sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Notícias de AURORA: Prefeito Adailton Macedo participa ao vivo do jornal da TV Verdes mares/Cariri


Jornalista Paulo Ernesto entrevistando o prefeito de AURORA Adailton Macedo


Momento da entrevista no jornal CETV
O Prefeito reeleito de Aurora  Adailton Macedo (PMDB) participou na última sexta-feira(26) de uma importante  entrevista ao meio-dia na TV Verdes Mares/Cariri dentro do Jornal CETV Cariri, canal 7 , que tem a apresentação do renomado jornalista Paulo Ernesto. 
Na oportunidade, de forma sucinta, o prefeito reeleito de Aurora falou dentre outros assuntos, acerca  das suas prioridades para o próximo mandato, em especial da questão da oferta de água potável para várias comunidades ruarais do seu município, bem como sobre a sua luta junto ao governo do estado com vistas a construção da estrada ligando a sede de Aurora à rodovia padre Cícero, que inclusive já lhe foi assegurada por Cid Gomes. 
Adailton abordou  ainda, sobre a continuidade das obras de asfaltamento do restante da ruas da cidade. A participação do prefeito aurorense foi acompanhada por boa parte da população aurorense, tanto da cidade quanto da zona rural.

.................................... 

Equipe de campanha se reúne para comemorar Vitória de Adailton
 
Pequena comemoração  da vitória do prefeito Adailton Macedo ocorrida na noite do último sábado(20) na residência da ex-vereadora Socorro Macedo, atual secretária de Ação do Município.
Além de alguns amigos(as), também participaram as pessoas das equipes de trabalho da campanha, dentre os quais o secretário de cultura  e esporte do município José Cícero, o bereador eleito Aderlânio Macedo dentre outros. Na oportunidade, foi exibido um pequeno documentário com imagens de toda a campanha, militância política, carreatas e eventos relacionados à candidatura vitoriosa do atual prefeito, agora reeleito para mais quatro anos de mandato.
.............................................
  Seleções de AURORA  e LAVRAS farão jogo festivo dia 10:

 Festa do Município:  População se prepara para as comemorações alusivas aos 129 anos de Aurora

População participando da festa do município anterior
Como parte das comemorações alusivas ao aniversário pela passagem dos 129 anos de emancipação cívico-política do município a secretaria de Cultura e Esporte realizará no estádio municipal mais uma sensacional partida de futebol envolvendo a seleção de Aurora x seleção de Lavras da Mangabeira.
O jogo, segundo o secretário José Cícero, está previsto para ocorrer no dia 10 de novembro(sádado - dia oficial do município) às 16 h no estádio municipal. O time de Aurora será comandado pelo compente treinador Beto França e pelo preparador José Jorge.
Selecionado máster de Aurora
Foram convocados esta semana um total de 20  atletas, que deverão começar os treinamentos visando a partida comemoratiba a partir da próxima terça-feira.
Grande Festa do Município:
De 09 a 10 de novembro Aurora festejará mais uma festa do município com bárias atrações musicais, dentre as quais a banda Cheiro de Menina e o cantor Vicente Nery na praça da matriz. Haverá ainda, durante dois dias de intensa programação, além das atividades esportivas, a III Cavalgada municipal, missão de Ação de Graças, festa dançantes e barracas... 
A programação oficial contendo todas as outras atrações artísticas, conforme informou a secretaria de Cultura, resposnsável pela organização do evento, saorá na próxima quarta-feira.
Eis a relação dos jogadores que formarão a seleção de  Aurora:

Goleiros: Alma (São Benedito), Diasis (Real de Ingazeiras) e Diego (Caiçara);

Zagueiros: Alison (Esporte Cariri), Charles (Real de Ingazeiras), Dilânio e Pirriteto (São Benedito);

Laterais: Bruno (São Benedito), Célio e Geraldo (Canarinho)

Volantes: Amaral, Jacildo e Rogério (São Benedito), Jocélio (Santa Vitória);

Meias: Alison (Nova Geração), Michael e Willian (Esporte Cariri);

Atacantes: Nando (São Benedito) e Bruno (Esporte Cariri)

Técnico: Beto França
Auxiliar: Bacatela.
Preparador Fisico:
Zé Jorge 

...........................................
 Palestra sobre Desenvolvimento Sustentável
JC no momento da palestra

