terça-feira, 31 de agosto de 2010

AURORA: Município Pretende fazer Inventário do seu Patrimônio Histórico: Material e Imaterial.




Imagens do Cemitério da Bailarina: Patrimônio Imaterial de Aurora. JC e equipe
A
Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto(Seculte) do município de Aurora a partir do encontro ocorrido recentemente na cidade do Crato com representantes do IPHAN estuda a possibilidade de fazer o inventário das suas principais referências culturais.
A proposta da Seculte visará, dentre outras coisas, manter preservado para as gerações futuras, todo o rico patrimônio histórico material e imaterial de Aurora.
O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) é uma autarquia do governo federal, vinculado ao Ministério da Cultura, por sua vez responsável pela preservação do acervo patrimonial, tangível e intangível do país, disse o secretário José Cícero. Vamos fazer de tudo(ao nosso alcance) para recuperar e preservar o que ainda foi possível do nosso patrimonio histórico, afirmou ele. Essa é apenas uma das nossas obrigações no tocante à máquina cultural. Uma coisa que os antigos gestores não tiveram sequer a mínima preocupação. Por isso, o futuro muito mais que o presente haverá de reconhecer no prefeito Adailton, um pioneiro por está dando um apoio incondicional a muita coisa nova e prioritária, a exemplo da cultura, da política esportiva etc. Quem vem a Aurora sente isso. De modo que lá fora, grande é o reconhecimento dos que enxergam na política cultural um sinal de avanço e de prograsso. O resultado do encontro da AFA e do Cariri Cangaço são por assim dizer, uma prova incontestável desta realidade”, finalizou. A Inventariança Cultural:
Vários itens patrimonias históricos estão sendo colocados na longa lista das prioridades da Seculte-Aurora como forma de numa segunda seletiva, escolher os mais imediatos. Dentre os materiais para o inventário e tombamento estão: o antigo casarão do coroenl Fco. Xavier de Souza de 1831; o antigo prédio da estação ferroviária juntamente com a Casarão da Reffesa; além da edificação de monumentos nos locais onde um dia existiram a antiga residência do Cel. Izaías Arruda e Zé Cardoso na história fazenda Ipueiras, bem como a antiga capela de São Benedito da Aurora Velha(do beato do mesmo nome), cujas resquícios podem ser vistos à margem do Salgado no lugar chamado “as beatas”. Ainda o cemitério da Bailarina do início do século XVIII no sítio Carro Quebrado(Patos) no riacho das Antas; a Massalina do rio Salgado(sítio Volta) na região do Pavão; a capelinha da Moça(Márti Francisca) a chamada santa popular de Aurora. Assim como os imateriais: Os penitentes, os antigas “louceiras” dentre outros saberes e fazeres.
O Enigmático Cemitério da Bailarina:

Situado na comunidade de Carro Quebrado a 20 km da sede na confluência do sítio Patos no riacho das Antas, o chamado “Cemitério da Bailarina” representa um dos registros históricos mais marcantes e significativos do município de Aurora.
Segundo os estudos encabeçados pela Revista Aurora ainda nos anos de 2007/08 a velha e enigmática necrópoles da região de Antas remonta os meados do século XVIII. Sendo um antigo local onde foram sepultadas(a que tudo indica) as vítimas da epidemia do cólera que no passado arrazou populações inteiras em todo o mundo. No passado “bailarina” era o nome que se dava a tal enfermidade com alto poder de mortandade.
Portanto hoje, quase esquecido em plena caatinga aurorense, pouco mais de 14 túmulos quase em perfeito estado de conservação encontram-se geometricamente perfilafos no centro da mata inóspita de Aurora. Tal mausoléus chegaram até nós, devido o trabalho de conservação e limpeza efetuado por algumas pessoas da própria comunidade que devotam verdadeira inclinação sacerdotal pelo lugar. Um trabalho que virou tradição quase religiosa passando de pai para filhos entre membros de uma mesma família e que se reversam na tarefa por vária gerações.
Os Penitentes: Guardiões do velho cemitério.
Também pela força mística de adoração que pela históriaa fora tem sido dedicado ao cemitério pelos membros dos grupos de penitentes da ordem santa cruz. Os beatos realizam em épocas espécíficas do ano, no meio das noites, os chamados “alertais” – um ritual ancestral, marcado por benditos estranhos e sacrifícios como o da auto-flagelação do corpo. Cortes e chicotadas provocadas por peças de coro cru e feixes de navalhas amoladas, cujo conjunto recebe a denominação de “disciplina”.
Durante a semana santa, o cemitério, além dos penitentes, passa a receber verdadeiras levas de devotos e fiéis que se dirigem ao local para para suas orações aos mortos, quando o cemitérios se enfeita de flores e se ilumina pela velas deixadas sobre os tumulos. Curiosamente, nunca se teve notícia de qualquer incêndio da caatinga seca mesmo com tanta velas deixadas acesas, afirmam os maoradores das imediações.
No passado, segundo informação do professor Luiz Domingos, que também é da ordem dos penitentes, Aurora possuia mais de 50 grupos espalhados por todo o seu território. Por isso a existência até hoje de muitos cruzeiros por onde quer que se ande pela zona rural de Aurora e até nos arredores da cidade. No entanto, atualmente apenas entre dois e três grupos ainda relaizam seus rituais quase medievais, remontado a época do padre Ibiapina.
Recentemente o secretário de Cultura esteve novamente no local no sentido de verificar em quais condições se encontava o velho e enigmático cemitério do Carro Quebrado.
“O local, mesmo com um certo estranhamento transmite-nos uma grande paz interior. Alguns dizem, inclusive, que é dotado de uma energia muito forte. Coisa de sensitivos, eu presumo...”, explicou JC. “Perdido em plena caatinga dos sertões aurorenses, a necrópoles da Bailarina poderá sim virar um lugar ideal para a prática da meditação e oração ante o seu profundo contato com a natureza. Como isso estaríamos preservando este patrimônio e ao mesmo tempo utilizando-o de modo sustentável, através do que chamamos de turismo religioso e ecológico; esta é a nossa idéia”, disse.
Nos próximos dias o chefe da Seculte, estará se reunindo com o prefeito Adailton Macêdo para tratar deste e vários outros assuntos relacionados a sua pasta.
Da Redação do Blog da Seculte e da Aurora.
LEIA MAIS EM:
www.aurora.ce.gov.br
www;seculteaurora.blogspot.com
www.jcaurora.blogspot.com
*****Ref. das Fotos: Cemitério da Bailarina - Sítio Carro Quebrado - 20 km de Aurora-CE
Sec. José Cícero e equipe.

Nenhum comentário:

Google+ Followers