quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Forró Sim, enlatados Não! Viva Os Cabras de Lampião... Por José Cícero*


Uma grata surpresa. Sim, porque entre tantas baboseiras tecnologicamente sofisticadas não é coisa comum hoje em dia se deparar com algo que realmente presta diante da atual onda medíocre da chamada música brasileira. Especialmente quando se trata do Nordeste, naquilo que há muito denominamos de forró com selo de autenticidade da nossa cultura e tradições de raízes. 
O que no fundo é o próprio DNA da nossa verdadeira identidade sociocultural. Razão porque fico surpreso e por demais feliz, além de esperançoso quando tenho em minhas mãos trabalhos como este, que agora vos apresento e, igualmente recomendo. Quem sabe, como um contraponto a tudo de desagradável e enganoso que nos oferece goela à baixo de modo mais imoral possível.
Trata-se de um DVD simples e modesto recém gravado quase no machado, sem retoques ou truques de maquiagem. Uma prova de que às vezes( ou quase sempre) os grandes gênios residem no mundo da simplicidade. E, confesso que acredito muito nisso. Eis o grupo (me recuso a dizer Banda, graças a Deus): 'Os Cabras de Lampião', seguramente o que há de melhor e mais qualificado no momento(pelo menos que se tem notícia já que a mídia marrom não ajuda) no que se refere ao autêntico forró de pé de serra. Algo que muito agradaria figuras ilustres neste tema tais como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Bilinguim, Lidu, Marinês apenas para citar alguns dos nossos grandes nomes que já partiram. Resguardadas as devidas proporções, em face de tudo que é ruim e deletério atualmente no mercado musical, creio que não constitui nenhum exagero dizer que este grupo, é por assim dizer, uma luz no fim do túnel. Uma prova de que nem tudo está perdido ou morto como os tubarões propalam e desejam, a fim de que não possamos ter mais escolha. E eles continuem cada vez mais ricos às custas da miséria de uma música miserável. Um verdadeiro crime de lesa-pátria, lesa-cultura, desinteligências e desserviços às tradições populares e a arte nacional e nordestina como um todo.
Por isso temos que, efetivamente, divulgar, resgatar, apoiar, aplaudir e valorizar  talentos e projetos artísticos  deste naipe especial. De sorte que recomendo com louvor, entusiasmo e alegria... 
Viva Os Cabras de Lampião. Um Cariri  cultural e musical que resiste bravamente e que jamais se entrega. Viva!
........................
José Cícero
Secretário de Cultura
Aurora - CE.
LEIA MAIS EM:
e no Facebook

Um comentário:

O DOM DE AMAR - Fagulhas de Amor disse...

Cicero, estes meninos são daqui da terrinha, não? Todos são maravilhosos, inclusive, um deles é meu vizinho. Muito me orgulho, morar num lugar tão rico, e tão assoberbado de cultura.

Google+ Followers