sábado, 30 de maio de 2009

Poesia: A NET nos una, nunca nos separe

Quando Tim Berners a INTERNET havia inventado...
Com certeza, sonhou com o resultado...
O ser humano a tudo e a todos conectado...
Patrícia Rocha, no Rio de Janeiro, com seu PC plugado...
Há instante Marcílio, em Recife, tinha rubricado...
Haron e Graça, escritores e professores, tinham comentado...
Betusko, o bode do grupo, teria grafado...
Victor, o mineiro, e Milton do Rio haviam publicado...
Gustavo Dourado, cordelista, a sua edição anunciado...
Tânia e Pedro du Bois seus textos no site explanado...
Professor Luiz Domingos, de Aurora, penitenciado...
Zacarias a “bomba na Caixa” elucidado...
Wita e Pastor João Gomes, de Gurupi, espiado...
Zé Milton, em Palmas, aclamado...
Zé Sarmento, paraibano em SP radicado...
Osmar Bispo e Sheila as suas favas têm contado...
O Léo Savassi lá de Minas medicado...
Demontiê, em Campo Grande, rabiscado...
Júlia Cearense, no Rio de Janeiro, explicado...
Eliosmar, de Gurupi, seu livro revelado...
A Eloísa, do Rio Grande, me comunicado...
O Zé Milton, lá de Palmas, poesia resmungado...
A Vanessa e Elza, do Rio, sempre têm poetizado...
A Thereza, de Fortaleza, tem postado...
O Tõe e o Jamavieira, paraibanos pé rachado...
A Rayblue e Ventura, da Bahia tem versado...
Chico Cearense, de São Paulo, tem julgado...
Márcia Sanchez, a paulista do beijado...
A Conceição, lá de Palmas, seu texto badalado...
Wanda, com muito carinho, sua obra celebrado...
Parreira, de São Paulo, de butuca espreitado...
Zé Cícero, de Aurora, seu talento externado...
De improviso este texto foi bolado
e muitos nomes que eu deixei camuflado
pois ao blecaute, todos estão fadado...
Peço perdão aquele que aqui não foi anotado...
Mas a NET tem conosco aprontado...
A cada dia deixa-nos fortemente irmanado...
Com o tempo cada um vai pro seu lado...
Mas o aconchego jamais será apagado...
E esse escrito poderá ser editado,
e inclusive deverá ser emendado,
pelo escritor que achar apropriado.
Por: Arimatéia Macêdo
Médico e Poeta
Filho d'Aurora residente em Gurupi-TO

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Dia do Desafio 2009 acontece com sucesso em Aurora



