domingo, 30 de janeiro de 2011

Chuvas podem provocar desabamento da parede frontal do antigo casarão do Cel. Xavier, afirma secretário de Cultura






A grande quantidade de chuva que vem sendo registrada em Aurora está comprometendo seriamente as estruturas frontais do antigo casarão do Cel. Xavier localizado ao lado da matriz. Comprado pelo município, agora na gestão do prefeito Adailton Macedo o casarão constitui desde então, uma grande preocupação da secretaria de cultura quanto à questão da sua recuperação e tombamento. Uma vez que representa parte importante da história do município.
No entanto, sem a participação efetiva do Estado ou da União foi cada vez mais difícil uma intervenção mais imediata no sentido de promover uma recuperação consistente e sustentável do prédio o quanto antes. Tudo em virtude da falta de recursos para uma iniciativa desta proporção, ou seja, para a execução das obras.
Além do casarão, a prefeitura também já havia adquirido o prédio da antiga residência do ‘agente da Reffsa’, sendo esta última, inteiramente restaurada para abrigar a sede da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto. Incluindo todo o trabalho de recuperação do prédio da antiga estação ferroviário, onde hoje funciona a biblioteca pública municipal.
As Diificuldades
Sem os devidos recursos oriundos dos governos do Estado e da União os municípios pequenos, tal qual Aurora, têm sérias dificuldades de tocar em frente projetos desta envergadura. De maneira que a falta de parcerias sólidas com os órgãos estaduais e/ou federais termina prejudicando sensivelmente qualquer política de preservação. Já que, como se sabe, projeto de restauros ligados ao patrimônio histórico-arquitetônico geralmente constitui grandes investimentos nem sempre compatíveis com as condições normais de muitas prefeituras pelo país afora.
Vinda da coordenadoria do patrimônio histórico do CE
Ainda em novembro de 2009 a pedido do município, Aurora recebeu a visita de uma equipe técnica da Coordenadoria do Patrimônio Histórico do CE enviada pelo então secretário estadual de cultura Auto Filho, logo após receber em seu gabinete na capital o prefeito Adailton Macedo e o seu secretário de cultura José Cícero.
A equipe que veio a cidade era composta pelo Coordenador-historiador Otávio Menezes, o engenheiro Paulo Renato e o desenhista, Luiz Carlos.(ver fotos acima)
Os mesmos fizeram um levantamento completo da verdadeira situação em que se encontrava o prédio onde funcionou a antiga Cnec, bem como da estação ferroviária e da casa do agente(sede e Ingazeiras), da capelinha de mártir Francisca, dos resquícios da remota capela do preto Benedito localizada às margens do rio Salgado nas “beatas” na Aurora Velha. No entanto, até o presente momento nenhum resultado foi dado em relação ao problema.
A idéia da Seculte-Aurora continua sendo de transformar o prédio no Centro Cultural Aldemir Martins, além de albergar a seda da banda de música e da Academia Aurorense de Letras(a ser criada), como também um museu, uma nova biblioteca e salas de artes e ofícios.
Programa Mais Cultura do Ministério da Cultura
Em outubro do ano passado Aurora participou com um projeto próprio junto ao Programa 'Mais Cultura' do MinC, disputando com municípios do país inteiro sendo um dos selecionado. Há agora a perspectiva de um aporte financeiro, já que a os últimos documentos solicitados já foram devidamente enviados para Brasília. Tal recurso deverá ser alocado na restauração do casarão. Todavia, ainda não se sabe quando este recurso será efetivamente liberado. Segundo o secretário, esta demora é por demais prejudicial a “saúde do velho prédio”.
Não se sabe, tampouco, se será suficiente para concretizar todas as obras que o velho prédio realmente necessita, afinal, são décadas de abandono e intervenções nas suas estruturas que, além de modificá-lo na sua originalidade, também comprometeu ainda mais as suas bases estruturais, disse.
Preocupados com a situação periclitante por que passa o casarão, uma equipe da Seculte, juntamente com o próprio prefeito Adailton Macedo e o secretário JC estiveram no dia de sábado(30) verificando de perto os danos provocados pelas recentes chuvas nas estrututas internas do prédio. Por precaução foi feito o isolamento da área em frente o velho edifício até a tomada de outras providências.
Após ter visto o problema o prefeito Adailton Macedo solicitou de imediato a presença do engenheiro Civil Dr. Luiz Alves que irá avaliar a situação para em seguida, dá um parecer técnico. “Enquanto isso vamos manter novos contatos com os órgãos competentes no sentido de que possamos quem sabe, juntos, encontrarmos meios para as providências que se fazem urgentes e necessárias”, enfatizou o secretário.
Retrospecto: Revista Aurora
Ainda em meados de 2007 a Revista Aurora criada pelo professor José Cícero lançou uma verdadeira campanha em defesa do casarão, quando naquela oportunidade em reportagem especial o informativo chamava a atenção para os riscos que pesavam sobre o centenário prédio, assim como a importância da sua conservação.
Da Redação do Blog da Aurora e da Seculte
Acompanhe outras reportagens tratando do tema em:
http://www.aurora.ce.gov.br/noticias/texto.asp?id=481

sábado, 29 de janeiro de 2011

Federação dos Círculos Operários do CE decidem pela intervenção da entidade em AURORA



