domingo, 16 de junho de 2013

Pesquisadores e entusiastas do Cangaço de várias partes do Brasil se reúnem na cidade de Sousa para o ‘Parahyba Cangaço’


No último sábado, dia 15  aconteceu com sucesso na cidade de Sousa na Paraíba a abertura da Avant Premier do Cariri Cangaço 2013. No domingo dia 16, foi a vez de Nazarezinho.

Teve início na tarde de sábado(15) a abertura da  Avant Premier do ‘Parahyba Cangaço’ na cidade de Sousa. A abertura do evento ocorreu no auditório do Campus da Universidade Federal de Campina Grande local. Oportunidade em que diversos pesquisadores do cangaço e de outros temas ligados a temática sertaneja se fizeram presentes, dentre os quais do professor Wescley Rodrigues - anfitrião da iniciativa, César Nobrega, Manoel Severo(curador do Cariri cangaço no CE), Dr. e escritor  Bismarck, o Presidente da SBEC, professor Lemuel Rodrigues,  o representante da CCBNB Lenin Falcão, bem como o  fundador da SBEC-RN, Paulo Gastão, o cineasta Aderbal Nogueira(Fortaleza), Juliana Ischiara (Quixadá), Múcio Procópio(Mossoró), Narciso Dias(João Pessoa), Prof. Pereira(Cajazeiras), Sousa Neto(Barro), Cristina Couto(Lavras da Mangabeira), Ângelo Osmiro(pres. Gecc Fostaleza), Tomás Osterne(Fortaleza),  o pesquisador Jorge Remígio, João de Sousa Lima(Paulo Afonso-BA), professor José Cícero(Aurora), professor Alan Alves( Arraial do Cabo-PE), Professora Cláudia Maria e João Silva(Aurora), além de estudantes, professores sousenses, assim como representantes das universidades daquela região paraibana dentre outros.
Na abertura dos trabalhos o pesquisador Múcio Procópio falou sobre a palpitante história de Antonio Conselheiro e Canudos, enfatizando o aspecto da sua religiosidade. Em seguida, o professor Wescley Rodrigue discorreu acerca da construção histórica da figura do cangaceiro. Duas abordagens primorosos que prenderam do começo ao fim as atenções de todos os presentes. E que também forneceu muito combustível para o calor dos debates e discussões que se seguiram.
Na parte da noite, após o jantar, todos retornaram para a segunda rodada de apresentação que ficou a cargo de mais dois pesquisadores do Cariri Cangaço. Quer sejam: a  historiadora Juliana Ischiara e o documentarista Aderbal Nogueira. este último responsável pela produção do documentário "A Violência Institucionalizada na época do Cangaço" que uma vez exibido no auditório, fomentou o debate atinente a controversa atuação das volantes em seu histórico de combate  contra os cangaceiros lampiônicos.
As Explanações Temáticas:
O Professor Lemuel Rodrigues(presidente da Sbec) destacou a grande gama de pesquisadores na platéia, vindos de vários estados do país. Ressaltou ainda, sobre os vinte anos  de fundação daquela instituição de estudo a qual preside atualmente.   
Por sua vez, o estudioso Manoel Severo, curador do Cariri Cangaço-CE fez questão de enfatizar o grande  papel desempenhado pelo referido acontecimento, ao dizer durante sua fala:"Estarmos escrevendo mais essa importante página dentro da história da pesquisa do tema cangaço; dessa vez inaugurando um novo fórum de debates, desta vez no sertão da Paraíba".
No domingo(16) todos os pesquisadores participaram do segundo dia de evento, na vizinha cidade de Nazarezinho-PB, onde ocorreram, além palestras, debates e visitações técnicas em vários locais históricos que marcaram o cangaço no lugar
----------------------
Redação do Blog de Aurora.
Fotos  J. Silva - Secult-Aurora.
LEIA MAIS EM:
e no Facebook

Nenhum comentário:

Google+ Followers