Moradores de Aurora participaram na última quarta-feira, 27 das comemorações relativas ao Dia do Desafio 2009 driblando a inatividade. Trata-se de uma campanha mundial em favor das atividades físicas das pessoas. Um movimento promovido anualmente em favor da saúde, sobretudo no continente americano, em que cidades semelhantes de diferentes países entram em competição no sentido de se avaliar quem consegue colocar mais pessoas nas ruas com pelo menos 15 minutos de atividade.
Este ano a cidade de Aurora na região do Cariri cearense disputara o score com a cidade mexicana de Ocampo.
A participação maciça da população no dia do desafio deste ano superou todas as expectativas dos que integram a equipe da Seculte/Aurora, responsável pela organização do evento no município, segundo ressaltou o secretário de Cultura, José Cícero.
"Nesse dia, cidades do mesmo porte estabelecem uma competição para tentar envolver nas atividades a maior porcentagem de pessoas, em relação ao total de habitantes. É uma disputa amigável, que estimula a participação popular". No desafio, os vencedores são os cidadãos que, além do corpo, exercitam a integração, a criatividade, a liderança, o espírito comunitário e começam a compreender a importância de fazer da atividade física com um hábito diário, corriqueiro, explicou. "Atualmente em todo o mundo, a doença que mais mata é decorrente direta da obesidade, advinda do sedentarismo. Por isso a importância de uma campanha como esta, disse o secretário.
A programação do evento teve início às 7:40 h com a Saída em caminhada da Praça da Matriz em direção a quadra Poliesportiva no bairro Araçá o mais populoso da cidade. Seguido da realização de um ato público com as presenças do Vice prefeito Antonio Landim, dos secretários de Agricultura José Dácio, de saúde Petrúcya Frazão, de Cultura, Esporte e Turismo José Cícero e de Ação Social Socorro Macedo, de Administração Osasco Gonçalves, além de assessores do prefeito Adailton Macedo que na ocasião estava viajando a capital do estado, bem como de diretores das escolas participantes. Na seqüência teve início as competições esportivas com a presentação dos atletas da Arte Academia, e 8h – Futsal: Veteranos do Araçá versus veteranos do bairro São Benedito(Aurora Velha). Às9 h20min – Futsal Infantil entre bairros e atletas mirins que participam do projeto 'Esporte Cidadão' da Seculte. Às 10 h40min – Futsal Juvenil entre estudantes do colégio Paroquial versus Monsenhor Vicente Bezerra. Seguido de Futsal Feminino entre atletas da Seculte e intercolegiais. O poliesportivo se mostrou pequeno para o grande número de participantes. O encerramento ficou por conta da entrega de medalhas(premiação) às equipes vencedoras das competições.
A participação e contagem dos ativistas da campanha do Dia do Desafio 2009 em Aurora prosseguiu até às 18 h. O evento contou com a promoção e realização direta da Prefeitura através da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto, além do acompanhamento do Sesc-Juazeiro entre outros parceiros.
Estiveram envolvidos na Programação:
· Alunos Atletas infantis das escolinhas desenvolvidas pela SECULT
Grupo de Convivência Social Amor e Paz (Secretaria de Ação Social)
Ex-Atletas (Veteranos)
Ciclistas
Representantes de todas as Secretarias Municipais, Assessoria e Departamentos.
Professores
Pessoas da população que fazem caminhadas
Convidados
Secretários Municipais
Pastoral da Juventude.
Pessoas da terceira idade assistida pela Secretaria de Ação Social e Casa da Família.
Agentes de endemias(Funasa), atletas e ex-atletas dentre outros.

sábado, 9 de maio de 2009

Ação Social promove evento comemorativo ao dia das Mães



A Secretaria de Ação Social em parceria com a Prefeitura Municipal de Aurora realizou na tarde deste sábado dia 9, uma das maiores comemorações já dedicadas ao dia das mães na cidade de Aurora.
A festa aconteceu no clube da Associação Beneficente Aurorense(ABA) no centro da cidade onde comparecerem pouco mais de 800 pessoas.
Uma vasta programação foi desenvolvida durante toda tarde com destaque para brincadeiras, dinâmicas, sorteios, distribuição de prêmios às mães aurorenses; além de desfile e escolha da rainha 2009 e seresta baile com a banda Aquarela. Um grande número de presentes foram distribuídos as participantes dentre os quais, aparelhos de eletrodomésticos como televisores, liquidificadores, prancha para cabelos, ferro elétricos, ventiladores, filtros para água, além de artigos de cama, mesa e banho.
Uma bonita festa organizada por toda a equipe da Ação Social do município tendo a frente a secretária e ex-vereadora Socorro Macedo.
O espaço da ABA se mostrou pequeno para o grande números de mães que compareceram ao ato comemorativo. Uma alegria contagiante. Foi esta a impressão demonstrata no decorrer do evento.
A abertura aconteceu com o pronunciamento da secretária, seguida da palavra do prefeito Adailton Macedo que logo ao saudar as mães fez questão de ressaltar a importância da maternidade e o dom de ser mãe fazendo referencia a sua genitora, bem como a sua esposa, a primeira dama Rosa Macedo. No final, o prefeito garantiu que no próximo ano, além dos presentes, serão sorteadas duas casas para as mães que ainda não possuem casa própria. Adailton Macedo, foi literalmente ovacionado pela platéia, no momento em que anunciou dentre outras coisas, a proposta do 'parto humanizado' e a criação da bolsa Menino Deus.
O prefeito se fez acompanhar da 1ª dama Rose e dos secretários de agricultura José Dácio, de Cultura José Cícero, de Administração Osasco Gonçalves e da saúde Petrúcia Lira. Além de assessores, cordenadores da Casa da Família e assistentes sociais. Após a distribuição do lanche aconteceu uma grande seresta baile animada pelo grupo local Aquarela. "Foi sem somba de dúvidas, uma tarde das mais alegres para nossas mães", opinou a secretária de Ação Social Socorro Macedo.
Da Redação do Blog de Aurora e do José Cícero.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Chuvas: Prefeito Adailton Macêdo decreta estado de calamidade pública