Imagens da reunião do CO de Aurora com representantes da federação do CE
Representantes da Federação dos Círculos Operários do Ceará com sede em Fortaleza participaram na tarde deste último sábado(29) em Aurora de uma reunião com integrantes da entidade aurorense.
A reunião aconteceu a rua 7 de setembro no centro da cidade tendo como anfitrião o atual presidente do CO local o Sr. Zequinha Pereira juntamente com alguns membros, tais como: José Cícero, Ângelo Zanzô, Luiz França, bem como as representantes da Escola 'Turma da Mônica'(também associadas do círculo), as professoras Auxiliadora Pinto e Francisca Mônica, dentre outros participantes. A presidenta de honra Francisco Pinto de Melo - Dona Neném, por motivo de saúde não pode tomar parte das discussões.
A principal pauta do encontro ficou por conta da proposta de revitalização da entidade no município, já que conforme explicou a presidenta estadual a Dra. Dulce Maria, uma verdadeira campanha está sendo encampada em todos os municípios cearenses onde existem o movimento circulista.
Os representantes estaduais do CO discutiram também uma série de novos procedimento com vistas a reorganização dos trabalhos em Aurora, a começar pela documentação jurídica da parceria com a escola Turma da Mônica que há vários anos vem funcionando no prédio pertencente a federação. Prédio este onde funcionava a antiga sede da instituição local.
Os representantes da federação entenderam que, como o antigo contrato de locação não vinha sendo cumprindo, seria oportuno a celebração de um novo documento pelo período de dois anos.
Na ocasião foi lavrada uma ata constando todas as deliberações. A maioria decidiu pela colocação de uma placa na fachada do prédio sede do CO local com vistas a indicação da entidade.
Outra resolução preponderante tirada da reunião, foi a Intervenção da federação junto a direção de Aurora por um período de 12 meses até que as coisas se normalizem e uma nova eleição possa ser realizada. De modo que foram indicados para conduzir os trabalhos de reorganização do CO local durante o período de intervenção o Sr. Zequinha Pereira como presidente interino até às eleições, auxiliado pelo dirigente do Círculo Operário de Barbalha o Sr. Agostinho José dos Santos.
Pela federação cearense estiveram em Aurora na reunião deste sábado: a presidenta estadual Drª Dulce Maria Roberto de Lima; a assessora jurídica do órgão Dra. Valéria Viegas de Oliveira e o Dr. Jovanildo Sobral, além do histórico circulista barbalhense o Sr. Agostinho dos Santos.
Um novo encontro ficou agendado para daqui as 60 dia, quando o CO de Aurora começar de vez o trabalho de refiliação de novos sócios dando início a uma extensa programação socio-filantrópica e cultural, igualmente de reuniões mensais na sua antiga sede social, situada a rua 7 de setembro no centro da cidade, onde funciona a escola Turma da Mônica.
Além de Aurora, os representantes da FCOCE já realizaram visitas as cidades de Barbalha, Jardim, Juazeiro, Crato, Itapipoca, Itarema, Sobral, Guaiúba, dentre outras, incluindo algumas da região metropolitana de Fortaleza.
Da Redação
LEIA TAMBÉM:

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Morre em Aurora o ex-vereador Willes Macedo

OBITUÁRIO DA SAUDADE:
Nota de Falecimento...
Faleceu às 23 h desta quinta-feira(27) na cidade de Aurora aos 71 anos de idade o ex-vereador aurorense Raimundo Joaquim dos Santos - Willes Macedo.
Esposo da ex-presidenta da Câmara e atual secretária de Ação Social Socorro Macedo, Wilames Macedo vinha lutando contra um CA havia mais de seis meses.
Em face do falecimento o prefeito de Aurora Adailton Macedo decretou feriado em sinal de luto no municipal durante a sexta-feira(28).
Parte do velório (à tarde) aconteceu no plenário da Câmara de vereadores no Araçá, quando às 17 h após a missa na igreja matriz do Senhor Menino Deus, ocorreu o sepultamento no cemitério local.
______________________
Saudades Eternas>>>

·... Foi sepultada na tarde de ontem(quinta-feira, 27) no campo santo da cidade de Aurora a Sra. Nanã – esposa do conhecido Sr. Zezinho da Sambra. Recém aposentada Nanã trabalhara por muitos anos nas escolas da rede estadual de ensino, especialmente na Cnec e, ultimamente no colégio Monsenhor Vicente Bezerra .
___________
·... Faleceu na madrugada da último quinta-feira(27) em Fortaleza a Sra. Eliana Campos esposa do aurorense Djalma Medeiros Campos, ambos integravam a Associação dos Filhos e Amigos de Aurora – AfA-CE.
O seu sepultamento aconteceu na sexta-feira(28) na vizinha cidade de Juazeiro do Norte. O casal esteve visitando Aurora em julho do ano passado por ocasião do 1º encontro dos filhos e amigos de Aurora, promovido pela AFA.

N.R>
Votos de Pesar:
Nossas sinceras condolências a todos os familiares, parentes e amigos do saudoso Willes Macedo, Nanã e Eliana Campos. Que Deus na sua mais absoluta misericórdia os coloquem no reino dos céus e que Jesus Cristo com sua incomensurável luz divina possa confortar a todos os familiares.
**************
LEIA MAIS EM:
Da Redação do Blog da Aurora e do JC.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Anatel acaba com DDD em regiões metropolitanas. Ligações de fixo ficarão mais baratas. CONFIRA... |