Galerias da escola
A convite do núcleo gestor do colégio Monsenhor Vicente Bezerra do bairro Araçá, o secretário de Cultura e Esporte do município, professor José Cícero proferiu palestra sobre  "Sustentabilidade no Planeta" na tarde do último dia 23  para os alunos das 1º, 2º e 3º séries do ensino médio do referido educandário.
O evento fez parte da programação anual referente  a IV Feira de Ciências, Artes e Cultura da escola. O encontro que acontece todos os anos durante dois dias tem como meta reunir todo o alunado e a comunidade em torno de uma série  de atividades  de caráter cultural, científica, lúdica e pedagógica. Um acontecimento, por sinal dos  dos mais concorridos no gênero educacional de Aurora.
.............................................
Da Redação do Blog de Aurora e do site Cariri de Fato.
Leia mais em:
www.jcaurora.blogspot.com
www.seculteaurora.blogspot.com
www.prosaeversojc.blogspot.com
www.cariridefato.blogspot.com
www.afaurora.blogspot.com
www.aurora.ce.gov.br

sábado, 13 de outubro de 2012

Saudade do professor Paulo Aquino... Por José Cícero

Jovem professo Paulo Aquino
 O Crime e a Sociedade da Barbárie...*
Todo crime por si só já é chocante em sua essência e portanto, constitui um ato antisocial, deveras contrário à natureza humana. Porém, alguns mais do que outros  têm o poder de abalar e mexer  o mais profundamente possível com o cotidiano  de uma comunidade, notadamente as mais tranquilas e aprazíveis dos nossos rincões mais longínquos.
Os agora raríssimos municípios interioranos que ainda conseguem a duras penas, num diapasão sociológico, fazer um diferencial entre a relativa paz  encetada pelo modo de vida do interior e os duros conflitos sociais atualmente vivenciados pelas grandes cidades e as metripóles em geral estão aos poucos sendo penalizados pela importação da criminalidade. O medo do terror impulsionado, dentre outras coisas pelo crescimento urbano acelerado, o exôdo rural, a desigualdade e a miséria etc vem rapidamente tornando as cidades por mais pequenas que o sejam, similares a todas as demais. A sensação que se tem, é de que não há mais lugar seguro e nem tranquilo para se viver  no mundo. De modo que a violência de toda a sorte, agora virou de vez uma lição da mais pura geografia, posto que está a ocorrer em todos os quadrantes sociais do país e mesmo em escala planetária. A suposta modernidade, inclusive tecnológica,  imposta pela chamada globalização, também globalizou por sua vez, todas as mazelas mundiais. E a sede de consumo e de poder terminou por cegar literalmente parcelas importantes dos seres humanos.
De modo que nenhum indivíduo(rico, pobre ou miserável) estará totalmente protegido, se não estivermos desde já plenamente unidos e conscientes do nosso papel... cumprindo e cobrando providências drágicas e morais no sentido de garantir o quanto antes uma sociedade mais ética, fraterna, socialmente justa e humanista. Do contrário, a convivência humana estará por demais comprometida. Portanto, uma sociedade que não se cuida e nem se protege do crime e da violência com base na solidariedade e na igualdade  só lhe restará o caos e o cinismo. Como de resto, diríamos que toda  impunidade  é  mãe da injustiça que tem a impunidade como filha... E isso, convenhamos, representa uma grande entrave a qualquer convivência harmoniosa dos seres humana onde quer que se encontre.
O Crime:
O que ocorrera na noite da última quinta-feira(11) em Aurora, quando o jovem professor Paulo Aquino(33 anos) foi barbaramente assassinado e, em seguida teve o seu corpo queimado, não pode passar  apenas como mais um episódio triste e lamentável fadado a cair no esquecimento total. 
A sociedade precisa tomar para si este sentimento, não somente de perda, mas  também de indignação. Ou os cidadãos de bem se unem contra a barbárie ou a barbárie tomará conta de tudo. E aí não haverá mais jeito... A justiça precisa agir - afinal de contas,  terá que se mostrar na prática que de fato é mesmo a guardiã soberana da sociedade. O assassinato do jovem cidadão Paulo Aquino, não poderá cair no esquecimento social, como (infelizmente) tem sido comum por  esta nação inteira(com rara exceção). A sociedade de bem precisa se manter vigilante para que absurdos como este não voltem a se repetir no seio nossa comuna.O cruel assassinato desde jovem filho de Aurora representa por fim, uma afronta a todos os cidadãos de bem...
A Notícias:
Jovem professor de Aurora é barbaramente assassinado
Na manhã da última quinta-feira(11) um corpo parcialmente carbonizado foi encontrado por um morador na zona rural da região de Varzantes, mas precisamente na entrada do sítio Lagoa do Mato a cerca de 9 km da sede de Aurora. Num primeiro momento, sua identificação não foi precisada em virtude do grau de deformação provocada pela ação do fogo causado por gasolina ou álcool.  
Pouco tempo depois, familiares deram conta do desaparecimento, desde a noite anterior, do jovem professor Paulo Gonçalves de Aquino. Em seguida foi comprovado a identificação do corpo como do professor, pelos seus familiares. Informações populares dão contas de disparos de revólver   na nuca da vítima, que também teve seu corpo queimado no local. Como ainda teve sua moto e o telefone celular roubado. (0 blog de Aurora resolveu não publicar as fotos  por serem fortes demais).
Missa de corpo presente na Igreja Matriz de Aurora
Até o momento nenhuma informação foi dada acerca do autor ou dos autores do bárbaro assassinato. Mas as investigação estão em curso em caráter sigiloso pela polícia Militar. A expectatiba é de que a qualquer momento podemos ter novidades sobre a autoria  deste crime que abalou toda a população de Aurora.
O sepultamento ocorreu na manhã de hoje(sábado, dia 13) em Aurora logo após a celebração da missa de corpo presente ocorrida na igreja matriz que esteve completamente lotada, visto que o jovem, além de muito querido pelos aurorenses era também  um dos antigos ajudantes da paróquia e integrante do coral. Os três padres que oficiaram a celebração também fizerm um apelo emocionado à comuniudade e as autoridades constituídas no sentido da  elucidação do crime, bem como no sentido de evitar que o mesmo não possa cair no esquecimento.
(jc)
....................................................
LEIA MAIS EM:

