quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

AURORA e o "Terço" dos Penitentes...*

Por José Cícero
Grupo de Penitentes de Aurora: Após o 'Terço' nas  ruas do Araçá
Penitentes durante a celebração do 'terço' no interio da casa
Membros do grupo de Penitentes chegando ao local do "Alertai"
Celebração do Terço no interior da residência diante dos santos na sala
Secretário de Cultura prof. José Cícero entre os penitentes após o 'terço'
Aniversariante(dono da casa) e esposa assistem a celebração penitencial
José Cícero entre os Penitentes e os irmãos Caboclos(decurião) do grupo
Penitentes com seus "hábitos":  branco e preto e 'disciplinas'

Decurião com o cruzeiro
Já era quase meia-noite da última segunda-feira, dia 28. Aliás, uma  das mais morosas e calorentas como a se espalhar sob um céu de chumbo, escuro sem lua e sem nenhuma estrela a iluminar o firmamento. 
Noite ideal para as 'andanças penitenciais por este mundo perigoso de meu Deus', conforme depois me confidenciaria um dos irmãos caboclos, decurião e mantenedor do velho grupo de 'irmãos' aurorenses na sua grande maioria residentes no sítio Salgadinho e redondezas. Alguns, aumentando os índices do êxodo rural já se encontram morando, inclusive na cidade.

Olhávamos para o relógio: Eu e o dono da casa - anfitrião da "celebração místico-religiosa" a quem todos eles denominam simplesmente de "terço" ou "alertai" dos penitentes.
Pequena e simples era a residência, localizada  no bairro Araçá. A realização do 'terço' assinalaria o aniversário dos 71 anos do proprietário - o Sr. José Serafim. Um aposentado vindo das bandas do sítio São Miguel; como se nota, autêntico admirador do grupo desde sua época de menino. E que só muito tempo depois, já grande veio a saber que o seu pai também fizera parte de um grupo antigo antes existente na região do riacho do Jatobá e da Taboca   já na fronteira com Caririaçu. 
Na casa, quase nenhum convidado em especial, além de mim e mais três amigos do aniversariante. Reza a tradição, que o acontecimento só é válido quando se cumpre e preserva minimamente o anonimato e o segredo do ritual. "Este é o mistério", disse-me ele. Coisas do passado, mas que deverá ainda hoje ser cumprido pelo menos em parte, segundo os próprios penitentes. Prova desta mudança é o fato de que "eles" agora; mesmo com relativa reserva,  se deixam ser filmados, fotografados até mesmo sem a hermética e misteriosa cobertura  dos rostos. 
Hoje já é possível, inclusive, a identificação de cada um deles. Apenas os mais antigos ainda se mantêm um pouco discretos e resistem em mostrar o semblante diretamente para os estranhos e curiosos. "A coisa tá muito diferente de outros tempos", explicou o decurião Geraldo Caboclo.
Mas há anos, desde a reportagem que produzi para o Jornal Diário do Nordeste(Caderno Regional), bem como  para a edição de lançamento da Revista Aurora que me tornei amigo  deles. De lá para cá, sempre que posso acompanho alguns terços e, inclusive, os fortes rituais de flagelação, especificamente durante o período da Semana Santa. Mas confesso que cada "alertai" dos penitentes da Ordem Santa Cruz de Aurora é um fato novo.  Puro realismo fantástico repleto de mistérios, litanias e oblações curiosas. Um belo ato de oração, sacrifício e fé em prol da melhoria do mundo...
Ver os penitentes em seus trajes e de rostos cobertos pelos escuros das noites sertanejas com suas "disciplinas" de metais sob o pescoço e na frente do grupo o decurião com o seu cruzeiro ornamentado é um fato deveras superlativo. Um verdadeiro encontro do passado com o presente. 
Um ato da mais pura resistência da memória contra o esquecimento. Um duelo permanente do sagrado e do profano como a desafiar os sentimentos mais altos dos homens.
Um grande acontecimento em que o profano e o sagrado se juntam num só espaço mundano, dando assim, vazão as emoções humanas mais recônditas, corporificadas por meio da fé, bem como de antigas crenças religiosas, além de medos e utopias derramadas num sem-número de causos e tradições que marcaram para sempre gerações inteiras por estes sertões adentro. 