Cerca de 68 milhões de consumidores serão beneficiados com uma decisão aprovada nesta quinta-feira (20) pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que converte ligação de longa distância (DDD) em ligação local para cerca de 560 municípios brasileiros, o que reduzirá o valor da conta de telefone para os usuários de telefonia que vivem nessas áreas.
A proposta faz parte do novo regulamento sobre áreas locais para o Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC), que amplia os critérios de definição de áreas locais, que passa a abranger o conjunto de municípios pertencentes a uma região metropolitana ou região integrada de desenvolvimento (Ride) que tenham continuidade geográfica e pertençam a um mesmo código nacional de área (DDD).
Como região metropolitana, a Anatel considerou o agrupamento de municípios limítrofes, instituída legalmente, que tem como finalidade integrar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum. O conceito de Ride adotado pela agência foi o de complexo geoeconômico e social, instituído legalmente, que tem o objetivo de articular a ação administrativa da União visando seu desenvolvimento e a redução das desigualdades regionais. Como áreas com continuidade urbana, a Anatel considerou o resultado da fusão de duas ou mais localidades, que constitui um todo urbanizado, podendo, entretanto, ocorrer descontinuidades de mil metros ou por motivo de acidente aquático, como rio, lago, baía ou braço oceânico.
Depois do prazo de adequação de até 120 dias, contados a partir da data da publicação do regulamento, a nova configuração permitirá a realização de chamadas telefônicas a custo de ligação local entre todos os municípios de uma mesma região metropolitana ou de região integrada de desenvolvimento que contenham continuidade geográfica e o mesmo código nacional de área (DDD). O regulamento contempla 39 regiões metropolitanas e 3 três regiões integradas de desenvolvimento.
O novo regulamento também estabelece que as novas situações que se enquadrem na definição de áreas com continuidade urbana ou em decorrência de solicitação fundamentada por parte da concessionária de telefonia fixa na modalidade do serviço local serão revistas anualmente. As revisões de configuração da área local resultante da criação ou da alteração de regiões metropolitanas ou de Rides ocorrerão junto com as revisões quinquenais dos contratos de concessão.
Veja relação de regiões:
RM Agreste (AL):Arapiraca, Belém, Campo Grande, Coité do Nóia, Craíbas, Estrela de Alagoas, Feira Grande, Girau do Ponciano, Igaci, Jaramataia, Junqueiro, Lagoa da Canoa, Limoeiro de Anadia, Olho D’Água Grande, Palmeira dos Índios, São Brás, São Sebastião, Tanque D’Arca, Taquarana, Traipu
RM Maceió (AL):Barra de Santo Antonio, Barra de São Miguel, Coqueiro Seco, Maceió, Marechal Deodoro, Messias, Paripueira, Pilar, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, Satuba
RM Manaus (AM): Autazes, Careiro, Careiro da Várzea, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Novo Airão, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Silves
RM Macapá (AP):Macapá, Santana
Ride Petrolina/Juazeiro (BA):Casa Nova, Curaçá, Juazeiro, Sobradinho
RM Salvador (BA): Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, Salvador, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filhos, Vera Cruz
RM de Fortaleza (CE): Aquiraz, Cascavel, Caucaia, Chorozinho, Eusébio, Fortaleza, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama, São Gonçalo do Amarante
RM do Cariri (CE):Barbalha, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Jardim, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Olinda, Santana do Cariri
Ride DF/Entorno (DF):Brasília (localidades: Brasília, Brazlândia, Ceilândia, Condomínio Asa Branca, Condomínio Morado Nobre, Cruzeiro, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Núcleo Rural Capão Seco, Núcleo Rural DVO, Paranoá, Planaltina, Rajadinha II, Rajadinha III, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Samambaia, Santa Rita, São Sebastião, Sobradinho, Taguatinga)
RM Grande Vitória (ES):Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana, Vila Velha, Vitória
Ride DF/Entorno (GO):Água Fria de Goiás, Mimoso de Goiás, Águas Lindas de Goiás, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso de Goiás
RM Goiânia (GO):Abadia de Goiás, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Caturaí, Goianápolis, Goiânia, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Nerópolis, Nova Veneza, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás, Trindade
Ride DF/Entorno (GO):Abadiânia, Alexânia, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Pirenópolis
RM Sudoeste Maranhense (MA):Buritirana, Davinópolis, Governador Edison Lobão, Imperatriz, João Lisboa, Montes Altos, Ribamar Fiquene, Senador La Rocque
RM Belo Horizonte (MG):Baldim, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Ibirité, Igarapé, Itatiaiuçu, Jaboticatubas, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Nova União, Pedro Leopoldo, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Rio Manso, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, Sarzedo, Taquaraçu de Minas, Vespasiano
RM Vale do Aço (MG):Coronel Fabriciano, Ipatinga, Timóteo
Ride DF/Entorno (MG):Buritis, Cabeceira Grande, Unaí
