quarta-feira, 29 de abril de 2009

AURORA comemora em alto estilo 1º de maio - dia internacional do trabalho

Antecipando as comemorações de 1º de maio - dia internacional do trabalho, a Prefeitura de Aurora por intermédio da sua Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto(Seculte) deu início na noite da última quarta-feira, 29 a uma extensa programação esportiva que prosseguirá até sexta-feira.
A primeira etapa do torneio de Futsal amador teve às 18 h na quadra poliesportiva com a realização de quatro partidas envolvendo as equipes do Liverpool versus Pancadão, Montila versus a representação do Tipi, seguida de Azulão contra Tabajara e Vasco versus Super Positivo. Sendo classificados para a semifinal: Liverpool, Montila, Tabajara e Super Positivo.
O dois vencedores deste confronto decidirão o título na manhã do dia 1º. A Seculte Na quinta-feira, 30 acontece no estádio Romãozão o torneio de futebol de campo, a partir das 14 h com Cruzeiro versus Araçá, seguido de Portuguesa versus Sporting Araçaense. O dois primeiros colocados farão a final na tarde da sexta-feira, dia 1º. Antes da disputa final haverá uma partida preliminar de futebol feminino envolvendo o selecionado do sítio Soledade e a seleção de Aurora(sede). As três primeiras equipes do futebol de campo serão bonificadas com uma premiação em dinheiro, medalhas e troféus.
Ainda na manhã de sexta-feira, acontecerá ainda o torneio de Voleibol masculino com a participação do Osasco versus Araçá, Leite Moça versus Aurora, além do 1º Circuito municipal de ciclismo às 8 h com a largada na entrada da Malhada Funda na CE-286. A Seculte promove ainda a 1º corrida ecológica de Aurora saindo do sítio Olho d’Água até a quadra poliesportiva no bairro Araçá. Todos os primeiros colocados em ambas as modalidades receberão prêmios em dinheiro, troféus e medalhas, enfatiza o secretário da pasta da Seculte, o prof. José Cícero.
Pesar:
Em virtude do falecimento do jovem Vicente Júnior, vítima de afogamento ocorrido na manhã desta quarta-feira, a gestão municipal decidiu pela não realização da festa popular com as bandas Forró di Taipa e Sacanear prevista para a noite de 1º de maio no centro da cidade.
AGENDA CULTURAL -
Aniversário: Dia 09 a Prefeitura por meio da Seculte realiza a festa de aniversário pela passagem dos 49 anos do distrito de Santa Vitória. Atividades esportivas e culturais assinalarão a data. À noite haverá show em praça pública animada pela banda Forró di Taipa e Eclipse do Forró. O distrito de Santa Vitória já se prepara para a grande festa.
São João:
Dia 23 haverá o tradicional festival de quadrilhas juninas – o 'Festa Junino' mais um grande evento da Seculte. Já estão confirmadas as bandas Forró Lapada e Forró Sacanear. E o São Pedro do Araçá este ano será animado pelas bandas Forró na Veia e Cepa do Forró ou Eclipse do Forró. "O lazer cultural, esporte e o entretenimento sadio são também grandes prioridades assumidas pelo atual prefeito Adailton Macedo" relata o secretário de cultura.
Da Redação do Blog da Aurora

terça-feira, 28 de abril de 2009

Dia da Caatinga! Enfim o que temos para comemorar?