AURORA: Estragos provocados pelas chuvas levam prefeito Adailton Macedo 'decretar estado de calamidade pública'
Chuvas torrenciais. Açudes cheios, sangrando, alguns ao ponto de quase 'estourar'. O rio Salgado, maior atrativo natural do município, também se encontra contendo uma das suas cheias mais consideráveis, visto ser ele, o principal manancial por cuja calha se dá toda a vazão das águas que ora estão banhando a extensa região do Cariri. Este é o atual perfil da quadra invernosa até agora já registrada em todo o município de Aurora e no seu entorno.
Estragos nas estradas vicinais: A grande quantidade das chuvas já registradas em Aurora vem provocando uma série de estragos em todas as estradas vicinais,além de sérios transtornos e prejuizos a população, notadamente da zona rural. O que praticamente inviabilizou o acesso de várias comunidades a sede municipal. Por conta disso, desde o dia 29 de abril que as aulas no município estão paralisadas até o 18 de maio, caso a incidência das chuvas diminuam o necessário para que a Prefeitura possa recuperar as estradas e o transporte estudantil possa ser normalizado novamente. Do contrário, segundo a secretaria de educação, a questão ficará ainda mais complicada, visto que o estado das estradas que ligam a sede de Aurora aos distritos de Ingazeiras, Santa Vitória, assim como a Soledade, São Miguel, Terra Vermelha dentre outros estão a cada dia mais precários, praticamente intransitável.
Difícil acesso das comunidades rurais a sede do município: As chuvas também impossibilitaram o acesso aos vizinhos municípios de Missão Velha, Lavras da Mangabeira e Caririaçu. Pequenas pontes, pontilhões, barragens e passagens molhadas estão sendo destruídas pelas forças das enxurradas o que vem piorando ainda mais o tráfico natural de veículos e de pedestres. Além dos estudantes e agricultores os aposentados também estão com dificuldades para chegar a cidade.
Vítima fatal: Nos últimos dias a violência das águas do riacho Jenipapeiro(afluente do Salgado) foi tanta, que vitimou por afogamento o jovem agricultor Vicente Júnior, que ao tentar salvar uma das suas vacas acabou sendo carregando pela correnteza. Só vindo a ser encontrada dias depois, mesmo com a ajuda de moradores e o corpo de bombeiros de Juazeiro do Norte.Prefeito Adailton Macêdo Descreta Estado de Calamidade Pública:Diante deste quadro, o prefeito Adailton Macedo decidiu decretar no último dia 04 ‘estado de calamidade pública e situação de emergência’ em todo o município. A secretaria de Obras continua com máquinas e caminhões tentando minimizar o problema, mas a situação ainda está incontrolável e imprevisível em face da grande dimensão territorial do município, as poucas condições que a gestão pública possui para resolver o problema, como também a previsão de novas precipitações pluviométricas, afirma o secretário Antonio Macedo. O prefeito Adailton, após assinar o Decreto viajou às pressas a capital cearense e de lá para Brasília no sentido de viabilizar recursos emergenciais para solucionar o quanto antes, a problemática porque passa o seu município.Conforme o secretário de Agricultura José Dácio, até o momento cerca de 784,7 mm de chuva já foram registrados. Uma marca segundo ele, muito significativa em comparação como o mesmo período dos anos anteriores. O mês de abril, foi de longe o mais chuvoso com 369,5 mm e as chuvas pelo jeito devem continuar em toda região caririense, conforme informações meteriológicas.
Temor da População:A população do bairro São Benedito localizado às margens do rio Salgado, assim como os agricultores ribeirinhos estão apreensivos com a possibilidade de mais uma cheia. Todos ainda recordam dos imensos estragos ocorridos em 2004, uma das mais graves cheias que o Salgado já sofrera deixando um rastro de destruição e desabrigado um grande número de pessoas em toda região, especialmente em Aurora, Icó e Lavras da Mangabeira. O açude Cachoeira, um dos maiores da região do alto Salgado, com capacidade de acumulação da ordem de 3,5 milhões de metros cúbicos de água já se encontra sangrando com uma lâmina de água bastante razoável.
Belezas naturais do Rio Salgado:Mesmo diante de tantas preocupações, alguns lugares do rio tem sido motivo de visitação pública, a exemplo da ponte sobre o Salagsdo localizada na entrada da cidade. Durante todo o dia a população comparece ao local para contemplar a correnteza das águas vindas da nascente na serra do Crato assim como de toda a região, correndo em direção ao Jaguaribe e de lá para o oceano. “É sem sombra de dúvida um atrativo dos mais deslumbrantes, assistirmos a natureza em toda a sua plenitude”, afirma o professor José Cícero, secretário de Cultura e Turismo de Aurora. “Cerca de 42 km do Salgado está situado dentro do território aurorense... Isso é uma grande dádiva da natureza. Poucos são os municípios no Brasil, como pouquíssimas são as cidades no mundo que dispõem deste verdadeiro privilégio ambiental. O rio é por assim dizer, um autêntico refrigério para nossa alma, nosso ar-condicionado natural, um colírio para nossos olhos, um caminho a nos apontar, tanto o céu, quando o mundo. Nosso cartão-portal... Penso que isso nos renova, nos impõe um momento de profunda reflexão, enquanto seres vivos e aumenta ainda mais a nossa responsabilidade com a preservação ambiental, a biodiversidade, os recursos naturais e a vida como um todo”, explica.
Da redação do Blog da Aurora