RM Vale do Rio Cuiabá (MT):Cuiabá, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antonio do Leverger, Várzea Grande
RM Belém (PA):Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba, Santa Bárbara do Pará, Santa Isabel do Pará
RM Campina Grande (PB):Alagoa Nova, Areial, Aroeiras, Barra de Santana, Boa Vista, Boqueirão, Campina Grande, Caturité, Esperança, Fagundes, Gado Bravo, Ingá, Itatuba, Lagoa Seca, Massaranduba, Matinhas, Montadas, Pocinhos, Puxinanã, Queimadas, Riachão do Bacamarte, Roça, Serra Redonda
RM João Pessoa (PB):Alhandra, Bayeux, Caaporã, Cabedelo, Conde, Cruz do Espírito Santo, João Pessoa, Lucena, Mamanguape, Pitimbu, Rio Tinto, Santa Rita
Ride Petrolina/Juazeiro (PE):Lagoa Grande, Orocó, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista
RM Recife (PE):Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Paulista, Recife, São Lourenço da Mata
Ride Grande Teresina (PI):Altos, Beneditinos, Coivaras, Curralinhos, Demerval Lobão, José de Freitas, Lagoa Alegre, Lagoa do Piauí, Miguel Leão, Monsenhor Gil, Teresina, União
RM Curitiba (PR):Adrianópolis, Agudos do Sul, Almirante Tamandaré, Araucária, Balsa Nova, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Campo Magro, Cerro Azul, Colombo, Contenda, Curitiba, Doutor Ulysses, Fazenda Rio Grande, Itaperuçu, Lapa, Mandirituba, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Quitandinha, Rio Branco do Sul, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, Tunas do Paraná
RM Maringá (PR):Bom Sucesso, Cambira, Jandaia do Sul
RM Londrina (PR):Bela Vista do Paraíso, Cambé, Ibiporã, Jataizinho, Londrina, Rolândia, Sertanópolis,Tamara
RM Maringá (PR):Ângulo, Astorga, Atalaia, Doutor Camargo, Floraí, Floresta, Flórida, Iguaraçu, Itambém, Ivatuba, Lobato, Mandaguaçu, Marialva, Maringá, Munhoz de Melo, Ourizona, Paiçandu, Presidente Castelo Branco, Santa Fé, São Jorge do Ivaí, Sarandi
RM Rio de Janeiro (RJ):Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Paracambi, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica, Tanguá
RM Natal (RN):Ceará-Mirim, Extremoz, Macaíba, Monte Alegre, Natal, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu, Vera Cruz
RM da Capital – Roraima (RR):Boa Vista, Cantá
RM Central – Roraima (RR):Caracaraí, Iracema
RM do Sul do Estado – Roraima (RR):Caroebe, São João da Baliza, São Luiz
RM Porto Alegre (RS):Alvorada, Araricá, Arroio dos Ratos, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Capela de Santana, Charqueadas, Dois Irmãos, Eldorado do Sul, Estância Velha, Esteio, Glorinha, Gravataí, Guaíba, Ivoti, Montenegro, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Parobé, Portão, Porto Alegre, Santo Antonio da Patrulha, São Jerônimo, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Taquara, Triunfo, Viamão
RM Vale do Itajaí (SC):Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Blumenau, Botuverá, Brusque, Doutor Pedrinho, Gaspar, Guabiruba, Ilhota, Indaial, Luiz Alves, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio, Timbó
RM Chapecó (SC):Águas de Chapecó, Águas Frias, Arvoredo, Caxambu do Sul, Chapecó, Coronel Freitas, Cunhataí, Faxinal dos Guedes, Guatambú, Itá, Marema, Nova Erechim, Nova Itaberaba, Paial , Palmitos, Pinhalzinho, Planalto Alegre, Quilombo, São Carlos, Saudades, Seara, União do Oeste, Xanxerê, Xavantina, Xaxim
RM Carbonífera (SC):Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Cocal do Sul, Criciúma, Ermo, Forquilhinha, Içara, Jacinto Machado, Lauro Muller, Maracajá, Meleiro, Morro da Fumaça, Morro Grande, Nova Veneza, Passo de Torres, Praia Grande, Santa Rosa do Sul, São João do Sul, Siderópolis, Sombrio, Timbé do Sul, Treviso, Turvo, Urussanga
RM Florianópolis (SC):Águas Mornas, Alfredo Wagner, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Biguaçu, Canelinha, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Leooberto Leal, Major Gercino, Nova Trento, Palhoça, Paulo Lopes, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São João Batista, São José, São Pedro de Alcântara, Tijucas
RM Norte/Nordeste Catarinense (SC):Araquari, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, Campo Alegre, Corupá, Garuva, Guaramirim, Itaiópolis, Itapoá, Jaraguá do Sul, Joinville, Mafra, Massaranduba, Monte Castelo, Papanduva, Rio Negrinho, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, São João do Itaperiú, Schroeder
RM Lages (SC):Anita Garibaldi, Bocaina do Sul, Bom Jardim da Serra, Bom Retiro, Campo Belo do Sul, Capão Alto, Cerro Negro, Correia Pinto, Curitibanos, Frei Rogério, Lages, Otacílio Costa, Painel, Palmeira, Ponte Alta, Ponte Alta do Norte, Rio Rufino, Santa Cecília, São Cristovão do Sul, São Joaquim, São José do Cerrito, Urubici, Urupema
RM Tubarão (SC):Armazém, Braço do Norte, Capivari de Baixo, Grão Pará, Gravatal, Imaruí, Imbituba, Jaguaruna, Laguna, Orleans, Pedras Grandes, Rio Fortuna, Sangão, Santa Rosa de Lima, São Ludgero, São Martinho, Treze de Maio, Tubarão
RM Aracaju (SE):Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão
RM Campinas (SP):Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara D’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos, Vinhedo
RM Baixada Santista (SP):Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Vicente.
Fonte: http://www.viacomercial.com.b
_______