A caatinga nossa de cada dia
Nesta terça-feira, dia 28 de abril comemora-se o dia da Caatinga. Mas convenhamos... O que devemos mesmo comemorar? Se o bioma dos nossos sertões nordestinos vem sendo vergonhosamente castigado pela sanha destrutiva do bicho homem. Por sinal o único dos animais, que cabotinamente pensa que não é animal. O que devemos comemorar? Se o caos ambiental também se expressa com todas as suas cores pálidas e negras nos nossos grotões, até mesmo nos mais distantes das grandes metrópoles? O que se há de comemorar? Se a devastação a cada dia continua a crescer como um verdadeiro câncer a se abater sobre a fauna e a flora das nossas paragens interioranas?
Com que moral nós sertanejos da passividade, os acadêmicos da indiferença, os técnicos dos birôs a ar-condicionado, os latifundiários sedentos de vil metal? Os políticos fisiologistas, os cegos da imprensa-marrom, os pequeno-burgueses das cidades, os sulistas insensíveis, os ecochatos do pensamento tosco e mesquinho acostumados com suas frases feitas? Os covardes que a todos os demais se igualam justamente pelo teor da sua absurda indiferença. Então, o que de fato teremos que comemorar? Nossa caatinga está num processo acelerado de desaparecimento total. Só os cegos dos governos e da pós-modernidade não vêem o que está a ocorrer com os recursos naturais da caatinga nordestina e do Ceará em especial.
Grandes levas de espécies animais e vegetais ou já estão completamente perdidas ou em vias de desaparecerem para sempre. O processo de extinção das nossas espécies é hoje uma realidade que nos fura os olhos e arranha a nossa sensibilidade. Todo o desequilíbrio e a degradação dos ecossistemas planetários também se expressam na biodiversidade dos nossos sertões historicamente ao “Deus dará”.
Nossos rios, fontes e riachos passam todos por um intenso e avançado processos de destruição. Explorados que são pela fome de poder de todos aqueles que ainda não estão convencidos de que a natureza é vida e de é impossível se comer dinheiro. Desrespeitada que está pela insensatez e ignorância das pessoas, através de atitudes esdrúxulas como o desmatamento, as queimadas, a caça e a pesca predatória, a poluição dos nossos lençóis freáticos, pelas enxurradas de esgotos despejados nos nossos frágeis mananciais. E daí decorre todo o resto: assoreamento, erosão desenfreada, derrubada da mata ciliar, barramento indiscriminado dos nossos rios, extinção de espécies endêmicas, desertificação, estiagem prolongadas e cheias inexplicáveis entre outros fatores. Outras conseqüências incalculáveis ainda estão por vir. Pois, como bem disse o sábio tibetano, o simples bater de uma asa repercute pelo universo inteiro. Com a natureza acontece exatamente assim...
Mas, digamos, se não temos muito o que comemorar neste dia da Caatinga – um bioma exclusivamente brasileiro, único do planeta. Devemos pelo menos aproveitar este momento para uma reflexão profunda acerca da nossa relação histórica com a “mata branca” do sertão e seus recursos naturais. Quem sabe assim, possamos abrir os olhos para a catástrofe e o abismo que se avizinham e que estando todos, conscientes ou não, indo ao seu encontro. Quem sabe, também possamos despertar deste sono letárgico a que estamos todo submetido, quer seja, o da destruição total do próprio planeta. Talvez, se nada for feito no sentido da mudança dos nossos velhos paradigmas socioambientais, fatalmente experimentar do mesmo fim trágico que tiveram os dinossauros.
Que neste dia dedicado a caatinga possamos pelo menos reavaliar nossos princípios e nossa maneira de relacionarmos com a natureza e os recursos naturais da biosfera de um modo geral.
Vivamos então a Caatinga do Ceará e do Nordeste. Pois este bioma singular é, por assim dizer, o maior patrimônio do homem sertanejo e brasileiro.
Por: José Cícero
Aurora-CE.