E a noite corria na direção da madrugada. Ansioso eu aguardava de pé a chegada dos beatos em suas belas, porém esquesitas vestimentas, na sua maioria, de cor branca com detalhes vermelhos distribuídos numa cruz junto ao peito - o que eles chamam  sugestivamete de 'hábito'. Apenas um dos indivíduos se apresentou vestido num "hábito" de cor escura - Um dia pertecente a um outro grupo, não mais existente do conhecido decurião Zé Carneiro do Pau Branco e da Malhada Funda. Depois o ecoar dos cânticos a suplantar o silêncio mórbido daquela noite de puro bréu em seu estado mais profundo de solidão... 
Ao vê-los apontando no começo da rua, enchi-me de alegria e contentamento.
Essa é uma das nossas mais remotas tradições religiosas, a duras penas, lutando como pode contra os fantasmas da modernidade. Numa luta, como se percebe, extremamente injusta e desigual. Eis, por assim dizer, a chamada  igreja laica ainda pulsante e sangrando na mente, na pele e nos músculos de homens simples e determinados, como os irmãos caboclos e tantos outros dedicados de corpo e alma a esta crença valente e medieva. Um verdadeiro patrimônio da nossa história e da nossa cultura tradicional. Quase uma narrativa épica e aventureiro de sangue, suor e lágrima em nome do divino!
Um grupo de resistência que jamais se entrega. Irmãos da Ordem Santa Cruz - Uma ferida do tempo encarnada na alma de homens bravios querendo a todo custo aplacar seus pecados e as dores do mundo, ante suas próprias chagas abertas pelo sofrimento da vida e a labuta do cotidiano. 
Prometeu e Sísifo mitológicos dos nossos rincões remotos do Nordeste e do Cariri cearense d'Aurora. Um inusitado passado ainda em carne viva como um ato de desafio às coisas e as maldades inexoráveis do tempo passado, presente no rumo e na perspectiva do futuro...
O grupo de penitentes de Aurora representa, em última instância, um dos últimos  remanescentes de um antigo culto sacro-tradicional-religioso,  não apenas do nosso município, mas de toda a região do Cariri como um todo.
Por fim, os homens de branco com suas passadas largas e silenciosas surgiram como que do nada na esquina da rua. De súbito, adentraram a casa cantando os seus benditos e suas ladainhas carregadas de encanto e estranhamento. 
Era como se o mundo se enchesse de vozes naquele instante. Coral harmoniosamente entoado, com pronúncias no mais das vezes indecifráveis. Mas que nos toca fundo pela força da sua simbologia hermética. Quase um canto beneditino dos sertões caririenses - imaginei.
A sala da casa agora estava repleta de penitentes em seus cânticos e rezas como se todos estivessem em pleno transe. Um ritual estranho, mas que no fundo era maravilhoso. Era como se o sagrado estivesse como nunca ali diante de nós a nos observar do alto. 
O  aniversariante - dono da casa, assim como sua esposa, Dona Maria estavam felizes com aquela celebração que duraria pouco mais de uma hora e meia. Mas tínhamos a sensação de um momento eterno. Coisas e acontecimento que não se esquece nunca. Estavam sorrindo por dentro e por fora como crianças... Sob a luz opaca e esmaecida apenas dos santos, a encher a parede e logo abaixo o cruzeiro enfeitado do grupo, na frente do qual todos cantavam e resavam. Depois, um por um o beijava com respeito e louvação.
No  encerramento acenderam-se as luzes e, todos saborearam a sopa oferecida pelo casal. Outros optaram pelo café sentados no terreiro para um cigaro. Outros preferiram chá ou  refrigerantes acompanhados de cequilho, bolachas e outras guloseimas. Depois das despedidas de praxe, todos saíram como chegaram - num só grupo e em silêncio. Nada exigem como pagamento... Não são dados a este sacrilégio.
Os membros do grupo se despedem, se reúnem e se dividem(como se juntam) num local dos mais ermos e escuros do lugar lá para as bandas do Recreio no corte grande da linha do trem. Coisas que apenas eles podem tomar conhecimento antecipadamente.
Assistir o terço dos penitentes é como voltarmos num tempo remoto, posto que nos  reencontramos com nossas melhores tradições ancestrais. De modo que, assisto a celebração dos beatos com imensa saudade e preocupação, visto  que daqui há pouco, tenho a sensação de que os penitentes, assim como tantas outras tradições da nossa cultura interiorana  possam desaparecer no tempo e no espaço para sempre.
Assisto os penitentes, portanto, com este enorme sentimento de perda... Mas, confesso que esta manifestação é puro colírio para os meus olhos. Assim como um refrigério de lembranças e alívio para o meu ser vazio de contentamento pós-moderno e o meu espírito cansado de tantas mazelas e tédio provocados pelos desagradáveis acontecimentos do presente.