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Gratas Lembranças do Cine São Luiz de Missão Velha

Por José Cícero Cine São Luiz.
Uma saudade eterna que carrego
onde quer que eu ande.
Antiga aventura que vivi quando menino.
Sétima arte - Universo que experimentei e fui feliz.
Cine São Luiz.
Espaço fantástico de uma Missão Velha antiga
que não existe mais.
Cine São Luiz.
Uma história aos poucos construída
e oferecida como dádiva
aos românticos provincianos
de um tempo ido;
protagonistas
do filme do seu próprio sonho.
Velhas utopias colossais.
Cine São Luiz.
Antiga aventura de um povo feliz.
Gritos de entusiasmos.
Gemidos e sussurros do pornô francês,
a que nós todos estávamos proibidos
e nossos ouvidos de felinos,
iam muito além dos seus portões.
Cine São Luiz.
Alegre passado em preto em branco,
depois colorido.
Retalhos de fitas,
películas que juntávamos
para o nosso São Luiz pequeno
que imitávamos pelas calçadas
das antigas ruas
que assim como nós
respiravam inocência e paz.
Cine São Luiz.
Noites de encantamento.
Projeções de puro êxtase.
Altivez de Chico Freire – o porteiro.
Ingressos caros de Dona Inês
para depois lá dentro
enchermos todos de pipocas
e fióis da velha Maria.
Deslumbramento cinéfilo
embalado pelo projetor de Breu.
Cuspindo fogo
e belas imagens no pano branco.
Cine São Luiz.
Um monumento eterno edificado
em frente ao Grande Ponto.
E a pracinha do Cristo-rei
um pouco adiante,
onde namorei pela primeira vez.
Rua Rosalvo Maia.
Coração da feira-livre.
Onde um dia assisti extasiado
o ínclito desafio,
de Patativa e Bil.
Cego Oliveira e o sanfoneiro.
O homem da mala com a sua cobra
a vender brilhantina e pomada
que curava tudo.
Bancas de cordéis
a que toda segunda
minha mãe me dava de presente.
Latadas de comidas típicas.
fita K-7 e discos de vinis.
Feira da farinha, da rapadura, dos passarins
e das panelas de barro.
Argila afamada do Arraial e da Cachoeira.
Cine São Luiz.
Uma saudade.
Tristeza que não tem mais fim.
Um patrimônio que não existe mais.
Onde um dia existiu o São Luiz
agora jaz um túmulo
em que sepultamos nossas reminiscências.
Hoje nem sua fachada existe mais.
Pois onde outrora existiu o São Luiz
Agora jaz,
um depósito comercial
de aguardente e cereais.
Cine São Luiz.
Uma lembrança que guardo
para o todo e sempre
no meu baú de ossos.
Memória de uma Missão-Passado
que igualmente ao São Luiz,
também não existe mais.
Posto que morreu para sempre em mim.
Cine São Luiz.
Recordação que me persegue,
que carrego em guardo
e que eu não esqueço,
jamais.
>>>>>>>>>>>
(*) José Cícero
Secretário de Cultura de Aurora-CE
In Fractais Imensos(Inédito 2011)
Desenho: Erivan de Lavor(Seculte-Aurora)11
_______
LEIA MAIS EM:

Quadra Invernosa: Chuvas no CE devem ficar na média histórica

Segundo a Funceme, há 40% de probabilidade de chuvas em torno da média histórica. Isso significa um quantitativo entre 750 e 800mm distribuido em todos os quadrantes cearenses.
Foi divulgado, nesta quarta-feira (19/01), o prognóstico oficial para a quadra chuvosa no Ceará. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), há 40% de probabilidade de chuvas em torno da média histórica no Estado, durante os meses de fevereiro, março, abril e maio. Em números, isso significa um quantitativo de precipitação entre 750mm e 800mm. As chances de que chova acima da média são de 35% e a probabilidade de chover abaixo da média é de 25%.
As informações foram geradas durante o XIII Workshop Internacional de Avaliação Climática para o Semiárido Nordestino, que aconteceu na última terça-feira (18/01). Estiveram reunidos meteorologistas de institutos climáticos de nove estados do Nordeste, do INPE, INMET, além de órgãos da França e Reino Unido. De acordo com Antônio Geraldo Ferreira, gerente do Departamento de Meteorologia da Funceme, para que se chegasse ao prognóstico, os cientistas analisaram, dentre outros fatores, as temperaturas de superfície dos oceanos Pacífico e Atlântico. “Estamos presenciando um evento de 'La Niña' no Pacífico Equatorial, ou seja, um resfriamento em sua superfície. Este fenômeno, normalmente, contribui para boas chuvas no Ceará. Entretanto, as temperaturas do Atlântico Equatorial estão aquecidas na parte Norte. Dessa forma, a Zona de Convergência Intertropical, que é o principal sistema causador de chuvas no Estado, está posicionada sobre o Atlântico Norte. Porém, observa-se uma evolução no aquecimento deste oceano na parte sul, o que pode posicionar a Zona de Convergência sobre o Ceará, indicando boas chuvas. É necessário que haja um monitoramento constante desta evolução”, ressalta.
Variabilidade
As chuvas na Região Nordeste tem como característica principal a variabilidade espacial e temporal, ou seja, não há como definir em qual município vai chover exatamente ou quais são os dias de chuva. Para isso, é necessário um acompanhamento diário das previsões do tempo.
O prognóstico informa ainda que em em localidades com menores valores de precipitação, como Sertão Central, Inhamuns e Região Jaguaribana, a tendência é de um total de chuvas nas categorias normal e abaixo da média histórica.
Além disso, a variabilidade temporal das chuvas deve provocar uma maior frequência de veranicos. Já nas áreas com médias de precipitação mais altas, como regiões litorâneas ou serranas, existe a possibilidade de ocorrerem eventos extremos de chuva.
Fonte: Funceme
.............................
Foto:DN