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

ARTIGO: Vietnã: O horror não termina...

Uma Reflexão necessária...


Assim funciona a justiça ali: seletiva discriminadora, arrogante e insensível à dor humana onde quer que se inflija.
Talvez foi há pouco que Vo Duc deixou de culpar à fatalidade divina da diabetes que padece, o câncer que devora a sua mulher e os numerosos abortos espontâneos da filha de ambos.


Ainda que já se sabe que proviram de outro modo do céu, o que os aviões estadunidenses usaram para descarregar o veneno que hoje, décadas depois, permanece no sofrimento da família.
O hoje idoso viveu em suas juventude a apenas um quilômetro de distância do aeroporto de Danang, uma antiga base militar dos Estados Unidos, onde se armazenava em enormes quantidades o arrasador tóxico conhecido como agente laranja para lançá-lo sistematicamente durante 10 anos consecutivos sobre zonas rurais.
Igualmente, como seu compatriota Duc, Nguyen Thi Binh, de 78 anos, deixou de achar que os pecados cometidos em uma vida passada sejam os responsáveis pelas graves deficiências físicas e mentais de três de seus cinco filhos.
E agora que conhecem que ao fim de tanto tempo decorrido e estrago causado, a grande potência responsável os sofrimentos inicia um projeto de descontaminação daquela base, sem reconhecer sua responsabilidade nem oferecer desculpas, um legítimo sentimento de dolorosa indignação deve estremecê-los.
Reticente e tardia chega tal assistência, apenas uma parte do que no Vietnã se reclamou como justa indenização, enquanto que as empresas fornecedoras do produto químico, Dow Chemical e Monsanto, também não receberam sanção alguma. Nem do governo nem os fabricantes de mortes se escutou uma só palavra de perdão.
Vale sempre recordar que a aviação estadunidense aspergiu uns 80 milhões de litros do defoliante que continham 370 kilogramos de dioxina, em um quarto da superfície sul do Vietnã, segundo bem fundamentadas estatísticas independentes.
Uns quatro milhões 800 mil vietnamitas estiveram expostos ao que se considera um dos piores tóxicos conhecidos pelo homem e três milhões se transformaram em suas vítimas, por várias gerações.
Quase no extremo meridional do país, na província Dong Nai, encontra-se o aeroporto de Ben Hoa, onde se armazenavam 98 mil tanques de agente laranja para dispersar em áreas próximas, na tentativa de submeter a resistência nacional liberadora.
Ali Ho Minh Quang costumava ir para brincar na inocência da infância, sem imaginar que se expunha a uma contaminação, que só soube depois quando seus dois filhos nasceram com deformidades.
As consequências continuam sendo aterradoras, com o nascimento de criaturas sem espinha bífida, mutiladas e deformadas, e segundo um informe recente da presidenta da associação de vítimas, Dao Nguyen o número tem aumentado na cidade de Ben Hoa e seus arredores desde 2009, e quatro em cada 10 afetados são menores de 16 anos de idade.

