terça-feira, 24 de março de 2015

CARIRI CANGAÇO: Uma saga de corajosos*


Grande caravana do CC 2015 na histórica capelinha de Patos do Irerê - PB
Próximo de completar uma década a invenção do Cariri Cangaço tem se configurado como um importante instrumento de promoção da  história e da cultura genuinamente  nordestina, ao passo que também apresenta para o resto do Brasil e para o mundo coisas interessantes que só existem por aqui, nos nossos sertões. 
Por isso mesmo, presta um imenso serviço à cultura e a história de uma região que, infelizmente, ainda hoje é vista de soslaio pelos chamados poderes do litoral,  acostumados demais às mesmices e invencionices dos enlatados alienígenas. 
De modo que, mostrar, resgatar, discutir e valorizar as autênticas riquezas dos nossos sertões tem sido a grande marca desta iniciativa pioneira, ousada e corajosa chamada CC que, malgrado a quase total ausência de suporte financeiro, tanto da iniciativa pública quanto privada, vem fazendo e promovendo a nossa história no além-fronteira. Ao passo que já se consolida como um dos mais celebrados eventos  de cunho cultural e histórico de todo o Nordeste brasileiro. 
O que, diga-se de passagem, diante de todo este  cipoal de dificuldades  não é coisa pouca. Portanto, digno de rasgados elogios e de aplausos.
Diria que, algo bastante incomum para uma "instituição" sem fins lucrativos, formada por abnegados e desprendidos amantes e estudiosos da temática do cangaço, como de tudo o mais que  diga respeito à história lampiônica e sertaneja tais como Messianismo, religião, coronelismo dentre outras.
Como se percebe, uma  verdadeira saga cultural empreendida pelo otimismo de todos quantos se deixam ferroar literalmente pelo marimbondo dos sertões, assim como pela usança   do chapéu de couro quebrado e o surrado imborná de antigos jagunços e cangaceiros rasgando as caatingas do mundo. Eis aí os legítimos vaqueiros da história guiados(que são) por este grande timoneiro do bem, chamado Manoel Severo Barbosa. Um homem de pura exceção, cujo apego e a determinação  aos estudos relacionados aos sertões tem sido quase uma profissão de fé. 
Decerto, está aí a principal razão para o estrondoso sucesso  desta confraria de amigos e de irmãos  denominada de Cariri Cangaço. Parabéns a todos os seus integrantes, admiradores e conselheiros. 
Viva o Cariri Cangaço 2015, viva!
..................................
(*)Prof.  José Cícero
Secretário de cultura e Turismo
Pesquisador do Cangaço
Aurora - CE.