sábado, 22 de janeiro de 2011

Pesquisadores da história de Lampião visitam o município Aurora







Um carioca de Saquarema residente no Rio e outra de Belo Horizonte formaram a dupla de pesquisadores do cangaço nordestino que estiveram recentemente em Aurora, sendo recepcionados pelo secretário de cultura do município
Dois importantes pesquisadores e entusiastas da história do cangaço nordestino estiveram visitando Aurora na manhã de sábado(22) quando foram recebidos pelo também aficionado da história lampiônica, o secretário de Cultura do município, professor José Cícero.
Trata-se do carioca de Saquarema Josué Santana de Macedo e da historiadora mineira de BH Nely Maria da Conceição(Lili) – filha da dupla de cangaceiros do bando de Lampião: Moreno e Durvinha. Lili que por sinal já estivera em Aurora em agosto do ano passado por ocasião do 1º Seminário Cariri Cangaço comemorativo aos 83 anos da passagem de Lampião e seu bando pelo território aurorenses.
Depois de visitarem o prédio da secretaria de cultura, os dois pesquisadores ciceroneados pelo secretário empreenderam visita até a fazenda Ipueiras antiga propriedade do célebre coronel Izaías Arruda e Zé Cardoso. O local ficou famoso por ter sido palco de dois dos mais importantes momentos na história de Lampião na região do Cariri. O primeiro por está diretamente relacionado a trama para a invasão de Mossoró. Posto que foi toda ela arquitetada na Ipueiras de Aurora, sob a logística e o patrocínio direto do coronel Izaías, Zé Cardoso e Massilon Leite.
E depois, por ter sido também, quando do retorno de Lampião, o exato local onde ocorreu a famosa tentativa de envenenamento do bando lampiônico ante a traição do coronel e, em seguida, um dos mais intensos e enigmáticos confrontos de Lampião contra a volante do major Moisés de Figueiredo auxiliado pelos jagunços de Izaías; até então considerado um dos maiores coiteiros do rei do cangaço na região.
Na oportunidade, os pesquisadores, ao lado de José Cícero conheceram de perto o sítio Ipueiras, localizado a cerca de 12 km da sede do município. Assim como as ruínas da residência do coronel onde aconteceram as negociatas e reuniões para o traçamento das estratégias com vistas ao histórico assalto a cidade de Mossoró no Rio Grande do Norte em 1927.
Os pesquisadores visitaram ainda a antiga casa (ainda de pé), do vaqueiro do coronel Izaías e Zé Cardoso, sendo tudo registrado em fotografias.
No retorno Josué e Lili foram convidados para um almoço na residência do secretário de Culturaao ao lado da sua esposa a professora Cláudia Maria.
Depois de Aurora a dupla se dirigiu para o estado do Pernambuco(Buíque) e de lá para Alagoas(Piranha e Poço Redondo) e Sergipe onde finalizam o roteiro de visitas a alguns dos locais marcantes da história do cangaço nordestino. De lá retornarão para os seus estados de origem. Desde o dia 14 que os mesmos estão viajando pelas paragens nordestinas seguindo, literalmente, as pegadas de Lampião e seu bando.
A previsão é de que as visitações sejam concluídas dia 27. Juazeiro, Brejo Santo, Missão Velha, Limoeiro do Norte e AURORA foram alguns dos municípios visitados no Ceará, além de Cajazeiras, Uiraúna e Nazaré na PB, Jeremoabo, Paulo Afonso na BA, Serra Talhada, São José do Belmonte e Buíque no PE, bem como Mossoró e Apodi no RN, dentre outros em Alagoas e Sergipe.
Tanto Josué quanto Lili já confirmaram presenças no Cariri Cangaço edição 2011.
__Da Redação do Blog de Aurora e da Seculte(Portal da Cultura)
LEIA MAIS EM:
http://www.jcaurora.blogspot.com/

http://www.aurora.ce.gov.br/

http://www.seculteaurora.blogspot.com/
N.R. :
Comente as nossas postagens. Suas impressões, sugestões e críticas, além de colaborações jornalísticas serão sempre bem-vindas.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

AURORA: Secretaria de Cultura e Esporte promove reunião com monitores e atletas infanto-juvenis




A Secretaria de Cultura e Esporte de Aurora através do secretário José Cícero reuniu na manhã desta sexta-feira(21) na quadra Poliesportiva do bairro Araçá parte dos atletas infanto-juvenis inscritos nos projetos de Escolinhas de esporte da secretaria. Atualmente os referios projetos são mantidos pela prefeitura nos pólos do Araçá e Aurora Velha, além do Bolsa Esporte e o projeto Segundo Tempo em parceria com os governos estadual e federal.
Na ocasião o secretário da pasta, após falar acerca da programação esportiva para o ano de 2011, também apresentou os novos monitores de esporte recém aprovados no concurso público municipal. O secretario explicou, inclusive, da necessidadedo recadastramento de todos os integrantes de ambas as iniciativas, assim como da elaboração do calendário esportivo para este ano.
Na quinta-feira, dia 20 a secretaria havia reunido todos os integrantes do pólo do bairro São Benedito para tratar do mesmo assunto.
“Com o decisivo apóio do prefeito Adailton Macedo, estamos concentrando nossos maiores esforços no sentido de que possamos fazer de 2011 o ano do esporte aurorense”, disse o secretário.
"Na próxima semana estaremos viajando à Fortaleza no sentido de verificar como anda a questão do projeto Segundo Tempo no que tange a sua renovação. Ainda, a perspectiva de adqurirmos uma possível ampliação, ou seja, um novo pólo para o município, finalizou.
Além do apóio ao esporte infanto-juvenil o município de Aurora também vem incentivando as categorias adulta, feminina e veteranos, tanto no futebol de campo quanto no Futsal.
Doação de Uniformes esportivos:
Em breve a Seculte realizará a solenidade de entrega de faixas as equipes campeãs da Copa Aurora na duas divisões, com a participação de uma equipe de outro município, cearense ou paraibano. Na ocasião será feita a doação de 40 uniformes as todas as agremiações que disputaram a Copa Aurora e o campeonato juvenil 2ª divisão. A proposta do prefeito era trazer o Guarani ou mesmo o Icasa, mas com o começo do campeonato cearense esta idéias não se tornou possível.
Da: Redação do Blog da Aurora e da Seculte.
LEIA MAIS EM:

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Benoît Hervieu: o escândalo do Diário do Nordeste

Por Benoît Hervieu*
O assunto suscitou alguma discussão no Brasil, mas teve pouca repercussão fora do país. É algo a se lamentar, pois levanta questão importante sobre ‘a quem pertence um jornal’. Seria a seus leitores, seus editores ou seus acionistas? A resposta deveria ser óbvia, sobretudo em tempos de Internet e de jornalismo cidadão, quando ninguém mais contesta o fato de que a informação deve pertencer a todos.
No mês de outubro, contudo, o grupo Edson Queiroz – um dos maiores conglomerados empresariais do país –, proprietário do Diário do Nordeste, confrontado com essa questão após a publicação, pelo jornal, de um caderno especial centrado na presença do filósofo e sociólogo Michael Löwy na capital cearense, preferiu ignorá-la. E de que maneira!Estudioso dos movimentos políticos e sociais, militante de esquerda, Michael Löwy morou muitos anos no Brasil antes de se fixar na França. Em outubro passado, a convite da professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) Adelaide Gonçalves, voltou ao país que o viu crescer para uma série de conferências. Na ocasião, os editores do Diário do Nordeste, de Fortaleza, decidiram abrir um amplo espaço em suas páginas para o convidado da UFC, com a produção de um caderno de seis páginas, intitulado “Revoluções ontem e hoje”.
O ambicioso projeto reúne, então, autores diversos, entre nomes de peso, como o próprio Michael Löwy, a professora Adelaide Gonçalves, três outros docentes colegas de Adelaide, e o crítico literário Roberto Schwarz. Para a entrevista, que deverá ocupar papel central no suplemento, o jornal destaca os jornalistas Dalwton Moura e Síria Mapurunga. Acertados os detalhes, fica difícil imaginar que o Diário do Nordeste possa levar adiante tamanha empreitada sem o aval de sua direção. Tudo parece caminhar dentro do habitual procedimento para a produção de reportagens especiais já que o editor chefe Ildefonso Rodrigues dá sinal verde à realização do projeto. O material é publicado no dia 17 de outubro de 2010.“Subversivo”, “panfletário”, “inoportuno no momento atual”.
Temos a impressão de ouvir os censores da época da ditadura militar no Brasil. Os editores do Diário do Nordeste acreditavam possuir liberdade editorial? Ela está equivocada. A publicação do caderno “Revoluções ontem e hoje” e o espaço, de página inteira, concedido a Michael Löwy, não agradam ao grupo Edson Queiroz. Na sede do oligopólio, o evento provoca mal-estar, troca de acusações, antes de partir a ordem para que alguém seja responsabilizado, demitido. O escolhido é Dalwton Moura, culpado de ter conduzido a entrevista com Michael Löwy, a pedido de seus superiores. Se a entrevista não ocupa todas as páginas do caderno, isso pouco importa. Dalwton é demitido sem “justa causa”. Ao anunciar a demissão, o editor-chefe Ildefonso Rodrigues informa a Dalwton de que a publicação do caderno, solicitada por ele mesmo, foi o motivo para o desligamento do jornalista, que trabalhava no Diário do Nordeste havia nove anos, e desde o ano passado como editor do “Caderno 3”, chefiando uma equipe de oito jornalistas.
Sobre Michael Löwy, o editor argumenta que o sociólogo é “subversivo”, “panfletário” e “inoportuno no momento atual” (em que outro momento Michael Löwy poderia ser “oportuno”?). Dalwton deixa o jornal. Neste mês de janeiro, sua colega e co-autora da entrevista, Síria Mapurunga, decide deixar o jornal. No Diário do Nordeste, silêncio sobre o caso. Vamos aos fatos.Dois jornalistas da redação pagam por um “erro” de seus superiores (que nunca serão questionados), os mesmos superiores que optaram pela publicação do caderno de seis páginas, mesmo quando puderam retirá-lo do jornal e ler tudo que estava para ser publicado. Os editores estão bem conscientes de que a “culpa” não é de seus jornalistas – na verdade, de ninguém –, mas precisam oferecer uma ação “tranquilizadora” aos proprietários do grupo Edson Queiroz, que, por sua vez, nada têm contra os jornalistas, mas que apenas não concordam com as idéias de Michael Löwy. Pode-se objetar ao grupo Edson Queiroz o fato de que dar a palavra a um convidado não significa, de modo algum, que o Diário do Nordeste deva converter-se a suas idéias. Seguindo esta lógica absurda, seria mais “oportuno”, então, que o Diário do Nordeste exercesse um controle rigoroso sobre as opiniões daqueles que entrevista. E, “melhor” ainda, a direção de redação deveria, sem meias medidas, desaparecer para dar lugar aos diretores do grupo Edson Queiroz, que poderiam, dessa forma, decidir o que vai e o que não vai nas páginas de seu jornal. Dessa forma, não haveria chance de “subversão”.
Este episódio, é preciso lembrar, está longe de ser um evento isolado. Menos ainda nesta região do Brasil, onde os políticos e as empresas de comunicação, concentradas em mãos de poucos, não temem o conflito de interesses – e isso mesmo quando um e outro não estão do mesmo lado do balcão. Mas diante da resposta dada pelo grupo Edson Queiroz à nossa pergunta – ‘a quem pertence um jornal?’ (neste caso, unicamente a seus agentes financeiros) –, a liberdade editorial e o direito do trabalho foram jogados no lixo. Deixados à margem do assunto, os jornalistas e leitores do Diário do Nordeste devem esquecer para que servem, em primeiro lugar, os meios de comunicação: um espaço de debate democrático e plural.
* Chefe da seção “Américas” de Repórteres Sem Fronteiras
______________________________________
Texto retirado do sítio da Carta Capital
LEIA MAIS EM:
www.jcaurora.blogspot.com
www.blogdoico.blogspot.com