Filha de AURORA é eleita desembargadora do TJC

Filha de Aurora assume a Desembargadoria do Estado/Ce quinta-feira
A desembargadora aurorense, Maria Nailde Pinheiro Nogueira, será empossada na próxima quinta-feira (30/04), em sessão plenária especial programada para às 17 horas, com a presença de autoridades, familiares e convidados. A sessão será dirigida pelo desembargador Ernani Barreira Porto, presidente do Tribunal de Justiça do Ceará.
A eleição da nova desembargadora, pelo critério de merecimento, foi realizada na quarta-feira (22/04), em sessão plenária especial, que também elegeu – pelo critério de antiguidade – o desembargador Francisco Gurgel Holanda, já empossado no cargo, durante solenidade realizada na última quinta-feira, 23 de abril. Nailde Pinheiro assume a desembargadoria estadual em decorrência da aposentadoria do desembargador João de Deus Barros Bringel.
No dia 1º de setembro do corrente ano, a desembargadora Nailde Pinheiro completará 23 anos dedicados à magistratura cearense. Filha de João Pinheiro do Amaral e Josefa dos Santos e casada com Fernando Teixeira Nogueira, a desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira nasceu em Aurora, interior do Ceará.
Foi graduada em Direito, pela Universidade Federal do Ceará (UFC), turma de 1982, e tem curso de Especialização em Direito Processual Civil, também pela UFC. É autora do livro “O Direito Sucessório do Cônjuge e do Companheiro”.
A nova desembargadora ingressou na magistratura no dia 1º de setembro de 1986. Antes, exerceu o cargo de Escrevente no Cartório Miranda Bezerra. Como juíza de Direito, atuou nas Comarcas de Marco, Jucás, Icó, como titular, e respondeu pelas Comarcas de Acaraú, Santana do Acaraú, Saboeiro e Orós.A promoção para a Entrância Especial (Fortaleza) aconteceu em em 1992, exercendo suas atividades na 11ª Vara Criminal, na 1ª Vara de Delitos de Tráfico e Uso de Substâncias Entorpecentes, e na 20ª Vara de Família e Sucessões, transformada na 4ª Vara de Sucessões.
A magistrada também exerceu atividades na 6ª Turma Recursal dos Juizados Especias Cíveis e Criminais (JECCs) e na Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai). Na condição de Juíza Eleitoral, Nailde Pinheiro desempenhou as funções na comarcas de Marco, Acaraú, Jucás, Saboeiro, Icó e Orós, além de Fortaleza, onde presidiu as Juntas Apuradoras da 2ª Zona Eleitoral e foi juíza efetiva do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
Fonte: Informe/Imprensa
Por: Luiz Neto Xetão

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Prefeitura adquire terreno para construção de Escola Técnica

Secretaria de Educação básica do Ceará(Seduc) aprova terreno para construção de Escola Técnica Profissionalizante em Aurora.
Na manhã de quarta-feira (15/04) o município de Aurora na região do cariri, recebeu a visita do engenheiro da Secretaria de Educação do Estado, Everaldo Gonçalves Esmeraldo e da Coordenadora da CRED 20, Dr. Luciana Brito. Ambos foram recepcionados pelo prefeito interino, Antonio Landim, que de imediato tratou de levá-los ao seu gabinete. O objetivo da visita dos representantes do governo do estado ao município aurorense, serviu para que fosse feita a avaliação do terreno onde será construída a Escola Técnica Profissionalizante na cidade de Aurora. O Prefeito em exercício Antonio Landim juntamente com o secretário de administração (Osasco Gonçalves), o chefe do setor de patrimônio (Arnóbio Leite), o vereador Chico Henrique (PMDB) e outros assessores companharam os representantes do governo durante os trabalhos de avaliação.
A construção da Escola Técnica Profissionalizante do município de Aurora está orçada em R$ 5 milhões podendo atingir a ordem dos R$ 6,5 milhões conforme a equipe técnica do Governo."Essa obra de grande envergadura só trará benefícios para o nosso município visto que, os alunos aurorenses além de poder contar com uma educação diferenciada, terão a oportunidade de, no final sair cada um, com uma qualificação definida" disse o vice prfeito. O Prefeito Adailton Macedo que se encontra em Brasilia, buscando recursos para o seu município tem se empenhado ao máximo para que a partir de 2010, a Escola Técnica já esteja funcionando e atendendo os anseios da população aurorense.
Luiz Neto Xetão
Correspondente

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Prefeitura de Aurora priorizará o Esporte Amador, diz secretário.