Eles esperam que a mais nova tecnologia de descontaminação tão publicitada por suas fornecedoras em Danang também lhes chegue.
Há pouco o cineasta estadunidense de origem vietnamita, John Trinh, voltou de novo ao seu país de origem para repor seu impactante e revelador curta-metragem “Agente laranja: 30 anos depois”, o primeiro que declarou aos meios que o governo dos Estados Unidos deve admitir seu erro e recompensar todas as vítimas.
O último se converteu em uma batalha que desde 2004 trava um grupo de 100 demandantes vietnamitas que levaram seu caso contra Dow Chemical e Monsanto para a Corte Suprema de Justiça dos Estados Unidos. Mas depois de um processo cheio de delongas, o alto tribunal opinou que não havia se estabelecido um vínculo entre a dioxina e as malformações genéticas dos afetados.
Tal foi a conclusão encobridora às que seguiram outras de forma similar em corpos de justiça em Nova York, pese a que conhecidos relatórios científicos estabeleceram que o defoliante empregado na guerra no Vietnã apresentava elevados conteúdos de um subproduto cancerígeno.
As empresas envolvidas se defendem alegando que tudo justifica o esforço bélico e sua obrigação de acatar as ordens do governo que lhe encarrega o produto, inclusive até a admitida negligência na purificação de seus componentes herbicidas hormonais, como a pressa em engulir os bombardeiros da carga.
Aceita-se em troca que deixou terríveis sequelas nos próprios soldados norte-americanos e principalmente em seus descendentes, de quem aceitaram uma ação judicial apresentada por veteranos de guerra em 1984 que desembocou em um acordo de 93 milhões de dólares em indenizações.
Assim funciona a justiça ali: seletiva discriminadora, arrogante e insensível à dor humana onde quer que se inflija.
O Vietnã, sem todos os recursos que se requerem, tem tido que encarar a atenção hospitalar, os tratamentos, a reabilitação e a reinserção social e no trabalho, a ajuda aos familiares e o consolo possível. Junto aos limitados orçamentos destinados, em um denodado esforço estatal, e eventuais doações internacionais, diferentes setores da sociedade contribuem ao empenho, e geram iniciativas de todo tipo para remendar o que nunca termina de bastar. Por isso as ações de descontaminação que ao fim são adotadas em Washington em uns 73 quilômetros quadrados em Da Nang, e que grandes meios caracterizam suspeitamente como fim da história, não pode deixar de ver por sua vez com similar suspicácia, se com isso se pretende o esquecimento.
O plano de descontaminação iniciado em conjunto pelos Estados Unidos e o Vietnã finalizará dentro de quatro anos, mas as feridas causadas pela guerra química demorarão bem mais para cicatrizar. A substância tóxica acabou com a vida de 400.000 pessoas e tem afetado gravemente a umas três milhões.
Para o Vietnã o horror não termina, e a desonra dos culpados permanecerá por sempre, na consciência da humanidade.
Por Prensa Latina
http://www.diarioliberdade.org/index.php

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Como ficam os municípios com mais de 50% de votos nulos

Madson Vagner
As eleições, nos ambitos municipal, estadual e federal, que tiverem mais da metade de seus votos anulados, terão novas eleições, marcadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), dentro de um prazo de 20 a 40 dias. A definição está no Art. 224 do Código Eleitoral, que trata da nulidade dos votos nas eleições.

Para o juiz eleitoral da 119° Zona Eleitoral, Djalma Sobreira Dantas Júnior, a matéria parece de fácil solução: 50% mais dos votos nulos, nova eleição. Porém, ele explica que o TSE tem entendimento diverso, o qual é predominante entre os juristas do nosso País. “Para que a eleição seja anulada é necessário que o candidato inelegível tenha obtido mais de 50% dos votos, não somados aqueles nulos decorrentes da manifestação apolítica do eleitor,” explica.