(*) Prof. José Cícero
Secretário de Cultura, Turismo e Esporte
Aurora - CE.
..............................
Fotos: JC e K.Lorena

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Colégio Romão Sabiá inicia com sucesso campanha pró-matrículas 2013

Por: José Cícero
O núcleo gestor do colégio municipal Romão Sabiá do bairro Araçá  começa 2013 literalmete com 'o pé direiro', em parte  pela  campanha  que deu início na manhã desta segunda-feira(28) em prol de novas matrículas. 
A estréia do movimento foi no centro da praça da estação, bem ao lado da Secretaria de Cultura onde ocorreu um show cultural e recreativo voltado para  as crianças e pais de alunos. No referido local também foram instaladas diversas mesas onde funcionários da própria escola ficaram de plantão das 7 às 11 h efetuado in loco as matrículas dos interessados. Tudo com direito a apresentações de palhaços, pula-pula, jogos educativos, algodão doce, contação de história, sorteio de cestas básicas e outras brincadeiras desenvolvidas pelas professoras do educandário a frente a diretora Ailma Lira.

O evento prossegue durante o dia 29  terça-feira; desta feita na pracinha do Alto da Cruz, das 7 às 11h. Ocasião em que toda programação cultural será mais uma vez desenvolvida, contando inclusive com a participação especial  dupla ‘Patati e Patatá’ dentre outras atrações.

As matrículas, conforme a direção da escola poderão ser feitas nas seguintes modalidades de ensino: Educação Infantil; Ensino Fundamental I e II; Educação de Jovens e Adultos; e Educação Especial. os estudantes maiores de 18 anos  poderão efetuar suas próprias matrículas. Já os menores de idade devem ser acompanhados pelos pais ou responsáveis, disse.
"Para o alunado veterano  basta apresentar a Certidão de Nascimento. A Escola Romão Sabiá é aderente dos programas PSE (Programa Saúde na Escola) e PDE (Programa de Desenvolvimento da Educação), assim como do programa Mais Educação (Educação Integral)". 
A diretoria da EEIF Romão Sabiá é composta pelas seguintes profissionais: Ailma Lira (Diretora Geral), Ana Cláudia Lira (Coordenadora Pedagógica), Darc Gonçalves (Diretora Financeira), e Graça (Secretária).
...........................................

Da redação do Blog de Aurora com informações do Site oficial de Aurora(www.aurora.ce.gov.br).
 e do site Cariri de fato.
Foto: JC.

..................................

domingo, 27 de janeiro de 2013

Missão Velha: Foi dada a largada para o IV Cariri Cangaço 2013

Dr. P. Luiz, B. André, M.Severo, C.Cagece(pres. da Câmara), Ver.Rodrigo Roberto, JC e S. Neto
 
Dr. Niltino(Sec. de Saúde), B.André, Dr. tardyne(prefeito), S. Neto e J.Cícero
Sousa Neto, Bosco André, Manoel Severo, Cláudia Maria e Dr. Pedro Luiz
No casarão centenário no sítio Cafundó a caminho da Gameleira
No sítio Arraial de Missão Velha anfitrião Bosco André
Na secretaria de Cultura de Missão Velha
reunião na secretaria da Câmara de Vereadores de M. Velha
Com o vigário de Jamacaru ao lado da igreja do distrito
No distrito de Gameleira do Pau sob a sombra da árvore centenária do lugar
Visão panorâmica da mata na Gameleira do pau
Velho casarão dos italianos no distrito de Jamacaru(azuleijos portugueses)

Na casa paroquial: Manoel Severo, Cláudia e Dr. Pedro Luiz

Curador do Cariri Cangaço se reúne em Missão Velha com  secretários de Cultura dos primeiros municípios que sediarão edição 2013 do evento