O Prefeito de Aurora, Adailton Macedo, autorizou a aquisição de vários materiais esportivos com o objetivo de estimular o quanto antes, a prática esportiva no seu município. A informação foi dada na manhã de ontem pelo Secretário de Cultura, Turismo e Esporte, José Cícero, em reunião com sua equipe de trabalho, assegurando ter chegado o momento de colocar o esporte aurorense para funcionar e render resultados. Disse ainda que, no início do segundo semestre haverá um grande campeonato de futebol( o interrural), envolvendo todas as agremiações do município. Por isso, a Seculte já se movimenta neste sentido cadastrando equipes e atletas de Aurora, que receberão um folder com explicações do certame. Tal campeonato culminará na grande Copa Aurora de Futebol amador. Em paralelo haverá competições femininas, dente de leite e infanto-juvenil. Além de outras modalidades esportivas, disse ele.
A intenção da pasta é realizar um campeonato em que os campeões da zona rural possam vir disputar a segunda fase da competição na sede(encerramento/copa) na cidade. Foi discutida também a realização de um curso de arbitragem a ser ministrado por Dacildo Mourão, ex-árbitro da FIFA, faltando apenas para tanto a definição da data.

Um projeto está sendo concluído e logo será enviado a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em busca de parceria para fomentar o desenvolvimento do esporte amador em Aurora. O Secretário José Cícero e o prefeito Adailton Macedo farão audiência com o Ministro do Esporte, Orlando Silva Júnior, por intermédio do senador Inácio Arruda. O Secretário destacou ainda, a implantação das escolinhas de base, que atenderão crianças e adolescentes na faixa etária de idade entre, 10 e 17 anos. "Vamos somar esforços no sentido de implantarmos em Aurora não apenas uma agende de eventos esportivos, mas sobretudo e principalmente, uma política de esporte ousada e abrangente. Para tanto, estamos desde já contando com o total apoio do prefeito Adailton e outros parceiros municipais... de modo que estamos plenamente convencidos que poderemos sim, fazer um esporte saudável, produtivo e diferente com diversas modalidades e categorias. Estamos no presente, mas de olhos postos no futuro", ponderou o secretário da Seculte/Aurora durante o encontro. O esporte, assim como a cultura e o turismo serão prioridades a partir de então. Nossas ações serão descentralizadas, iremos fazer com que a prática esportiva se estenda também para todas as localidades da zona rural, enfatizou.
Luiz Neto Xetão
da: Assessoria de Imprensa.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

AURORA: Prefeito ADAILTON comparece à sessão legislativa e faz balanço dos primeiros 3 meses da sua gestão