segunda-feira, 23 de março de 2015

CARIRI CANGAÇO - PRINCESA 2015: A Paraíba festejando sua história


Pouco mais de 500 pessoas, além de estudantes, professores, autoridades políticas,  pesquisadores e demais aficionados dos estudos do cangaço lotaram o auditório do hotel Acqua Parque da bela e hospitaleira cidade de Princesa Isabel - PB durante a solenidade de abertura do Cariri Cangaço 2015 edição de Princesa, ocorrida na noite da última quinta-feira dia 19.
O prefeito de Princesa Domingos Sávio que fez a abertura oficial do cc, vereadores, ex-prefeitos, historiadores, descendentes do célebre cel. José Pereira e a população local estiveram prestigiando a iniciativa que já se consolidada como um dos acontecimentos culturais mais marcantes de Princesa e adjacências.
Uma série de debates e discussões temáticas sobre alguns dos acontecimentos históricos marcantes da região foram desenvolvidas durante três dias a cargo dos palestrastes José Romero Cardoso, Geraldo Ferraz, João de Sousa Lima e João Antas. A iniciativa aconteceu em Princesa, S. José de Princesa(Patos do Irerê-PB e Nazaré do Pico(distrito de Floresta-PE).
Como disse Manoel Severo,  curador do CC durante evento: "para o Cariri Cangaço  diria que é uma enorme honra inaugurarmos mais esta empreita memorialista em terras paraibanas, ainda mais num cenário tão marcante como a cidade de Princesa e região, não somente para o Nordeste, mas inclusive para a própria história do Brasil". 
O CC contou mais uma vez como o apoio de entidades parceiras tais como SBEC - Sociedade brasileira de estudos do Cangaço com sede em Mossoró-RN, GPEC- grupo paraibano de estudos do Cangaço de João Pessoa- e GECC - grupo cearense de estudos do cangaço com sede em Fortaleza-CE, assim como das prefeituras locais.
Além de fomentar o turismo local uma vez que o evento contou como representantes de mais de 70 localidades do país o evento também abriu espaço para feira de livros sobre a temáticas sertaneja, bem como diversas apresentações de arte, cultura a exemplo do grupo de cultura abolição, dentre outros. Foi um momento dos mais singulares que certamente ficará marcado na memória de todos os que tiveram a honra de participar.
Todos os hotéis de pousadas de princesa estiveram lotados, assegurou Emanuel Arruda, um dos articuladores do acontecimento em terras paraibanas.
Há que se destacar igualmente, a forma cordial e calorosa com que a caravana do CC foi recepcionada em todos os lugares onde aconteceu o evento. Ainda, conforme externou Manoel Severo:  "Entre as presenças no Cariri Cangaço Princesa 2015, registraram-se a vice-prefeita de São José de Princesa, Rúbia Matuto, o Secretário de Cultura de Aurora José Cícero, o Secretário de Cultura de Barro, Sousa Neto; a Secretária de Cultura de Lavras da Mangabeira, Cristina Couto; o Secretário de Cultura de Brejo Santo, Miran Basílio, a Secretária de Cultura de Piranhas, Patrícia Brasil, secretário de cultura de Floresta-PE,o Secretário do Meio Ambiente de Flores, Roberto Santana, vereadores, dentre muitas outras autoridades entre outros presenças".
.................
Da Redação do blog de Aurora

domingo, 15 de março de 2015

Todo o talento e a alegria do Palhaço "Painha da Bacurinha"

 Por José Cícero
O jovem aurorense Edson Feitosa - mais conhecido pela sugestiva alcunha de  'Painha da Bacurinha', é aquilo que poderíamos muito bem denominar de artista versátil já que consegue trabalhar com várias vertentes artísticas, dentre as quais a arte circense(palhaço), sendo ainda compositor, escultor, artesão e cantor.   
Filho do não menos conhecido escultor Cizin d'Aurora e sobrinho do renomado Nego Simplício, Painha da Bacurinha traz no próprio DNA a força do fazer artístico como uma necessidade intrínseca. Portanto, depois de tanto fazeres e haveres ele agora se aventura  no difícil cenário do humor voltado para a criançada. 
Para tanto acaba de lançar um CD amador  com cerca de 12 composições autorais. Um disco que embora tenha sido feito na base  do machado amador e, ressalvadas as devidas proporções tecnológicas, visto que foi produzido de modo quase artesanal não deixa nada a desejar  aos que existem por aí  no gênero da música infantil. Um trabalho que, uma vez lapidado dentro dos padrões exigidos no mercado tem tudo para dá certo e fazer sucesso. Principalmente se levarmos em conta a quase total ausência de produções similares atualmente dentro da chamada indústria fonográfica brasileira.
Recheado de composições engraçadas e de letras simples, já que são destinadas ao público infantil, o CD de 'Painha da Bacurinha - Cantado e encantado a criançada' - também poderá agradar os adultos já que fala de coisas do cotidiano de maneira lúdica, cômica e hilária. 
Um disco que, em última instância, tem a marca da alegria e da simplicidade - como deveria ser tudo que é feito para às crianças. Além de tudo isso, o disco de Painha tem o firme propósito de divertir e fazer  sorrir para o mundo e para a vida. aliás, coisas bastante necessárias no dia a dia de todas as pessoas, quer sejam crianças ou adultas vivendo um mundo de grandes atribulações e correrias.
O palhaço Painha da Bacurinha está disponível para shows populares e apresentações diversas em festinhas particulares, como também para apresentações em escolas e empresas.
Vale a pena ouvir e também assisti-lo.
_________________
José Cícero
Aurora - CE.
.....................
SERVIÇO:
# CD Painha da Bacurinha - Vol.1
"Cantando e Encantando a Criançada"
.Contatos para shows e aquisições:
(88) 9804.1735
       9258.9958
Ps.: Ousa suas canções no Facebook.