segunda-feira, 4 de maio de 2009

SECULTE-AURORA COMEMORA 1º DE MAIO COM ATIVIDADES ESPORTIVAS





Com várias atividades esportivas a Secretaria de CULTURA, Turismo e Desporto - Seculte/Aurora comemorou desde quinta-feira até a sexta, dia 1º de Maio, o dia internacional do trabalho. A programação constou de Torneio de Futebol de campo, Futsal e Voleibol masculino. além da realização da 1ª Corrida Ecológica de Aurora(atletismo), do Circuito municipal de Ciclismo, bem como de futebol feminino numa sensacional partida envolvendo a seleção de Doledade versus o selecionado de Aurora(sede). O secretário José Cícero, se diz satisfeito pela maneira ordeira e alegre com todos os atletas aurorenses participaram das competições. As atividades mobilizaram toda a equipe da Seculte e o pessoal da Asssessoria de Imprensa da prefeitura sob o comando do assessor Luiz Neto Xetão. O chefe do departamento de Esporte 'Tabosa" também disse está contente pelo sucesso do acontecimento comemorativo de 1º de maio. Na solenidade de premiação ocorrida na noite da última sexta-feira na quadra Poliesportiva o prefeito Adailton macêdo compareceu ladeado pelo secretário de Administração Osaaco Gonçalves e assessores.
Vencedores do Torneio de 1º de maio:
Futebol de campo:
1º - Cruzeiro
2º - Portuguesa
3º - E. C. Araçá
Artilheiro: Paulo Wotlan
Futsal:
1º - Tabajara
2º - Super Positivo
3º - Montila
Artilheiro: Arnaldo
Ciclismo:
1º lugar - Wermerson de Barros(Memé)
2º - José Suderlânio
3º - Fco. Daniel
Atletismo:
1- Lulinha
2- Arnaldo Ribeiro
3- José de Jesus de Lima
Voleibol:
1- Aurora
2- Osasco
Futebol Feminino:
Soledade 3 x 0 Aurora(sede).
*** Todos os ganhadores individuais e por equipe receberam premiação em dinheiro, medalhas e troféus.
Dia 09/05 a Prefeitura Municipal por intermédio da Seculte comemora dia 09 o aniversário de 49 anos do distrito de Santa Vitória com uma vasta programação artística, cultural e esportiva. Com destaque para torneio de futebol envolvendo diversas equipes circunvizinhas, atletismo e ciclismo, além de atrações culturais e um show popular à noite, na praça da vila sob a animação das bandas: Forró di taipa e Forró sacanear. O prefeito Adailton macêdo juntamente com o vice Antonio Landim, vereadores e demais integrantes da gestão "o povo construindo o novo" convidam toda a população para participar de mais um grande evento promovido pela gestão municipal.

