quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Dra. NAILDE PINHEIRO E SEU DISCURSO DE GRATIDÃO...

- Por José Cícero
Não acredito em quase nada que não tenha raízes profundas fincadas no solo sagrado das suas origens e no esteio de suas simplicidades. Porque são elas(as raízes)  quem alicerçam os sentimentos mais latentes e dão sustentabilidade efetiva e verdadeira ao amor, à bondade e à felicidade de uma vida inteira. 
Esta assertiva se sedimentou ainda mais em mim quando ouvi  atendo e absorvido o discurso de abertura  da audiência pública sobre Biometria eleitoral(Identificação Biométrica) ocorrida na manhã de hoje quinta-feira(31)  pela  ilustre filha de Aurora – Dra. Nailde Pinheiro(foto),  competente desembargadora e atualmente presidenta do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE).
Simples, modesta e profundamente humana na sua forma de ver o mundo e de lidar com as pessoas, não apenas os seus conterrâneos; Dra.Nailde  como se percebe difere naturalmente daquilo que chamamos de 'lugar-comum'  em que, infelizmente, muitos se deixam estar-transformar  pela força avassaladora  das vaidades e do orgulho.  
Sua fala de abertura do evento,  foi deveras tocante ao ponto de mexer com as emoções de muitos que ali se fizeram presentes para prestigiar in loco a presença de uma importante mulher – Uma aurorense de boa cepa.
Ao falar das suas origens na bucólica Várzea de Pedra, da luta dos seus pais, das suas primeiras letras alfabetizada que foi  pelas mãos de antigas e nunca esquecidas professoras desta terra, Dra. Nailde fez com que muitos dos que ali estavam se transportassem no tempo passado e também  se vissem como em vídeo-tape por meio das suas palavras.  Seu discurso, não obstante exíguo,  foi-nos verdadeiramente uma viagem memorialista... Bom demais!
Dizer da sua infinita gratidão para com todos aqueles que contribuíram para a sua formação foi algo, ao meu juízo, um tanto quanto tocante e comovente, posto que não é comum, notadamente nos tempos  hodiernos quando  muitos ao contrário desta aurorense humanista e vencedora,  optam em geral  pelo esquecimento do seu chão ancestral, bem como  dos contemporâneos dos anos idos. Muitas vezes, até mesmo com certa vergonha de dizer de onde veio, quiçá encantados demais pelo  ilusório canto de sereia... Não se dando conta de que tudo na vida é efêmero e transitório.  
Acho,  por tudo isso, que a gratidão verdadeira se constitui como uma das mais importantes e essenciais virtudes dos seres humanos. E, diria que isso nossa conterrânea possui de sobra...
Por esta razão, sempre admirei  sobremaneira,  não somente a história de luta de vitórias desta mulher da mais pura exceção, como igualmente,  o seu gesto prático de humildade e consideração para com os seus semelhantes.
Que Deus na sua  incomensurável  bondade prossiga  concedendo-lhe muita sabedoria, saúde, longevidade e prosperidades,  tanto em espírito quanto em matéria.
Parabéns!
...........................
Prof. José Cícero
Sec. de Cultura e Turismo
foto: Paulo Magá (Secult)

Nenhum comentário:

Google+ Followers