domingo, 1 de março de 2015

DILMA e o estelionato eleitoral...*

Por José Cícero
Sou uma adepto da democracia e do Estado de Direito como valores fundamentais e inalienáveis da pessoa humana em sua vida social. Até porque sei o quanto é sofrível um povo sem liberdade e, como dantesca e pobre uma sociedade governada por uma ditadura. Quer seja ela explícita ou camuflada.
Contudo, assim como existem democracias de araque existem também liberdades controladas, ditaduras brancas e disfarçadas pelo mundo a fora. E no Brasil, como é possível perceber(e sentir na pele ultimamente),  estamos caminhando a passos largos para isso.
Também convenhamos, o que Dilma, Lula, o PT e a cúpula do poder fizeram para ganhar as recentes eleições foi um clássico estelionato eleitoral. Um expediente inaceitável para uma nação que se proclama,  inclusive, modelo de carta magna e convivência democrática para o mundo. 
Em termo de (des)governo petista, digamos, porém que a continuidade do veneno imposto ao povo(em especial os mais pobres) ainda está sendo muito pior. Uma maldade. Uma mentira. Um crime de lesa-pátria e consciência, sem tamanho. Algo que, assim como o "petrolão" da Petrobras passará à história como um dos maiores engodos políticos já praticados contra um povo em seu sagrado direito de votar e ser votado. Um fato quase sem paralelo dentro do moderno processo eleitoral do Brasil. Como se diria literalmente: 'comprar gato por lebre'.
Assim, se alguém investido do poder maior age desta maneira, ou seja,  à revelia da da lei, em prejuízo da população; o que haveremos de imaginar senão de uma ditadura  disfarçada, maquiada de democracia? Ninguém há de possuir o direito de fazer a nação sofrer.
Portando, se 'eles' acham legítimo fazer tudo isso contra os brasileiros, principalmente os trabalhadores que fingiam defender;  o povo há de achar igualmente natural voltar atrás(já que foi enganado) exigindo que devolvam o poder, posto que ninguém mais se sente representado e, tampouco confia mais naqueles que os traíram desde os escândalos do Mensalão até o petrolão em nome do poder pelo poder.
Ou Dilma para com o seu pacote de maldade e volta a governar em favor dos brasileiros ou a ideia de um impeachment possível terminará se transformando na única alternativa viável para que o país possa se defender deste verdadeiro cupim político que se instalou em Brasília e está a destruir as riquezas da nação e a tranquilidade dos brasileiros em sua lida trabalhadora do dia a dia. A propósito, não custa nada recordar que ano passado, por muito menos o povo em protesto saiu às ruas pelo país inteiro.
Afinal,  não existe nenhum direito que obrigue o povo a pagar pelos desmandos governamentais e, tampouco pelos milhões e milhões de reais surrupiados da Petrobrás. Ora, todos sabiam, por exemplo, que a tal Copa do mundo(outra vergonha histórica nacional) não sairia barata para o Brasil. Só Dilma, Lula, o PT e os empreiteiros pensavam o contrário e a gente sabe muito bem o porquê.
Enfim, Dilma está apenas provando da herança maldita dela mesma, por isso nem cabe mais a velha desculpa esfarrapada de uma suposta crise mundial.
Por tudo isso, é possível pensar que embora caracterizada pelo voto popular a eleição de Dilma foi, além de um estelionato; viciada e embusteira.  E por via de consequência, ilegítima tendo em vista  o pano de fundo da mentira que fora utilizada. 
Por fim, como dizem por ai: caiu a máscara... Antes tarde do que nunca.
..............................
José Cícero
Aurora - CE.
foto ilustrativa:noblat.oglobo.globo.com

Google+ Followers