Neste final de semana foi dada a largada oficial para mais um Cariri Cangaço edição 2013. Com este objetivo o curador do evento Manoel Severo Barbosa acompanhado do Dr. Pedro Luiz(Crato) paricipou neste último sábado(26) de reunião na câmara de vereadores de Missão Velha  onde estiveram presentes alguns dos representantes  dos municípios que mais uma vez este ano,   deverão sediar   os seminários temáticos municipais. 
Comparceram ao encontro o memórialista Bosco André - anfitrião do acontecimento; o secretário de cultura  de Missão Velha George Camelo; o secretário de cultura de Aurora professor José Cícero e sua espora Cláudia Maria, bem como o secretário de cultura do Barro Sousa Neto. Cumpre destacar que durante o encontro Manoel Severo recebeu das mãos de Bosco André - secretário da casa, o certificado oficial dando conta do título de cidadão missãovelhense concedido ano passado ao curador do CC. Na mesma ocasião os representantes do CC também mantiveram contato com o prefeito Tardyne Pinheiro e o presidente do legislativo local Cícero Cagece(fotos).
Logo após a reunião  no anexo do legislativo, a equipe  se dirigiu até a sede da secretaria de Cultura localizada no centro da cidade, onde os conselheiro do CC foram recebidos pelo chefe da pasta George Camelo. Lá foram discutidas as principais propostas com vistas a mais uma participação daquele município. Ficando acordado, por exemplo, a pedido do próprio prefeito, que o seminário de Misão Velha fosse realizado no distrito de Jamacaru - histórico habitat do não menos famoso coronel Santana da Serra do Mato - onde Lampião com todo o seu bando por muitas vezes esteve acoitado quando da sua passagem para o Cariri.
Saindo da secretaria, todos participaram de um saboroso almoço a la culinária sertaneja  oferecido pelo entusiasta do cangaço Bosco André no sítio Arraial.  Em seguida,  a equipe se dirigiu até o aprazível distrito de Jamacaru para checar in loco a estrutura do ambiente que deverá receber o histórico evento. 

Em Jamacaru ciceroneados pelo secretário George e Bosco André, todos visitaram o centenário sobrado dos pioneiros italianos, assim como a casa paroquial onde  foram recebidos pelo padre Idemar, vigário local.
Do Jamacaru os pesquisadores do cangaço ainda foram até o distrito de Gameleira do Pau, metade do caminho para a Serra do Mato; ocasião em que puderam conteplar de perto a grande beleza da vista do Araripe, assim como toda a abundância  da flora e da fauna  daquela região e, em particular, a bela árvore centenária de trezentos anos - Uma famosa Gameleira, espécie edêmica  daqueles rincões, e que não por acaso deu nome ao lugar.
O Cariri Cangaço:
Previsto para acontecer em meados do mês de setembro/2013 o Cariri Cangaço, é atualmente um dos mais importantes e renomados eventos culturais(senão o maior) já realizado nesta parte do Nordeste e, seguramente, o mais respeitado e conceituado do Cariri. Em parte, pelo alto nível de sua organização, depois pela magnitude dos temas que são abordados e debatidos em todas as suas edições já realizadas, num total de três. Além da sua imensa capacidade de mobilização sociocultural, bem como da grande gama de estudiosos, pesquisadores, escritores e intelectuais dos mais diversos matizes que todos os anos acorrem ao evento. O que segundo o seu próprio curador, a previsão para este ano é de que próximo de 180 pesquisadores tomem parte diretamente das discussões e dos  debates oferecidos pelo evento, se espalhando assim desde o eixo Crajubar para os demais municípios da região.  
O mesmo está previsto, até agora,  para contemplar mais de oito municípios caririrenses, além das sessões de pré-lançamentos a ser realizadas em cidades da PB, RN, SE, PE e, inclusive na capital cearense.. 
"O Cariri Cangaço é um verdadeiro fomentador da cultura de raiz nordestina, assim como uma provocação necessária para que possamos resgatar, difundir e conhecer um pouco mais da nossa própria história. De modo que não há como não abraçarmos esta causa nobre. Razão pela qual é fundamental que outras instituições, notadamente de ensino, quer sejam públicas ou privadas adiram a este acontecimento", disse o secretário de cultura de Aurora.
......................................
......................................
Da Readção do Blog de Aurora e do site  Cariri de fato
Foros JC/Cláudia Maria
LEIA MAIS EM:
WWW.afaurora.blogspot.com
WWW.prosaeversojc.blogspot.com
WWW.blogdaaurorajc.blogspot.com
* Veja mais fotos no FACEBOOK