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

DESCASO: População denuncia construção irregular de posto de gasolina em Cajazeiras

A população de Cajazeiras denunciou nesta terça-feira (18), a construção irregular de um posto de combustível na cidade. A obra está sendo construída no conjunto residencial Jardim Adalgisa, na rua Comandante Vital Rolim, no entroncamento com a PB 393, que liga Cajazeiras a São João do Rio do Peixe.
De acordo com informações, o empreendimento de nome “Barreto e CIA LTDA”, de propriedade do senhor Vicente de Sousa Barreto Neto está sendo edificado em desacordo com o código de postura e urbanismo do município, além de está com a licença ambiental vencida.A Licença de Instalação (LI) concedida pela SUDEMA (Superintendência de Administração do Meio Ambiente) venceu em 09/11/10, mas a construção não foi paralisada.
Processo administrativoO proprietário da obra, que é também funcionário da prefeitura já responde a um processo administrativo na Curadoria do Meio Ambiente, onde 32 pessoas assinaram um abaixo-assinados requerendo o embargo e a interdição da obra, pois a população da área teme que o posto cause algum tipo de incêndio e explosão, e gere ainda altos índices de poluição.As informações dão conta que o promotor do Meio ambiente, Ismael Vital ajuizará uma Ação Civil Pública contra a prefeitura de Cajazeiras por ter autorizado a construção do posto.
Município:
Segundo o Código de Obra do Município, a edificação do empreendimento está sendo executado de forma irregular, pois fere três dos seus princípios, quais sejam:
Artigo 268 (a) – “Não será permitido edificação de oficinas e postos com acesso direto de logradouros considerados primários em relação ao tráfego quando o terreno tiver menos de 40 metros de testada”. A obra tem menos de 40 metros e está localizada num entroncamento que possui acesso direto a rodovia e a mais três avenidas:
Artigo 268 (b) – “Não será permitido edificação de oficinas e postos de gasolina em um raio de 100 metros de escolas, hospitais, asilos e templos religiosos”, porém, há 40 metros dessa construção está localizada a capela Nossa Senhora Aparecida, que fica no interior do cemitério “novo” e, é devidamente reconhecida pela Diocese de Cajazeiras;
Artigo 268 (c) – Não será permitido edificação de postos e oficinas nas avenidas de vales quando existir outro posto ou oficina numa distância inferior a 1000 metros, entretanto, posto Sílvio é instalado a uma distância de apenas 687 m do “Barreto e CIA LTDA” Ação conjunta Quatro pessoas que residem vizinho a construção do posto moveram uma ação judicial para impedir o andamento e conclusão da obra.
A advogada dos moradores, Catharine Rolim declarou a nossa reportagem que essa construção põe em risco a vida das pessoas e tira o sossego de todos que residem nas proximidades do posto.Ela afirmou que vai tomar todas as medidas necessárias para impedir a continuidade da construção.“Além disso, vou abrir uma representação no Conselho de Ética do CREA em face do engenheiro responsável pela obra, pois ela não poderia sair do papel, no entanto está sendo executada a passos largos”, enfatizou Catarine.
Fonte:http://cancaonoticias.blogspot.com/
___
LEIA MAIS EM:

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Prefeitura de Aurora reinicia asfaltamento das ruas do bairro Araçá



Uma intensa salva de fogos de artifícios assinalou no final da tarde desta segunda-feira(17) o reinício das obras de pavimentação asfáltica das ruas do bairro Araçá, o mais populoso da cidade de Aurora.
Trata-se de uma iniciativa da prefeitura que vem contando com um alto índice de aceitação popular, conforme recente pesquisa de opinião.
O reinício dos trabalhos aconteceu a partir das ruas situadas no entorno da vila Paris prosseguindo na direção da rua coronel José Leite.
Uma prova inconteste da boa aceitação das obras do asfalto junto aos moradores é o grande número de pessoas que acompanha de perto todo o trabalho das máquinas e funcionários da empresa responsável pela obra. Os trabalhos desta segunda-feira entraram pela noite.
A primeira etapa de asfaltamento ocorreu no centro da cidade, quando todas as ruas do centro comercial, incluindo a beira fresca, entrada da cidade, o entorno da praça da matriz e a avenida Antonio Ricardo foram efetivamente asfaltadas.
Agora, a prefeitura dá prosseguimento a execução do asfaltamento do Araçá, quando anteriormente duas artérias já havia sido concluída há alguns meses atrás.
O prefeito municipal Adailton Macedo pretende também asfaltar as ruas do distrito de Ingazeiras.
O vereador Aderlânio ao lado do secretário de Obras Antonio Macedo esteve durante todo o tempo acompanhando de perto a execução dos trabalhos.
Da Redação do Blog da Aurora e do JC.
LEIA MAIS EM:

Google+ Followers