O juiz Djalma Sobreira, argumentou ainda que, com a Lei da Ficha Limpa a matéria ganhou muita importância. “Na eleição do dia 07 eram vários os candidatos a prefeito com registros indeferidos, amparados em recursos. Mas, na totalização do TSE os candidatos com registros indeferidos aparecem sem votos, muito embora tenham figurado na urna e obtido votações expressivas. Algumas vezes superiores à de seus adversários,” destacou.

Em outras situações, muito embora vencidos, seus votos, considerados nulos, somados aqueles nulos por vontade ou falha do eleitor, passam de 50% dos votos apurados. Diante desta realidade muito se comenta que alguns candidatos vencidos poderiam desistir de seus recursos para que com isto os votos nulos ultrapassassem metade dos sufrágios e nova eleição fosse realizada.

A Jurisprudência:

Vejamos o que a jurisprudência nesse caso: “(...) 3. Os votos dados a candidatos cujos registros encontravam-se sub judice, tendo sido confirmados como nulos, não se somam, para fins de novas eleições (art. 224, CE), aos votos nulos decorrentes de manifestação apolítica do eleitor. [...]” (Res. nº 22.992, de 19.12.2008, rel. Min. Felix Fischer.).

Portanto, esclarece Djalma Sobreira, que a questão deve ser resolvida da seguinte forma: se os votos dados a candidato inelegível atingirem mais de 50% será realizada nova eleição. Se para alcançar mais da metade dos votos nulos for necessário a somatória dos votos dados a candidato inelegível com os nulos decorrentes de manifestação apolítica do eleitor, mantém-se o resultado das urnas, sendo considerado eleito o candidato que tiver maioria dos votos válidos. ((Fonte: site Miséria))

LEIA MAIS EM:

terça-feira, 9 de outubro de 2012

ELEIÇÕES 2012: Adailton Macedo é reeleito prefeito de AURORA por mais quatro anos


Por José Cícero

Prefeito reeleito de AURORA Adailton Macedo é abraçado pela população
Diante da não publicação pelo TRE dos votos dados a candidatura opositora  por problemas pendentes na justiça eleitoral,  ocorreu uma série de comentários de rua de que haveria nova disputa. Mas  como é possível verificar tudo não passou de boatos.
A oposição  perdeu as eleições em Aurora com uma diferença de 736  sufrágios em favor da  reeleição do atual  prefeito Adailton Macedo(PMDB).  O que segundo a opinião de alguns juristas, a exemplo do  advogado filho da terra Vicente Aquino, tal boato  ‘não é verdade’.
Portanto, a vitória é mesmo dos candidatos Adailton Macedo e Mariquinha da coligação “Aurora no rumo certo” composta pelos partidos PMDB, PSC, PC do B, PSL, PMB e PR, visto que obtiveram a maioria dos votos do eleitorado aurorense, ou seja – 8.464, sendo de fato e de direito os  vencedores  do pleito eleitoral de 2012 no município.
A propósito, a redação do Blog de Aurora esteve pesquisando o assunto nos meios específicos, de modo que obteve junto a ‘Coletânea de Jurisprudência do TSE’ (Organizada por assunto) as seguinte interpretações e/ou explicações  legais conforme a jurisprudência do próprio TSE;  com base no primado da lei eleitoral, cujo teor publicaremos abaixo, para a devida leitura, análise e interpretação dos nossos  leitores(internautas. Além do resumo da votação em Aurora para prefeito e para vereador. A saber:
Eleição majoritária
“Eleição. Prefeito. Maioria de votos. Interpretação do § 2º, do art. 1º, da Lei nº 8.214/91. ISerão considerados eleitos o prefeito e o vice-prefeito com ele registrado que obtiverem maioria de votos (art. 1º, § 2º, da Lei nº 8.214/91). Tal norma não exige maioria absoluta de votos. Mesmo que se tratasse de município com mais de duzentos mil habitantes, não caberia falar de segundo turno de eleições com candidatura única a prefeito. Além disso, no primeiro turno de qualquer forma não seria computados os votos em branco (CF, arts. 77, §§ 2º e 3º, e 29, II). II – Inocorrência de violação de lei ou dissídio jurisprudencial. [...]”

