escritores, historiadores e pesquisadores da saga do cangaço nordestino como Aderbal, Dr. Leandro, Vilma Maciel, Napoleão, Margébio Lucena, Samuel Araripe prefeito do Crato e Severo Barbosa presidente da Associação Brasileira de Estudo do Cangaço. A atual secretária de cultura de Juazeiro professora Glória Maria também se fez presente ao evento.
Aurora esteve representada pelo secretário de Cultura José Cícero, a professora Cláudia e pelo coordenador de Esporte Raimundo Tabosa, ocasião em que distribuíram aos presentes, vários exemplarem do último número da Revista Aurora abordando a passagem de Lampião pelas terras aurorenses.
A convite da organização, o secretário de Cultura de Aurora, será um dos debatedores do seminário. “Queremos colocar nosso município no centro dos debates lampiônicos, vez que foi aqui em Aurora que toda trama envolvendo Lampião, Izaias Arruda e Massilon Leite aconteceu com o intento da célebre e malograda invasão de Mossoró. Fato ocorrido no sítio Ipueiras em 1927”, explicou o professor José Cícero.
A revitalização de todo o complexo situado no entorno da antiga estação ferroviária do Crato encheu os olhos de todos os que participaram do encontro. Trata-se de um trabalho primoroso de preservação de um dos mais importantes monumentos históricos e arquitetônicos da região, disse o secretário aurorense.
Da: Radação do Blog d'Aurora e do JC.

Nenhum comentário:

Google+ Followers