domingo, 3 de maio de 2009

Gripe Suína - O que nós, os humanos temos com isso?!

A humanidade planetária encontra-se por demais apreensiva e em estado de alerta geral. E, digamos que tem razão de sobra para isso. Tudo por conta da possível ameaça cada dia mais iminente de uma pandemia mundial ocasionada pelo temível vírus mutante H1N1 da chamada gripe suína capaz de atingir seres humanos e se propagar de pessoa para pessoa. Segundo informações de especialistas o referido vírus sofrera mutação no organismo dos suínos, reaparecendo entre nós ainda mais forte e, até agora sem nenhum controle preventivo por parte da medicina.
Pandemia Planetária
Do ponto de vista histórico, este risco não está descartável, posto que muitas outras epidemias já ocorreram pela história afora deixando um rastro de destruição e calamidade das mais horrendas. Dentre estas verdadeiras catástrofes "naturais" registradas, podemos citar a da gripe espanhola que varreu a Europa após a 1ª grande guerra matando de 20 a 40 milhões de almas no velho continente, bem como em outras partes do mundo. Ocasião em que até mesmo um presidente brasileiro(Rodrigues Alves) também sucumbiu ao vírus da gripe espanhola de 1918.
Poder Mortífero dos vírus mutantes
Infectologistas e os próprios representantes da Organização Mundial de Saúde(OMS) alertam para o grande poder de mortandade do vírus da gripe suína(H1N1) que, potencializado pelos efeitos da modernidade tecnológica, da globalização e do intenso tráfico e mobilidade de pessoas ao redor do planeta poderá intensificar ainda mais seu poder de alastramento. Por tudo isso não é nenhuma retórica se afirmar que o mundo contemporâneo a cada dia se torna menor o que favorece e muito o aparecimento de organismos mutantes e deletérios a saúde da humanidade e em escala de ataque epidêmico ou pandêmico. Todo o intenso processo de deslocamento de pessoas, animais e mercadorias entre as mais diversas comunidades mundiais multiplica a possibilidade de uma pandemia. Vários vetores continuam abertos as transmissões virais; somando-se a isso os grandes aglomerados humanos espalhados pelas grandes metrópoles do globo. As manipulações quimicolaboratoriais de organismos, sobretudo dos alimentos/rações servidas aos animais têm favorecido ao surgimento de patologias provocadas por vírus e até enzimas modificadas(leia-se mal da vaca louca etc). Quem sabe seja o alto preço que pagamos por queremos "brincar de Deus" e desrespeitar a natureza da terra.
As Pandemias na história
No passado, os riscos de pandemias constituiram um realidade bastante plausível, no entanto havia uma distância temporal entre um acontecimento e outro. Intervalos estes que foram diminuindo à medida que o processo tecnológico e científico se aprimoravam, notadamente no setor de transporte e da genética, sem esquecer a questão do crescimento populacional que no momento beira já a casa dos sete bilhões. Se a gripe espanhola levou pouco mais de 12 meses para se transformar numa pandemia, é provável que nos dias atuais não seja preciso mais de 3 meses. Em apenas 10 horas é provável que o vírus da gripe suína possa chegar do México ou dos EUA até nós, os brasileiros dado o incrível encurtamento das distâncias pelas máquinas aérias.
O que podemos esperar?