“[...] Eleição majoritária. Município com menos de 200 mil eleitores. Empate. Critério de desempate pela idade favorecendo o mais idoso. Utilização da analogia (arts. 4º da LICC; 77, § 5º, da Constituição Federal; e 110 do Código Eleitoral). [...]”

“Embargos de declaração no recurso especial eleitoral processado como ordinário. [...] 13. Nas eleições disputadas em segundo turno (CF, art. 77, § 3º; Lei nº 9.504/97, art. 2º, § 1º), considera-se eleito aquele que obtiver a maioria dos votos válidos. Não-incidência, na situação posta, da norma do art. 224 do Código Eleitoral. 14. Cassado o diploma de governador de estado, eleito em segundo turno, pela prática de ato tipificado como conduta vedada, deve ser diplomado o candidato que obteve o segundo lugar. Rejeitados os primeiros embargos. Recebidos os segundos”. NE: Trecho do voto condutor: “[...] é clara a situação de que, ‘se nenhum candidato alcançar a maioria absoluta na primeira votação, far-se-á nova eleição no último domingo de outubro, concorrendo os dois candidatos mais votados, e considerando-se eleito o que obtiver a maioria dos votos válidos’. Então, a maioria é simples, ao contrário da maioria absoluta exigida no caput do art. 2º da Lei nº 9.504/97 – para o primeiro turno. [...] Entendo que cabe execução imediata e que, no caso, a questão da nulidade dos votos não se põe, porque a maioria que se exige é a maioria simples, conforme o § 1º do art. 2º da Lei nº 9.504/97, que repete o art. 77 da Constituição”.

“Recurso contra diplomação. Candidatos eleitos, diplomados e empossados. Governador e vice-governador de estado. Alegação de interpretação errônea, pela Corte a quo, do disposto no art. 28, in fine, e 77, § 2º, da Constituição Federal. A maioria absoluta exigida pela Constituição é realmente de votos, não se podendo, pois, considerar os eleitores que não compareceram às eleições. Inadmissível a tardia argüição de suspeição dos juízes da Corte Regional, matéria já decidida pelo STF contra a pretensão dos recorrentes (CE, art. 28, parágrafo único). Impossibilidade de exame neste recurso de suposta ocorrência de fraude não comprovada nos autos.”
Da: coletânea de Jurisprudência do TSE (Org. por assunto)>

 --------------------------------------------
Resumo da votação para Prefeito em AURORA:
Aurora (Eleitorado 20.932)
Adailton Macedo (PMDB) - 8.464
Carlos Macedo(PSB) - 0
Brancos - 190
Nulos - 8.597*
Abstenção - 3.681
..................................................
RESUMO DA VOTAÇÃO PARA VEREADOR:
AURORA: RESULTADO PARA VEREADORES:

Candidato
Partido
Votos
% válidos

01 - Chico Henrique
PMDB
1.592
9,62%

02 - Aderlanio Macedo
PMDB
1.225
7,40%

03 - Paulo Jose
PRP
1.066
6,44%

04 - Olavão
PMDB
1.017
6,15%

05 - Brasa
PMDB
877
5,30%

06 - Erivan Batista
PT
868
5,25%

07 - Iracilda
PSL
835
5,05%

08 - Aecio
PSB
766
4,63%

09 - Edisio Leite
PSB
757
4,58%

10 - Osasco Gonçalves
PSL
747
4,52%

11 - Gerismar Pereira
PSB
670
4,05%

12 - Darc Landim
PSC
726
4,39%

13 - Dr. Valmir
PMN
616
3,72%

14 - Joao Filho
PV
560
3,39%

15 - Janio Luna
PSB
554
3,35%

16 - Pastor Zé Raimundo
PRP
489
2,96%

17 - Deci
PV
436
2,64%

18 - Santino Roberto
PSB
310
1,87%

19 - Dr. Wilson
PMDB
265
1,60%

20 - Dr. Gleydson
PR
195
1,18%

21 - Chico Legal
PRB
181
1,09%

22 - Lamarck Dias
PC do B
140
0,85%

23 - Sandro Lopes
PSB
126
0,76%

24 - Eduardo de Eie
PDT
105
0,63%

25 - José Ferreira
PSL
101
0,61%

Fonte:TRE.
..........................................................................
Da Redação do Blog de Aurora e do site Cariridefato.
Foto: JC
......................................
LEIA MAIS EM:

Google+ Followers