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Secretário de Cultura e Turismo defende tombamento ecológico da nascente: "Olho d'água de seu Vinô"

Sec. José Cícero Com Dr. Tarciso, Filho e Maciel na sede da Secult
Reunião acerca da viabilização do projeto de tombamento ecológico
JC explica a proposta aos presentes na sede da Secult-Aurora
Filhos ilustres de Aurora: Prof. Tarciso Leite, Tarciso Filho e Sebastião Maciel
No início da semana passada o secretário de Cultura e Turismo do município professor José Cícero recebeu na sede da Seculte-Aurora o Dr. Tarciso Leite, que na ocasião se fez acompanhar do seu filho Tarciso Leite Filho e do diretor da AFA Sebastião Maciel(Bastim). 
Na pauta, o interesse da pasta naquele que seria o primeiro tombamento ecológico de Aurora e região. Ou eja, da pequena nascente, popularmente conhecida no passado como o "olho d'água de Seu Vinô" que está situada na propriedade da família já nos limites urbanos mais precisamente no bairro Araçá, de quebra o mais habitdo da cidade. Ainda nas proximidades da antiga residência do patriarca um pouco acima do pequeno açude ainda hoje existente no local.
Anos atrás, o "olho d'água de seu Vinô Leite" foi tema para a reportagem especial na edição de lançamento da Revista Aurora, oportunidade em que José Cícero, editor do informativo, além de resgatar o histórico de importância do manancial, também levantou o debate acerca da necessidade urgente de preservação da nascente. 
Além disso, a matéria também teve o caráter de denúncia, em face do abandono e do alto nível de degradação que pesava sobre a nascente do Araçá. Situação que, segundo ele, ainda hoje  permanece impondo grande  risco ao olho d'água um dos últimos ainda existentes não apenas nas proximidades da cidade, mas inclusive em todo  os quadrantes de Aurora.
Diante da viabilidade da liberação da pequena área onde a nascente está localizada, a ideia é tombar oficialmente o local como um patrimônico ambiental de valor histórico, cultural e ecológico. Em seguida, a pequena área seria isolada e ganharia uma estrutura mínima no sentido de ser transfromada em mais um instrumento de visitação fomentando assim o projeto relaciondo o desenvolvimnto do turismo ecológico defendido pela Secult a partir do rio Salgado, açude Cachoeira dentre outros, disse.
Após a realização do Aurora Folia ( carnaval de rua) o secretário ressaltou que irá retomar os contatos com o Dr. Tarciso Leite e o seu filho no sentido de viabilizar o quanto antes tal proposta. Visto que os proprietários ficaram de dá um posição sobre o assunto.
"Malgrado a imensa necessidade de preservação ambiental, temos uma imensa dívida de gratidão com esta nascente, posto que no passado foi ela quem deu de beber a parte consierável da nossa população, sobetudo os moradores do bairro Araçá", enfatizou jc.
.....................
Confira outra reportagem sobre o tema em: http://jcaurora.blogspot.com.br/2009/06/meio-ambiente-como-por-milagre-antigo.html
................................
Da Redação(jc) do Blog de Aurora e do site Cariri de Fato
Fotos: Seculte-Aurora

LEIA MAIS EM:





www.seculteaurora.blogspot.com

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Capelinha da Ingazeiras: Um pedaço da história a nos pedir socorro - Por José Cícero