Prefeito Adailton Macedo vai à Câmara de vereadores e fala de obras, projetos e dificuldades diante da crise financeira internacional.
O prefeito de Aurora Adailton Macedo se fez presente à sessão legislativa da Câmara no último sábado, 4 oportunidade em que aproveitou para cumprimentar publicamente da tribuna da casa todos os vereadores aurorenses. Foi uma visita de cortesia e que o alcaide municipal pretende repetir sempre que possível. Uma maneira de acompanhar de per si os trabalhos legislativos, além de prestigiar a edilidade local. Na sua fala o chefe do executivo aurorense realizou um breve e conciso balanço dos seus 90 primeiros dias de gestão a frente dos destinos de Aurora. Um trabalho, segundo ele, bastante árduo, mas gratificante posto que seu sonho é promover uma verdadeira transformação social em Aurora. Garantindo assim uma série de melhoria para a municipalidade.
O jovem prefeito aproveitou também a ocasião para relatar todo o leque das obras já concretizadas e em fase de execução. Assim como dos seus projetos futuros, sem esquecer as dificuldades encontradas pelos prefeitos do país inteiro, agora com os cortes de recursos anunciados pelo Governo Lula em face da crise financeira internacional. Falou inclusive, das suas andanças tanto em Fortaleza quanto em Brasília no sentido de carrear recursos e outros benefícios para o seu município.
Dentre as várias obras que o prefeito pôr em destaque, cumpre mencionar: a construção da Escola Técnica, por sinal uma conquista de grande envergadura social, além da construção da Agência do INSS, asfaltamento de algumas ruas da cidade e do Araçá, as obras de complemento da adutora da Cagece(numa extensão de 3 km), bem a construção de uma creche e de um posto de saúde no bairro Araçá. Ressalte-se ainda toda a luta empreendida pelo gestor para conseguir para Aurora a construção de uma vila olímpica e de um parque de eventos.
Diversas passagens molhadas também já foram construídas na zona rural, como também o programa de Aração de Terra que vem sendo destinado aos pequenos agricultores. Por outro lado, já se encontra em processo final de conclusão as obras de reformas de alguns prédios históricos tais como do casarão da antiga Reffsa e a estação ferroviárias que juntos abrigarão a sede da secretaria de Cultura, Turismo e Esporte, além da biblioteca pública municipal, Ilha Digital, museu e espaço para exposição permanentes de obras artísticas e históricas como iniciativas de preservação da memória e do patrimônio material e imaterial do povo aurorense.
DESTAQUE: Em junho a Prefeitura por intermédio da sua Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte(Seculte) realiza mais um grande evento: O Festal Junino na sua edição 2009; ocasião em que várias quadrilhas da sede e zona rural se apresentarão através da realização do Festival Municipal de quadrilhas Juninas

sábado, 4 de abril de 2009

Divagações de um velho romântico esquecido nas bibocas do mundo.




