sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Os Discos Voadores: História e Imaginário...

Governo Britânico libera mais de seis mil páginas sobre objetos voadores não-identificados e reascende a curiosidade por um dos temas mais curiosos da história cultural e política contemporânea.
Entre 1993 e 2002, a série americana de TV "The X-Files" (Arquivo-X no Brasil, Ficheiros Secretos em Portugal) conquistou diversos prêmios e milhões de fãs em todo o mundo com a temática dos discos voadores, seres extraterrestres e intricadas teorias conspiratórias do governo americano.
Na última semana, porém, a ficção parece ter se confundido com a realidade e com a história.
Conforme noticiado pela mídia, o Ministério da Defesa e os Arquivos Nacionais da Grã-Bretanha divulgaram mais de 6 mil páginas de relatos de aparições de Objetos Voadores Não-Identificados (OVNIS), produzidos entre 1944 e 2000.Dente os documentos, alguns se destacam. É o caso de um memorando que revela como o ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill manifestou curiosidade sobre “discos voadores” e pediu um briefing aos seus ministros sobre o assunto. Há ainda relatos que falam sobre a aparição de OVNIS que sobrevoaram o campo do clube de futebol Chelsea e a residência de um ex-ministro do interior, Michael Howard.Homenzinhos verdes ou apenas o desejo de acreditar? Seja qual for a resposta, os “discos voadores” já fazem parte do imaginário contemporâneo há um bom tempo. Durante a Segunda Guerra Mundial, por exemplo, aviadores alemães e ingleses relataram contato visual com diversos objetos estranhos no céu, aos quais deram o nome de “Foo Fighter” (“Guerreiro Fantasma”).
Pouco depois da Guerra, um episódio que mudaria para sempre o imaginário ocidental sobre os Ovnis. Em 24 de junho de 1947, o empresário norte-americano Kenneth Arnold (1915-1984) pilotava seu avião particular pelos arredores de Washington, quando foi surpreendido por estranhos objetos voadores não-identificados. Segundo Arnold, eles tinham uma forma parecida com a de bumerangues e faziam movimentos ondulares, semelhantes ao que acontece quando se joga um disco na superfície da água. Horas depois, a história do empresário estava nos jornais, mas o jornalista que primeiro deu a notícia compreendeu o relato de maneira errada e publicou que os objetos tinham a forma de disco. Surgia, então, a famosa expressão “discos voadores” (“flying saucers”). Nos anos seguintes, o relato de Arnold produziu uma série de tensões no contexto da Guerra Fria, URSS e EUA acusando-se mutuamente de realizar experimentos secretos.
Por parte da historiografia, os discos voadores também são temas de estudo. Rodolpho Gauther Cardoso dos Santos escreveu a dissertação “A Invenção dos Discos Voadores – Guerra Fria, Imprensa e Ciência no Brasil (1947-1958), pela UNICAMP/FAPESP. O autor publicou, inclusive, em outubro de 2009, um interessanteartigo sobre o assunto na Revista de História da Biblioteca Nacional, no qual discute como imprensa e política estão relacionados aos relatos de Ovnis. Na revista, pode ser encontrado ainda outro texto sobre o tema, de Rodrigo Moura Visoni, Segundo-Tenente Arquivista do quadro complementar da aeronáutica: “Censura ou Sigilo”. São duas boas leituras para quem pretende explorar academicamente o assunto.
No Brasil, os Ovnis possuem um episódio bastante conhecido, registrado logo após o fim da Ditadura Militar. No dia 19 de maio de 1986, cerca de 21 objetos voadores não-identificados sobrevoaram o espaço aéreo brasileiro, sendo detectado por várias estações de radares, incluindo diversos aeroportos e o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta), em Brasília. Três caças Mirage e dois caças F-5 que decolaram para interceptar os Ovnis também fizeram contato visual com os objetos. O caso sacudiu o país e gerou uma declaração formal dos militares brasileiros, que reconheceram pela primeira vez na História do Brasil os desconhecidos objetos voadores.Misturando-se com crenças, com o imaginário popular e até mesmo com a política. Assim são os relatos dos discos voadores ao longo da história. E verdade ou mentira, o Café História preparou algumas sugestões de vídeos históricos sobre o assunto. Será que pipoca combina com café? Bom, faça um teste e assista a lista abaixo!
Reportagem do Programa Fantástico (Rede Globo) sobre os eventos de 1986.Em 1938, Orson Welles produziu uma transmissão radiofônica intitulada "A Guerra dos Mundos", provocando histeria dos ouvintes.
Leia mais em:

Nenhum comentário:

Google+ Followers