Neste último domingo(20) resolvi andar à esmo. Lembrei-me de um simples monumento que há anos conservei em minha mente todas as vezes que passei por ali.  Resolvi  visitar a antiga capelinha de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro(ou o que ainda resta dela). A mesma está localizada logo  na entrado do distrito de Ingazeiras no município de Aurora.
Fruto de uma promessa alcançada pelo decano dos pereiras do sítio Juiz e do lugar - o Sr. Severino Pereira, tendo sido edificada inicialmente no distante ano de 1928. Depois reconstruida em 1966 pelos seus descendentes. A simplória capelinha por todos estes anos tem sido, por assim dizer,  um verdadeiro marco visual a compor a paisagem quase agreste do belo distrito. Agora, contudo, encontra-se totalmente abandonada não somente pelos que restam da família que, por anos a fio tiveram o trabalho de cuidá-la, como igualmete pelos moradores do lugar. 
De modo que hoje, dado o seu estágio de  desprezo quase nada mais resta daquilo que ela foi um dia; a não ser as velhas paredes de tijolos queimados e rebocadas de barro cru. Sem portas e sem telhado o mato começa a tomar conta dos seus espaços. O que  com a chuva e com o sol o pequeno altar e o rústico oratório dos santos  não resistiram e desmoronaram ante a ação do intemperismo. Fragmentos de antigas imagens sacras e ex-votos encontram-se espalhados pelo chão.  A visão agora é do mais completo abandono. Algo que nos dói na própria alma.
Apenas as paredes externas e a alta calçada do seu entorno  ainda teimam em resistir ao fantasma do tempo e ao  abandono total, assim como a evidente e indisfarçável indiferença  humana.  A sensação é de que, quase ninguém por ali a enxerga. Uma pena das mais lamentáveis. Porque a capelinha representa um pedaço importante da história daquele lugar.
Olhar o absoluto estado de abandono porque passa a capelinha daquele distrito num calmo e sonolento dia  de domingo foi para mim, como se observássemos a luta ferrenha e imaginária do profano  e do sagrado no coliseu dos nossos próprios olhos saturados de fumaça e de tragédias.
Uma vez dentro dela fiz minha oração pessoal. Pedi a Deus e a todos os santos espedaçados pelo chão que iluminassem a consciência dos homens no sentido de que salvassem aquela bela e adorável capelinha.
Em nome da história e da memória contra o esquecimento, temos que unir forças no sentido de sorguer(e preservar) o quanto antes a bela, memorável e aprazível capelina, agora solitária, mas calma, modesta e valente como quem a nos pedir clemência e socorro às portas do distrito não menos adorável de Ingazeiras. Há que presevá-la na perspectiva de que possamos  num esforço coletivo garanti-la sã e salva às novas gerações...
............................
Prof. José Cícero
Secretário de Cultura, Turismo e Esporte
Aurora - CE.
Foros JC/C.Costa

Colégio Monsenhor não terá seu horário noturno este ano

Diretora Edvânia Tavares fala aos presentes
Professor José Cícero no momento da sua fala

Pais e mães de alunos presentes
Na última segunda-feira(14) a escola Monsenhor Vicente Bezerra do bairro Araçá - o mais antigo educandário de Aurora com mais de 80 anos de existência, reuniu seu núcleo gestor, professores e pais de alunos para anunciar o não-funcionamento este ano do horário noturno. Na oportunidade estiveram presentes duas representantes do Crede-20 da cidade de  Brejo Santo.
A notícias além de pegar de surpresa toda a comunidade e o segmento estudantil, também não agradou os pais de alunos e, tampouco os professores da referida escola. Agora os estudantes, conforme a orientação do Crede, tanto da zona rural quanto do bairro Araçá onde o estabelecimento está  localizado deverão ser matriculados no colégio estadual José Pinto Quezado na vila Paulo Gonçalves, do outro lado da cidade numa distância bastante considerável.
Durante as discussões o secretário de cultura do município José Cícero, também morador do bairo e que por anos lecionou no colégio Monsenhor protestou contra a decisão que, para ele, veio de cima para baixo e não leva em conta os interesses da população mais p´roxima da escola". O colégio monsenhor é um dos nossos mais antigos estbelecimentos de ensino não apenas de Aurora, mas de toda a região do Cariri Oriental. Portanto, com um invejável  retrospecto de renome e tradição na educação aurorense. Um dos nossos maiores patrimônios. Não merecia este tipo de tratamento, posto que há outros aspectos a serem considerados, tais como ainda o seu valor afetivo, histórico, humanista e social", disse. 
Os pais de alunos, notadamente do bairro Araçá também fizeram questão de mostrar contrariedade contra tal decisão."Não tenhamos nenhuma ilusão, o fechamento do horário da noite é apenas uma medida, cuja intenção principal é fechar esta escola quem sabe já no próximo ano. Temos que tomar nas mãos a defesa em um movimento para a permanência desta escola", disse o professor José Cícero. No encerramento outros professores do Monsenhor também fizerm uso da palavra, além da atual diretora professora Edvânia Tavares e as representantes do Crede-20, diretores da escola Técnica, bem como os pais de alunos presentes ao encontro.
..........................
Da Redação
Leia mais em:
www.cariridefato.com.br
www.jcaurora.blogspot.com