Em outros tempos quando o fantasma da tecnologia ainda não havia descaracterizado por completo a naturalidade das cousas e dos acontecimentos marcantes do nosso dia-a-dia interiorano, tínhamos por assim dizer, razões de sobra para acreditar no futuro por meio de um prisma diferente, isto é, sem este sentimento contraditório de que seria preciso abrir mão dos nossos valores. Justamente os mais importantes que ainda nos restam hoje.
Agora à medida que os anos correm levam também consigo, grandes atributos que outrora constituíam o esteio de toda uma tradição própria das gentes dos sertões. A fome insaciável desta pseudomodernidade segue destruindo sem perdão nem piedade, aspectos que dantes, nos tornavam diferentes dos que Euclides da Cunha chamava de caboclos "neurastênicos da capital”. De modo que, quase tudo o que agora existe à guisa de novidade em nossos grotões é cópia mal feita, clone mal concebido; produto de uma padronização desenfreada que não faz bem a ninguém. Uma engenharia mancomunada das elites monopolistas tramada nos porões do neoliberalismo pós-moderno com o fito exclusivo de explorar até a última gota do nosso sangue e da nossa individualidade e liberdade.
Será que estamos condenados ao que Sartre denominou de 'mau da civilização?' Será que este é o único caminho que nos resta? Será que este é de fato um caminho sem voltar. Nunca haveremos de ter/construir uma rota alternativa?
Não deve ser normal a idéia, assim como o propósito dos que nos querem transformar em parcas mercadorias. Isso não é direito querer coisificar o humano com o interesse mercadológico.Temos o dever ao menos moral de nos indignar e dizer Não a toda esta farsa: ópera bufa destes argentários de merda! Além dos velhos políticos agindo lá em cima, como se raposas fossem a pastorear nossas galinhas dos ovos de ouro.
Por isso é urgente defendermos com unhas e dentes as nossas raízes sócioculturais, assim como os nossos mais elementares direitos enquanto cidadãos. O nosso folclore, as nossas mais autênticas manifestações da cultura popular. Tudo isso nós é fundamental. São nossos referênciais históricos que ainda nos mantêm ligados de alguma forma a nossa ancestralidade. Não podemos nos transformar numa geração de teleguiados. Sem idéias, sem crenças, nem individualidades, diferenças, amor-próprio, auto-estima e até o livre-arbítrio para pensar e puder escolher o que bem nos convier. Este modelo que nos impõem já nasceu fracassado e ferido de morte em suas próprias constradições. Não serve portanto ao conjunto da sociedade.
A padronização imposta pelo capitalismo, por intermédio dos meio de comunicação de massa, sobretudo a TV é algo visivelmente contrário à natureza humana. Não podemos aceitar toda esta orquestração, calados com a indiferença dos pulsilânimes. Por que assim estaríamos sendo, no mínimo, coniventes com todo este estado de coisa apodrecida.
Por que a modernidade teima tanto em não conviver em paz, em harmonia com os nossos valores tradicionais? A quem interessa toda essa pantomima? Por que querem pôr fim as coisas maravilhosas que ajudaram no passado a cimentar o caminho do nosso presente?
Por que querem transformar as pessoas do mundo em simples consumidores. Não somos mercadorias e, tampouco meros consumidores como querem nos fazer acreditar.
Não somos retrógrados, reacionários, saudosistas, românticos, apenas por querer trilhar um caminho diferente. Nosso novo amanhã dependerá do tipo de atitude que ousamos praticar no agora. O caos social está batendo a nossa porta e não suporta mais protelações...
Sejamos romântico e daí! Utópicos, poetas, sonhadores de uma nova realidade alicerçado no chão dos nossos antigos valores ancestrais.
Queremos de voltar a arte circense como no passado, forte, respeitada e construtora de sonhos e integração nacional. Queremos o retorno do trem como um transporte por excelência popular e propulsor do progresso, mesmo que os lobistas dos transportes rodoviários não o queiram. Queremos o cinema como no passado ajudando a educar o nosso povo. O teatro de mamulengo(o Casimiro coco), o violeiro, o artista, o vaqueiro, o artesão, o professor, o caboclo do sertão; todos eles detentores do respeito nacional e da garantia de poder sobreviver dignamente por meio do seu ofício e da sua arte. Queremos extipar o fantasma do êxodo rural. Queremos uma cidade diferente, feliz, fraterna, igualitária e segura para todos. Uma educação realmente de qualidade e gratuita, construtora do saber e da cidadania popular.
Queremos a prática do respeito à natureza, à fauna à flora como incentivos para uma convivência sustentável, harmoniosa baseada na ética, no respeito e na tolerância. Ainda como exemplos sólidos de relacionamento digno, pacífico e respeitoso com todos os nossos recursos naturais, bem como da própria caatinga sertanela/nordestina. Queremos o direito de acesso à terra, sobretudo para os que nela produz e mora. Aspiramos com os punhos cerrados a reforma agrária, assim como a sociedade igualitária e coletiva dos nossos sonhos.
Queremos as noites dos sertões enluaradas embaladas pelos cânticos sorumbáticos dos penitentes da ordem santa cruz ou de outras irmandades espirituais. Queremos o ecossistema livre da ignorância, bem como do louco desejo de lucro e de poder dos homens. Queremos dá um basta ao gregarismo barato, assim como ao orgulho, o preconceito e o egocentrismo dos idiotas.
Queremos de novo nossas bibocas e nossas cidades visitadas pelas caravanas de Ciganos com suas belas mulheres coloridas, quiromantes, exímios trocadores a encher nossos dias de eternas fantasias.
Queremos de novo todo o romantismo de um passado que nos fez pensar grandes sem, no entanto, ser preciso tirar os pés do chão para se enxergar as estrelas. Porque desta forma foi que aprendemos a acreditar verdadeiramente no futuro.
Deixemos que as estrelas do céu nos vejam mais fraternos com parcimônia e inteligência, brilhando assim como todas elas.
Por: José Cícero
Aurora – CE.

Google+ Followers