Então, mesmo sem nenhum ranço de fatalismo, podemos assegurar que, tanto o surto pandêmico, quanto o risco de o Brasil vir ser também vítima da gripe suína, constituem uma possibilidade não menos remota. Para tanto, faz-se necessário o empenho das autoridades governamentais e um esforço de consciência da população como um todo, no sentido de se evitar que o pior aconteça. Há quem diga que, desde o surgimento dos seres humanos no planeta, a natureza, tem-se encarregado de promover este verdadeiro “arrastão” seletivo da espécie humana por meio destes acontecimentos caóticos. Talvez mais uma evidência do primado de Charles Darwin. Para os que pesam deste modo, esta sucessão catastrófica se expressa desde os acontecimentos pandêmicos imemorriais até os fenômenos como secas, inundações, terremotos, furacões dentre outros. Neste aspecto de ilações diversas há que rememorar alguns registros que dão conta de Sodoma, Gomorra, Atlanta, Pompéia dentre vários outros povos que misteriosamente desapareceram da face da terra.
Visão Mística dos acontecimentos
Os mais místicos chamam tais fatos de verdadeira “ira de Deus” enviadas à humanidade para aplacar o pecado dos homens. No fundo, o problema existe como um desafio quase permanente aos seres racionais, posto que, de tempos em tempos retornam para, de uma forma ou de outra assolar a humanidade na sua caminhada evolutiva civilizatória. É preciso dizer, no entanto, que a forma pela qual temos tratados e nos relacionados com a natureza biológica, também tem influenciado boa parte destes tristes acontecimentos. Um aspecto que certamente nem o próprio Darwin se dera conta na sua devida perspectiva futurista...Pelo jeito, ocorrências como esta não serão as primeiras e, tampouco as derradeiraa. Será o começo do fim? Difícil explicar sem passarmos a idéia do amedrotamento e do pânico. Quem sabe, a humanidade possa a partir de então, aprofundar suas reflexões mais necessárias e verdadeiras e, daí absorver novos ensinamentos para uma convivência harmoniosa, pacífica e mais racionalizada com todos os seres planetários. A ciência, por seu lado, assim como o fez com o vírus da gripe aviária e tanto outos, também quem sabe possa dá sua parcela de contribuição à evolução holística e racional do homo sapiens no sentido de que nos tempos modernos uma nova pandemia a La gripe espanhola não possa de novo, atacar de modo mortal, parcelas significativas de seres humanos.
Por fim... o que se espera?
Creio, no entanto, que será preciso, além da ciência muito mais consciência e compromisso de responsabilidade compartilhada das pessoas em relação ao tipo de mundo que poderemos deixar aos nossos filhos e a posteridade em geral. É preciso que assumamos um novo paradigma de convivência baseado na ética e no respeito, inclusive e sobretudo para com a natureza e os recursos naturais. Muitos vírus ainda estão por vir, o que importa a partir de agora, é saber como podemos mudar nossa velha forma de comportamento ante o enfrentamento e a escalada das calamidades que no futuro muito mais que hoje, haverão de castigar sem trégua e, em intervalos cada vez mais curtos a humanidade planetária, caso nada seja feito a partir deste instante. Já que estamos no ponto limite. Não há mais tempo para delongas ou vacilações...Ou mudamos ou teremos que forçosamente experimentar o mesmo fim que tiveram os dinossauros. Estamos, por assim dizer, a um passo da própria autodestruição? Ninguém sabe ao certo...quem viver verá.
Afinal de contas, será que para o resto dos seres vivos, diante de tanto mal que já causamos ao planeta e as outras espécies(e até a nós mesmos), também não podemos ser encarados como vírus, invasores e destrutivos? Há razões de sobra igualmente para nos sentir assim, num comparativo direto de conhecimento de causa e efeito com todos os demais seres vivos da biosfera.
José Cícero
Professor, pesquisador e poeta
Secretário Municipal de Cultura, Turismo e Desporto
Aurora - CE.