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Prefeito Adailton Macedo anuncia seu novo secretariado

Prefeito de Aurora Adailton Macedo(PMDB) -arquivo Seculte/jc

O prefeito de Aurora  Adailton Macedo anunciou na tarde desta quinta-feira(3) os nomes que comporão seu novo secretariado. O anúncio foi feito através da rádio local Sol Nascente FM. 
Na sexta-feira(4), o prefeito deverá estar se reunindo com todos os novos secretários municipais. Ocasião em que serão debatidos várias questões acerca das metas e projetos  com vistas à gestão que ora se inicia atinente ao quadriênio 2013-2016.

Dentre as novidades anunciadas,  cumpre destacar algumas trocas de secretários de uma pasta para outra, além do acréscimo de mais uma secretaria - a da juventude; perfazendo assim um total de dez secretarias municipais. Ainda durante  o anúncio, o prefeito Adailton assegurou que também haverá mundanças nos demais escalões, cujas  nomeações estão prestes a serem conhecidas nos próximos dias.
Cerca de  três secretários que compuseram o cast da gestão anterior resolveram por questão de foro particular não mais continuar, quer sejam: a professora Fátima Oliveira (Educação), Paulo Roberto  (Transportes) e Drª Petrúcya Frazão (Saúde); sendo os mesmos substituídos agora por Rozilange Macedo(1ª dama), José Jussiê Alves(que antes ocupara a pasta de administração) e Gean Passos Leite, respectivamente, 

Já a ex-vereadora Socorro Macedo que antes respondia pela Ação Social assume agora a pasta de Administração, enquando o antigo titular Jussiê Alves vai para a secretaria de Transportes. A nova secretária de Ação Social é a Sra. Bernadete Gonçalves Leite(antes coordenadora do Bolsa Família local).
No final da sua fala o prefeito voltou a ressaltar o seu empenho em fazer desta nova gestão, mais uma motivação de muito esforço e de trabalho. Tudo em prol da população aurorense. No ensejo conclamou a todos os seus secretários um esforço redobrado no sentido de, juntos, fazer o melhor  pelo progresso soacial de Aurora.
Na próxima semana  Macedo estará se deslocando para a capital cearense onde deverá se reunir com lideranças políticas do estado ansiando conseguir novos benefícios para a sua terra. De Fortaleza, ele viajará  para Brasília,  buscando igualmente mais recursos na esfera federal para o município. E com o fito de resolver uma série de questões relacionadas a seca por que passa Aurora. "trabalhar muito mais pela zona rural é uma das minhas metas neste mandato", disse.

Confira a relação do novo  secretariado municipal:

Sec. de Educação: Maria Rozilange Macedo(Rose)
Sec. Saúde: Dr. José Gean Passos Leite
Sec. de Cultura e Esporte: José Cícero da Silva
Sec. de Finanças: José Joaquim dos Santos(Zé Pretim)
Sec. da Juventude: Pedro Henrique de Macedo
Sec. de Obras: Antonio Alves de Macedo(Antonio Macedo)
Sec. de Transporte: José Jussiê Alves
Sec. de Administração: Maria do Socorro Macedo Santos
Sec. de Ação Social: Bernadete Gonçalves Leite
Sec. de Agricultura: José Dácio de Souza
..................................
Da Redação do Blog de Aurora e do site Cariri de fato.
Foto: arquivo(Cariri Cangaço.2011).

..................................

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

POLÍTICA: Adailton e Mariquinha tomam posse e o vereador Chico Henrique é eleito presidente da câmara

Por José Cícero
Prefeito Adailton Macedo discursa no plenário da Câmara de Aurora
Vereador Chico Henrique eleito presidente no momento da sua fala
Prefeito Adailton falando aos presentes durante o  almoço no CSU
Solenidade de posse dos eleitos  e eleição da mesa diretora(2013/2014)

Pres.eleito Chico Henrique(PMDB)
Por seis votos a cinco o experiente vereador de Aurora Francisco Henrique Ricardo de Macedo - Chico Henrique (PMDB) foi alçado à condição de novo presidente da Câmara de vereadores do município para o biênio 2013/14 em sessão extraordinária ocorrida na manhã desta terça-feira, dia 1ª  de janeiro de 2013.

