quarta-feira, 15 de outubro de 2014

CANSAÇO...*


Estou  um tanto quanto  entediado
tanto da vida quanto do mundo.
Nada mais desejo dos sonhos que tive
para mim mesmo.
Há um vazio profundo em meu peito.
Além de um abismo intransponível em meus caminhos
como ainda, em tudo o mais que sinto.
Estou cansado do tédio do mundo
e da mediocridade dos ganhadores e dos vencidos.
Tudo está gregário demais para o meu senso crítico
-  senhores, servos e escravos.
A vida agora  me é um  enorme fardo
pesado demais para os meus ombros
cansados, alquebrados e  feridos.
Não sei se vou ou se fico.
Sei apenas que o tempo urge
e eu nem conclui o meu Neruda,
tampouco terminei de ouvi
como a flor do lótus
a última canção de Chico.
______
JC - 2014
foto> J.Cícero

Nenhum comentário:

Google+ Followers