sábado, 2 de maio de 2009

O possível caos da gripe suína: Entendimento

Infectologistas em todo o mundo estão trabalhando para responder a casos de gripe suína (rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no México, nos Estados Unidos e no Canadá, além de suspeitas em outros países. Entenda o que é a doença e quais seus riscos.
O que é a gripe suína? É uma doença respiratória que atinge porcos causada pelo vírus influenza tipo A, que tem diversas variantes. Algumas das mais conhecidas são a H1N1, a H2N2 e a H3N2. O atual surto, que teve início na América do Norte, é provocado por uma versão mutante do vírus H1N1 capaz de infectar humanos e se propagar de pessoa para pessoa.
Quais são os sintomas da gripe suína? Os sintomas da gripe suína em humanos parecem ser semelhantes aos produzidos por gripes comuns, sazonais. Esses sintomas incluem febre, tosse, garganta inflamada, dores pelo corpo, sensação de frio e fadiga. A maioria dos casos registrados até agora no mundo parecem ser brandos, mas no México foram registradas várias mortes.
Por que a OMS mudou o nome da gripe suína para gripe A H1N1? Segundo Dick Thomson, porta-voz da instituição, o nome foi trocado porque o vírus "é cada vez mais humano e cada vez tem menos a ver com o animal". "Recebemos muitas consultas de associações de animais e produtores questionando o nome, e finalmente decidimos trocá-lo", disse Thomson.
A OMS afirmou repetidas vezes que a doença não pode ser contraída ao se comer carne de porco assada, mas o nome da gripe levou vários países a decretarem proibições a importação de carne de porco do México e dos Estados Unidos, onde a epidemia apareceu. O governo do Egito ordenou o abate de porcos por temores da gripe.
A mudança vem de encontro com o desejo do México, que rejeitava o uso da denominação "gripe mexicana" para referir-se ao vírus H1N1, ao considerar que este termo pode ser discriminatório e afetar a imagem do país.
Esta doença no México é um novo tipo de gripe suína? A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmou que alguns dos casos registrados são formas não conhecidas da variedade H1N1 do vírus Influenza A. Ele é geneticamente diferente do vírus H1N1 que vem atacando humanos nos últimos anos e contém DNA associado aos vírus que causam as gripes aviária, suína e humana, incluindo elementos de viroses europeias e asiáticas.
Os vírus da gripe têm a capacidade de trocar componentes genéticos uns com os outros, e parece provável que a nova versão do H1N1 resultou de uma mistura de diferentes versões do vírus, que podem normalmente afetar espécies diferentes no mesmo animal hospedeiro. Os porcos normalmente oferecem uma condição boa para que esses vírus se misturem.
A gripe suína pode ser tratada? As autoridades americanas dizem que duas drogas geralmente usadas para tratar casos de gripe, Tamiflu e Relenza, se mostraram úteis no tratamento de casos que aconteceram até agora.
Porém esses remédios devem ser ministrados nos estágios iniciais da doença para terem efeito. O uso desses medicamentos também torna mais difícil que pessoas infectadas passem o vírus para outros.
Ainda não está claro que efeito as atuais vacinas podem ter para oferecer proteção contra o novo tipo do vírus, já que ele é geneticamente diferente de outros tipos.
Uma vacina foi desenvolvida em 1976 para proteger os seres humanos de um tipo de gripe suína. Porém a vacina provocou efeitos colaterais graves, com mais mortes por causa da vacina do que por causa do foco de gripe.
O quanto as pessoas devem se preocupar? Quando um novo tipo de vírus da gripe aparece e adquire a capacidade de ser transmitido de pessoa para pessoa, é monitorado de perto para verificar seu potencial de gerar uma epidemia global, ou pandemia.
A Organização Mundial da Saúde advertiu que, considerados em conjunto, os casos no México e nos Estados Unidos podem gerar uma pandemia e afirma que a situação é séria.
Porém, os especialistas dizem que ainda é muito cedo para avaliar completamente a situação. Atualmente, eles dizem que o mundo está mais perto de uma pandemia do que em qualquer época após 1968.