Foi uma votação bastante apertada, mas até normal levando-se em conta as onze cadeiras que hoje compõem o legislativo aurorense.  Os seis parlamentares que elegeram o agora presidente Chico Henrique, constituem a chamada ‘maioria da Casa’ e que por isso mesmo integram a base de apoio do prefeito Adailton Macedo. De forma que, o resultado apresentado, por uma maioria simples já era algo esperado com certa tranqüilidade por todos, inclusive pelo próprio vereador eleito.

Desde a reeleição do prefeito Adailton Macedo(PMDB) que as expectativas em torno de quem seriam os indicados para concorrer à presidência vinham pontuando quase todas as conversas e outras discussões de rua. Gerando assim, uma série de comentários e outras picuinhas políticas por toda a cidade, distritos e zona rural.

Alguns achavam, inclusive, que  seria chapa única, visto que a oposição quase não se manifestou acerca das possíveis conversações  em torno do lançamento de uma chapa concorrente. Como também no que se referia as indicações para a formação da chapa situacionista.

As Chapas concorrentes:

Por fim, surpreendeu a todos quando do registro das oposições: chapa 1, intitulado de “compromisso e trabalho” que tinha como candidatos: Presidente – José Edísio Cruz Leite: Vice – Fco. Perereira Sales(Gerismar); Tesoureito – Paulo José de Macedo; 1º secretário – João Aécio da Silva e 2º secretário – Raimundo Erivan Batista. ( obtendo 5 votos)

A chapa 2  que foi a vitoriosa, denominada de “Unidos sempre”  era composta pelos seguinte membros: Presidente -  Fco. Henrique R. de Macedo; Vice – Olavo Batista dos Santos; 1º tesoureira – Maria Iracilda Leite Saraiva; 2º Tesoureiro – Antonio Wilton dos Santos(Brasa); 1º secretário – Osasco de Souza Gonçalves; 2º secretário – José Aderlânio Macedo.(obtendo 6 votos).

Os espaços físicos da câmara se mostraram pequenos demais para o grande número de pessoas, autoridades e outros convidados que compareceram à sessão; a primeira desta legislatura. Muitos não conseguiram adentrar o plenário, ficando pelas galerias laterais e em frente ao prédio.

Sobre o novo presidente:

Chico Henrique é detentor de vários mandatos. Por isso mesmo um dos mais experientes edis que já passaram pelo legislativo aurorense. Um político, portanto, que tem ao seu favor, além de muita experiência,  reconhecida vontade de trabalhar e reconhecida influência junto as lideranças políticas, tanto na esfera estadual quanto federal. Razão pela qual tem tudo para contribuir positivamente com a segunda  gestão do prefeito reeleito Adailton Macedo. E muito especialmente melhorar e recuperar a imagem da câmara que nos últimos anos esteve em baixa junto a opinião pública e a população em geral.   

Além do prefeito Adailton Macedo e a vice Mariquinha, vereadores, secretários municipais,   lideranças políticas, assessores e correligionários também compareceram à câmara  para assistirem de perto a posse dos eleitos, bem como a eleição do novo presidente.

A Solenidade:

A solenidade teve início às 9h com a benção solene do padre Antonio  José(vigário de Aurora), seguido do ato oficial de posse dos eleitos e, por fim, a sessão extraordinária para a eleição da nova mesa diretora. Quando finalmente foi proclamado em público o resultado a alegria e os gritos de entusiasmo dos presentes tomaram conta do ambiente. Daquele momento em diante seguiram os aplausos e o som dos fogos de artifício a estouram pela rua no entorno da sessão. Parte da população presente, acompanhou o desenrolar da sessão pelo som dos auto-falantes instalados no centro da praça da estação. Um almoço foi oferecido no centro social urbano(CSU) na vila Paulo Gonçalves.

Durante os discursos, tanto o prefeito Adailton Macedo quanto o vereador Chico Henrique, reafirmaram seus compromissos de realizar uma gestão, além de compartilha entre executivo e legislativo, também voltada para os mais nobres interesses da população. 
--------------------------
JC para a Redação do Blog de Aurora e Site Cariri de Fato.
Fotos JC.
........................................
LEIA MAIS EM:







* Veja mais fotos no FACEBOOK

Google+ Followers