Ninguém conhece todo o impacto potencial de uma pandemia, mas especialistas advertem que poderia custar milhões de vidas em todo o mundo.
A pandemia de gripe espanhola, iniciada em 1918 e também causada por um tipo de vírus H1N1, matou 50 milhões e infectou 40% da população mundial. Mas o fato de que em todos os casos registrados nos Estados Unidos os sintomas eram leves pode ser encorajador.
Isso sugere que a gravidade do foco no México pode ser resultante de algum fator específico ligado à localização - possivelmente um segundo vírus não relacionado que circula na comunidade. Outra hipótese é de que as pessoas infectadas no México podem ter buscado tratamento num estágio posterior da doença.
Também pode ser o caso de que a forma do vírus circulando no México seja ligeiramente diferente da registrada em outros lugares, mas isso só poderá ser confirmado por análises de laboratório.
Também há a esperança de que, como os seres humanos são normalmente expostos a formas do H1N1 por meio de gripes sazonais, nossos sistemas imunológicos já estão preparados para combater a infecção.
Porém o fato de que muitas das vítimas serem jovens aponta para algo incomum. As gripes sazonais normais tendem a afetar mais os idosos ou os bebês.
O vírus pode ser contido? O vírus parece já ter começado a se espalhar pelo mundo, e muitos especialistas acreditam que a sua contenção, numa era de viagens aéreas fáceis, deverá ser muito difícil.
que eu devo fazer para me proteger? Qualquer pessoa com sintomas de gripe e que podem ter tido contato com o vírus da gripe suína, como aqueles que moram em áreas afetadas do México ou viajaram para o país, devem procurar ajuda médica.
Mas os pacientes não devem ir a clínicas médicas, para evitar transmitir a doença para outras pessoas. Em vez disso, elas devem ficar em casa e contactar seus serviços de saúde para receber recomendações.
Que medidas posso tomar para evitar a infecção? Evite contato com pessoas que parecem não estar bem e que tenham febre e tosse. Medidas comuns para se evitar infecções e de higiene manual podem ajudar a reduzir a transmissão de viroses, incluindo a gripe suína em humanos.
Estas medidas podem ser simples como cobrir a boca e o nariz quando tossindo ou espirrando, usar um lenço de papel quando possível e jogando-o fora logo após o uso.
É importante também lavar as mãos frequentemente com água e sabão para evitar que o vírus se propague de suas mãos para a face ou para outra pessoa. Outra providência é limpar a maçaneta de portas com frequência, usando produtos normais de limpeza.
Ao cuidar de uma pessoa gripada, o uso de máscara cobrindo o nariz e a boca diminui o risco de transmissão.
É seguro comer carne de porco? Sim, não há evidência de que a gripe suína pode ser transmitida ao se comer carne de animais infectados. Mas é essencial que a carne tenha sido cozida direito. Uma temperatura acima de 70°C mataria o vírus.
Qual as recomendações do governo brasileiro?O Ministério da Saúde intensificou o monitoramento nos aeroportos para evitar a entrada de pessoas infectadas pelo vírus da gripe suína, nos voos procedentes do México e dos Estados Unidos.
De acordo com ministério, quem esteve nas áreas afetadas pela gripe suína, nos últimos dez dias, deve procurar um posto de saúde caso apresente os sintomas da doença. Nos próprios aeroportos, há postos da Anvisa.
O ministério também recomenda alguns cuidados que devem ser tomados para quem for viajar para esses lugares:
- Usar máscaras cirúrgicas descartáveis, durante toda a permanência em áreas afetadas.
- Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável.
- Evitar locais com aglomeração de pessoas.
- Evitar o contato direto com pessoas doentes.
- Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.
- Evitar tocar olhos, nariz ou boca.
- Lavar as mãos frequentemente com sabão e água, especialmente depois de tossir ou espirrar.
- Em caso de adoecimento, procurar assistência médica e informar história de contato com doentes e roteiro de viagens recentes a esses países.
- Não usar medicamentos sem orientação médica.

Google+ Followers